Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Oi pessoas lindas, tudo bom? Eu tenho um blog chamado Beleza Interior? no qual eu falo sobre o mundo da beleza como um todo. Produtos novos para rosto, cabelo corpo e também maquiagem. Este nome eu escolhi porque, na minha cabeça, se podemos ajudar a natureza com produtos e nos sentirmos mais bonitas, por que não fazê-lo? Por que não se mexer para olharmos a vida de uma outra forma? (mais alegre e positiva)

Hoje vou abordar um assunto que muitas leitoras me perguntam como se eu tivesse uma fórmula mágica (e garanto para vocês que não tenho): Como ter uma boa autoestima?

Isso porque eu vivo sorrindo nos meus vídeos, brincando e dando risada nas minhas fotos. Mas quem me conhece sabe que sou assim pessoalmente e que tento, na maioria das vezes, ser uma pessoa positiva.

POSITIVIDADE. Uma palavra boa para desenrolar este negócio de autoestima. Não sei vocês, mas eu acredito muito no poder do pensamento. Quando colocamos algo na cabeça tipo “Estou feia hoje”, tudo vai contribuir para que você se sinta ainda pior, e é capaz de quebrar o salto, perder o ônibus ou mesmo esquecer aquele casaco lindo na banco do metrô.

Na minha cabeça a autoestima de uma adolescente é bem variável porque a gente consegue entender a idade. Depois disso, normalmente, a situação muda, a segurança aparece e nos tornamos mais donas do próprio nariz. Porém, não é bem assim que acontece com todo mundo. Diversas mulheres se sentem feias, fora do padrão, estranhas ou mesmo que a vida é uma porcaria. (Não! A nossa vida é um presente maravilhosoooo!)

RESPONDA: Sentir inferior a outras. Vocês também sentem isso?
RESPONDA: Indecisão: Corto ou não corto meu cabelo?

Por falar em adolescente, quando eu passei por esta fase (ai, me senti um pouquinho velha agora hahaha) tive problemas de autoestima como muitas tiveram. Eu sempre fui baixinha, não tenho peitão e para juntar era bem da brava, respondia para todo mundo. No fundo, bem lá no fundo eu me sentia feia e achava que ninguém gostava de mim e que nunca ficaria com garoto algum. A agressividade era um modo de defesa para ninguém falar algo de mim. Se alguém falasse eu responderia na hora mas em casa ficava pensando se era verdade o que a pessoa disse. Fui beijar pela primeira vez aos 14 anos, enquanto muitas tinham beijado aos 12, 13.

E para diminuir ainda mais a autoestima tinha o meu cabelo. Sou negra, tenho cabelo crespo e estudei a vida inteira em colégio particular onde a maioria das meninas eram brancas com cabelos lisos ou ondulados. Eu queria que o meu cabelo balançasse como o delas. Eu queria ir ao bebedouro e tirar um fio de cabelo que caísse no meu rosto. Queria ser igual.

O que vocês acham que fiz? Alisamento, relaxamento e tudo mais que eu tinha direito. Porque o meu foco era ter um cabelo que balançasse e não importava como. Consegui sim o meu cabelo dos sonhos na época, mas hoje eu vejo que aquela não era eu. Não apenas pelo cabelo, mas porque eu me lembro o modo que pensava e era totalmente para os outros. Eu não me via em primeiro lugar e sim as pessoas que estavam ao meu redor.

Hoje eu tenho mais confiança e deixei o meu cabelo crescer natural por mais de um ano. Pintei de loiro e estou extremamente feliz com o resultado. Não foi rápido para mudar, me olhar no espelho e enxergar minhas qualidades. Aprendi que viver em função dos outros, viver para que outra pessoa te ache bonita, mudar muitas coisas apenas para se enquadrar em algum padrão é muito mais doloroso do que sentar no espelho e dizer “Eu sou linda!”. Não é uma tarefa fácil e eu devo admitir, mas depois que a gente treina isso todos os dias e acredita em si, acredita que é bonita, que não precisa sofrer para agradar ninguém a não ser você mesma, TUDO fica mais simples.

beleza-interior

A beleza é COMPLETAMENTE subjetiva, isso quer dizer que cada um tem o seu parâmetro do que é feio e do que é bonito. Se você se acha feia, TENHA A CERTEZA de que alguém te acha bonita. Não, isso não é um consolo, é uma realidade.

Agora o que você faz para se sentir melhor consigo mesma? Um bom dia começa com disposição, alegria e vontade de fazer algo novo e algo melhor. Sim, sempre temos dias chatos, chuvosos ou mesmo de TPM quando não queremos sair da cama, mas vem aqui e pensa comigo: Você está viva! Quer motivo melhor do que este para agradecer? Todo dia é uma nova chance para corrermos atrás dos sonhos ou tentar tudo desde o começo.

“Ai Mah, mas eu estou lotada de contas, meu corpo é feio e eu não sei mais o que fazer da vida!”. Sabe sim! Você tem que se amar antes de amar qualquer outra pessoa. Depois, conseguimos dar jeito em TUDO nesta vida quando estamos com vontade. E por fim, não esqueça que as modelos que vemos na revistas são magras daquele jeito por trabalho. Aquilo não é um padrão de beleza, aquilo é uma coisa que colocam na nossa cabeça para nos deixar cada dia mais loucas e comendo mato. HAHAHAHAHAHAHA

RESPONDA: Dicas para transição capilar?
RESPONDA: sera que ele me acha linda?

Ninguém te impede de se olhar do espelho e dizer “Nossa, tô gata hoje!”. Ninguém te impede de colocar uma roupa e se sentir a mulher mais linda deste mundo. Ninguém te impede de ser o que você é!! Seja o que você é e não quem você DESEJA ser. Gostar do estilo de alguém é uma coisa, agora querer ser aquela pessoa não. ISSO NÃO! O mundo é tão lindo com pessoas diferentes, para que um clone?

Confesso que já tentei muitas vezes ser mais delicada, mais fina e falar baixo. Porque eu sempre achei bonito mulher que fala baixo que não diz palavrão e que é delicada. QUEM DISSE QUE EU CONSEGUI? Não deu uma semana eu já estava gritando e falando palavrão. Oh Gosh! No final das contas percebi que sou assim: baixinha, agitada, falo mil coisas ao mesmo tempo, falo palavrão, falo alto pra caramba e quando tento mentir meus olhos falam toda a verdade.

O que fiz com tudo isso? Juntei, olhei os pontos positivos e passei a ressaltar. Bora viver ressaltando o que temos de bom e vendo que ninguém é 100% feliz!

O ruim é que hoje em dia as pessoas editam a vida nesta internet. Tá sempre feliz no Instagram, apenas viaja para lugares lindos ou possui o relacionamento mais mimimi do mundo. AAAaaahhh mas não é bem assim que funciona não! Algumas vezes superestimamos a vida alheia e esquecemos de cuidar da nossa. Fotos não querem dizer nada, parar no meio de uma praia e tirar foto da paisagem qualquer um faz. Mas e quando chega em casa, é esta alegria e vida de novela o tempo todo? Todos temos problemas e a internet, mesmo sendo maravilhosa, contribuiu para que as pessoas se sintam mal vendo as vidas dos sonhos por aí.

Lembrem-se, a grama do vizinho nem sempre é mais verde a vida não gira em torno das fotos que vemos no Insta. O mundo é muito maior e está louco para te receber com um sorriso nos lábios. Larguemos um pouco estas imagens e olhemos para o dia lá fora. Somos lindas, cada uma a sua maneira, e vocês não merecem se desmotivar por nada. A gente só para quando deixa de sonhar, e sonho, acho que todo mundo tem de sobra! <3

Tudo de melhor para nós hoje e sempre!

Receba no seu e-mail textos sobre Vida. : )

MAIS: COMO AMAR OS SEUS LINDOS CACHOS
MAIS: 4 COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A TRANSIÇÃO CAPILAR

Imagem: pinterest.com/superelaoficial

@ load more