Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

O que fazer ou não, falar ou não em uma entrevista de emprego? Pode parecer simples, quando temos conteúdo e as habilidades necessárias ao cargo que pleiteamos. Mas, quando ficamos frente a frente com o entrevistador que tem nas mãos um emprego maravilhoso para oferecer, ou, quando estamos necessitando desesperadamente dele, mesmo que não seja o emprego dos nossos sonhos, pode dar aquele branco. Podemos falar demais para disfarçar o nervosismo ou emudecer por nos sentirmos pressionadas.
A propósito, o que lembra esse ditado chinês pode nos fazer mais cuidadosas:
“Existem três coisas que nunca voltam atrás:
– a flecha lançada;
– a palavra dita;
– e a oportunidade perdida.”
Portanto é bom lembrar que, qualquer palavra pode contribuir para seu sucesso ou fazer sua chance escapulir pelas suas próprias mãos.

1. Veja como uma oportunidade

Se você foi escolhida para participar de um processo seletivo e aceitou, comemore e encare como uma oportunidade e não como um interrogatório. Afinal, foi um convite e não uma intimação. Veja a entrevista com um olhar entusiasmado, isso pode fazer a diferença entre ser descartada ou preferida! Entre na sala com postura, olhar, sorriso e aperto de mão de vencedora. Já houve época em que seu histórico e formação acadêmica, eram suficientes e falavam mais alto que sua própria fala. Hoje, a segurança e motivação que demonstre vão dar segurança e motivação para o entrevistador entender que você é a “solução” para aquele cargo.
O entrevistador não pode perder tempo nem escolher mal, porque ele é medido pelos acertos nas contratações. Então o seu papel é convencê-lo de que você é realmente a melhor opção e deve ser escolhida. Assim como você quer sair da entrevista vitoriosa, ele(a) também quer para si a sensação de ter feito a melhor escolha. Se acredita em suas chances, já venha com espírito de conquista, visualizando-se no cargo e na empresa, como se já fizesse parte dela.

2. Prepare-se para a entrevista

Quanto mais você souber sobre o cargo/função que estão oferecendo e sobre a empresa, maiores serão suas chances de sucesso. Pesquise tudo quanto possa sobre o setor da empresa; seus concorrentes; seus produtos. Saiba há quanto tempo a empresa está no mercado, se atua em outras áreas, cidades ou países. Visite o site da empresa. Ele sempre traz tópicos como: “Missão e Valores”; “Patrocínios”; “Atuação”;“Notícias”; “Lojas”; ”Vendas online”; ”Franquias”,”Sustentabilidade”(que aliás é a palavra do momento)…e outros. Leia tudo e identifique suas características e habilidades que se alinham com os valores e filosofia da empresa. Assim poderá afinar também sua “fala” com os objetivos propostos pelo entrevistador. Se for uma rede de bancos ou lojas, visite alguma delas para ver o movimento, a organização do espaço e como as pessoas se vestem e se comportam. Leve com você essa preciosa bagagem de informações. Vai demonstrar iniciativa, interesse, proporcionar segurança e dar argumentos para grande parte dos questionamentos.

3. Esteja pronta para perguntas incomuns

Como já comentei, as entrevistas testam a afinidade que a pessoa tem com a filosofia da empresa; se ela está disposta a desafios; quanto consegue “driblar” situações embaraçosas e o que pode trazer de crescimento, resultado efetivo e incremento para a empresa.Exemplos de perguntas:
– Se você fosse um bicho ou um objeto qual seria e por quê?
Sugestões de respostas:
– Um livro. Porque tem conteúdo.
– Uma águia. Porque traça rota, voa rápido e muito alto.
– Um perfume. Porque seduz as pessoas. (Se sua entrevista for em uma empresa de cosméticos por exemplo).
– Quantas bolas de futebol cabem em um avião? – Se colocarmos uma em cada poltrona, em um Airbus cabem aproximadamente 156.
Não há certo ou errado. O que suas respostas vão dizer por você, é quão lógica, rápida e criativa você pode ser, e isso instiga qualquer entrevistador.

4. Diga frases de efeito

É lógico que ninguém vai sair soltando provérbios ou palavras sem propósito no meio da conversa. Mas é bom que se tenha algumas frases de efeito para momentos oportunos.
O entrevistador pergunta:
– Você está preparada para um cargo desse tamanho?
Resposta sugerida:
– Não há desafio que me intimide.
Pergunta:
– Quanto acha que você merece ganhar? = ( Pense rápido – você tem o valor que você se dá). Então, sorria um sorriso discreto, sincero e responda:
– O máximo que esse cargo já pôde pagar, porque daqui a um ano você (Sr(a)) vai ver que me contratou barato.

5. Se lembre do que é obvio, mas nem por isso menos importante

O ideal é não:
– Ficar se sacudindo como se estivesse com vontade de ir ao banheiro.
– Desviar o olhar toda vez que o entrevistador te encarar tal qual uma donzela acanhada.
– Chegar um segundo sequer atrasada e dizer que a culpa foi do trânsito, nem meia hora antes do combinado mostrando que não tinha mais nada para fazer na vida.
– Ir com roupa provocante, a não ser que seja para uma vaga como dançarina de Pole Dance.
– Acabar a entrevista e sair correndo como quem levou um susto.
– Falar muito baixo parecendo ter infecção de garganta ou tão alto como se o entrevistador fosse surdo.
– Se sentar encolhida como se estivesse com frio.
– Usar as expressões, não sei; eu acho; talvez, demonstrando não ter opinião segura.
– Permanecer o tempo todo muito séria, nem gargalhar porque o entrevistador pode não entender a piada.
– Ficar imóvel como que brincando de “estátua”, nem fazer tantos gestos que lembre um maestro regendo orquestra.
– Não se esquecer de fazer algumas perguntas que demonstrem seu interesse e iniciativa, como por exemplo: Se o cargo em questão tem espaço nos projetos futuros da empresa. Se há possibilidades de crescimento e remuneração variável por desempenho.
E por mais que pareça o mais óbvio dos comentários, não custa lembrar: Jamais em circunstância alguma, nem sob tortura, falar mal do seu último ou atual emprego ou mesmo do seu chefe por mais que ele mereça. É mortal.

6. De “brinde”: últimos comentários para geração Y e Z

Se você faz parte da Geração Y ou Z ( 20 a 35 anos), e tem a felicidade de priorizar a satisfação pessoal acima de qualquer outro atrativo em uma profissão. Se puder e conseguir, por favor, pare e pense!! Terminada a entrevista, depois de saber tudo que possa sobre a empresa e o cargo, a não ser que esteja desesperada, aceitando qualquer trabalho que apareça, por questão de “vida ou morte”, reflita antes de decidir. Analise se está querendo essa novidade pelo salário e benefícios; facilidade de acesso; perspectivas futuras; flexibilidade de horário; status; autonomia; vaidade; pelo desafio que esse emprego inspira ou pelo que pode alcançar em um ano, em cinco anos. Quantas dessas necessidades são indispensáveis para te fazerem verdadeiramente feliz profissionalmente?
Quais vai conseguir alcançar nesse novo emprego? As razões que te levam a esse emprego são reais, consistentes? Ou simplesmente você só quer mudar de emprego, porque mudar “faz parte”? Não sabe o que pretende, mas já que apareceu essa possibilidade nova, vai se arriscar? Está em dúvida quanto ao que realmente te motiva então quer mudar? No momento não está feliz com sua vida no geral e essa é só uma forma de fazer movimento? Acredita que essa mudança vai resolver todos os problemas que tem de gerado ansiedade? Não? “Vale quanto custa” o risco de recomeçar e jogar pelos ares tudo que já fez até hoje? Merece alguns minutinhos de reflexão?

Por fim: como em toda “conquista”, você se preparou para falar o que o entrevistador queria ouvir e ele, para mostrar o que de melhor tinha a empresa a oferecer, para te seduzir; tenha em mente, que nem sempre tudo é do tamanho que se promete e que, sua expectativa pode não ser satisfeita se sua decisão não for tomada pela razão certa.

“Eu não posso ensinar nada a ninguém, eu só posso fazê-lo pensar”.
Sócrates (Atenas. 469 a.C. -399 a.C.)


GOSTOU? Se consulte/converse online (por video ou chat) com quem escreveu esse texto! Clique aqui!


MAIS: 7 COISAS QUE PODEM FAZER SEU DIA RENDER 24 HORAS
MAIS: 8 DICAS PARA AUMENTAR AS CHANCES DO SEU CURRÍCULO SER LIDO

Foto: www.pinterest.com/superelaoficial

@ load more