Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Engana-se quem pensa que quem ama verdadeiramente – seja lá o que isso queira dizer – não decepciona, não erra e não cria tumulto. Engana-se, arduamente, quem pensa que quem ama não fere nunca, não maltrata e não diz adeus. Engana-se quem pensa, por apenas um minuto, que quem ama é coberto da mais pura perfeição e não cai nas armadilhas da vida. Engana-se, porque quem ama também é humano e, cá entre nós, todo mundo tem seus momentos de desespero, de amargura, de raiva. Porque o ser humano é assim, coberto de uma estrutura grossa onde há muitos resíduos temperamentais, uma hora está ali, outra hora quer ir embora.

E se você ainda vê o amor como uma das coisas mais linda do mundo, garota, você não está errada. Ele é sim. Mas ele também faz sofrer, chorar e querer sumir. O amor é temperamental, hora está pegando fogo, outra hora está morno. Hora está querendo, outra se esquivando. Hora chega apressado, em outra vem devagar, quase parando. O amor é aquilo né, você nunca sabe dizer quando amou menos e quando amou muito. Estou falando, sem hipocrisia, que o amor é feito de momentos também. Há momentos que você está nas nuvens e ama até um marimbondo. E há momentos que você mal sente o coração bater, muito menos o sentimento falar.

Não adianta você entrar de corpo, alma e coração em um relacionamento sem antes conhecer as façanhas do amor e admitir umas verdades. Você precisa entender que, amores machucam, amores maltratam – sem até mesmo perceber –, amores vão embora e depois voltam pedindo perdão. Há os que não vão, resistem ali, ao seu lado. Mas também fazem dor. Também criam feridas, se não são em atitudes, são em palavras. Se não são em ausência, são em presença. O amor, garota, não pede permissão para entrar, nem pra ficar e muito menos pra sair.

RESPONDA: Devo arriscar ou desistir?
RESPONDA: Devo contar pra ela que fazemos parte de um triângulo?

Ele vai, da mesma forma que ele vem.

E nem adianta espernear, é preciso saber lidar. Esses dias li em algum lugar que “quem ama de verdade, não nos decepciona”. Não lembro quem disse, eu só sei que se enganou. E feio. Quem ama de verdade – seja lá o que isso queira dizer, de novo – vai te decepcionar também. Vai te machucar em palavras, em atitudes, em silêncio até. Mas vai te fazer chorar sim, não se iluda. Vai te fazer querer desistir do amor e todas as suas formas de melancolia brava. Quem ama também fere. Porque, mais uma vez, quem ama também é humano e também está sujeito a errar várias vezes na vida.

Ah, mas e agora? Desisto de amar?

Você desiste de viver só porque as coisas estão complicadas? Moça, estamos aprisionadas em um ilimitado labirinto, tudo por aqui pode virar tropeço, você só não pode deixar virar barreira. É preciso priorizar certas coisas em nossas vidas e, inclusive, em nossos relacionamentos. É preciso resistir às tempestades que vierem e não desistir logo na primeira dificuldade, entende? Porque o amor, de fato, não é complicado, nós que o tornamos um bicho de sete cabeças. Nós que esquecemos que, assim como tudo na vida, para amar é preciso perseverar.

Entenda uma coisa: se ele te faz bem, se te faz sorrir, gargalhar e te respeita, vale a pena investir. Se ele não te faz mudar pra agradá-lo, não te pressiona a vestir o que ele quer, invista. Se ele não te vê como propriedade e faz de tudo para estar ao seu lado, mesmo quando não precisa, vai em frente. Se ele faz do seu nublado o mais lindo dia vai lá. E se entre vocês existe além de amor, companheirismo, sinceridade, admiração, respeito e reciprocidade, minha amiga, segura. Você só precisa saber que, mesmo diante desse paraíso todo, uma hora ou outra ele vai te ferir e vice-versa. E são nessas horas que você vai precisar se perguntar se ele te faz mais rir que chorar.

Clique aqui e receba nossos emails incríveis. : )

MAIS: ENGOLE O CHORO, MENINA!
MAIS: QUANDO O AMOR POR ELE É MAIOR QUE O AMOR POR VOCÊ

Imagem: pinterest.com/superelaoficial

@ load more