Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

A maioria dos casais, quando iniciam um relacionamento, começam sempre com a palavra-chave confiança, e pensam assim: “Olha lá, você não pode me desapontar, hein!”

Erroneamente depositam todas suas expectativas naquela pessoa, e esperam que em troca ela se comporte como um cachorrinho adestrado, seguindo todos os seus comandos. “Eu vou confiar em você, mas a cada passo você deverá me provar que merece minha confiança.”

Nós temos o direito e o dever de analisar as atitudes de cada pessoa antes de nos envolvermos emocionalmente, mas não temos o direito de exigir que essa pessoa siga todas as nossas regras, que ela tenha os mesmos valores que nós, porque cada ser humano é um universo composto de experiências diferentes, que se consolidam em um ser único e singular.

Confiança é um ato de fé somado às análises que fazemos do comportamento que observamos. Ou seja, para confiar em alguém você deve analisar se a pessoa te faz se sentir importante, se ela te dá atenção, carinho, se ela diz a verdade, por pior que seja, e se ela te prioriza no dia a dia. É diferente de sondar cada passo da pessoa, e solicitar provas constantes do seu envolvimento emocional… Ninguém é obrigado a fazer tudo o que você pede ou tudo o que você acha certo só para te fazer se sentir segura na relação.

MAIS: EU PAREI DE FUGIR
MAIS: UM AMOR DE CASA LIMPA

Pessoas extremamente inseguras não confiam, porque não se sentem confortáveis consigo mesmas para se sentirem amadas. E não há nada que o outro possa fazer para mudar o que a pessoa insegura sente em relação a si mesma. Veja que se eu tenho um problema comigo, eu não posso cobrar que a outra pessoa mude suas atitudes para resolver o meu problema. Sou eu que tenho que mudar e não o outro!

Mas como reagir quando aquele pensamento ciumento possessivo, “Ah, mas tenho medo de ser enganado!”, vem à cabeça? Como posso fechar os olhos e deixar a pessoa me fazer de boba? Não quero fazer papel de trouxa! Para confiar em alguém é necessário observar o comportamento dessa pessoa e, acima de tudo, avaliar se ela te faz se sentir bem, importante e amada, mesmo quando não estão frente a frente. Essa pessoa te prioriza? Sempre responde suas mensagens? Fala com você diariamente? É sempre carinhosa e atenciosa?

No fim das contas é isso que importa! É como a pessoa te faz sentir, e também é como você se sente quando está com ela. Se você se sente menosprezada, é claro que não está com a pessoa certa. A pessoa que te ama verdadeiramente vai sempre querer estar por perto e te fazer se sentir amada.

Uma dica importante: não leve tudo tão a sério. Desencane! Não existe uma forma de ter certeza absoluta do comprometimento de qualquer pessoa. Temos que aceitar que não podemos controlar tudo, muito menos pessoas. Então, se essa pessoa te faz bem, relaxa e aproveita! O amor é isso, um mergulho na incerteza. É se jogar ao desconhecido. É não ter controle de nada e mesmo assim se sentir no topo do mundo.

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Amor ♥

PARTICIPE: Amo meu namorado, mas estou insatisfeita com o relacionamento. Devo terminar?
PARTICIPE: Como descobrir as intenções do boy?

Imagem: pinterest.com/superelaoficial

@ load more