O que você procura?

Depois de algumas experiências, eu aprendi – finalmente – que a gente nunca pode dizer “Nunca vou fazer (insira alguma atitude da qual não gosta aqui)”. É pedir para o cuspe cair na testa. E eu juro que, às vezes, penso que tem alguém lá em cima que diz: “Ah… NUNCA, é? Veremos!” e, pouco tempo depois, adivinha o que estou fazendo? Exatamente.

Minha última “promessa de nunca” foi sobre tirar foto no espelho antes ou depois de malhar. Achava brega. Achava super ego. Achava coisa de mulher-menina que precisa de auto-afirmação e de muitos likes. Ou, ainda, achava que era atitude de moça esnobe, que quer jogar na nossa cara o corpão esculpido que tem.

Guarde essas informações. Vou voltar um pouco no tempo agora:

Há pouco mais de 15 anos, eu era uma criança atleta, mas “sem pescoço”. Ou seja, eu era gordinha. Vivia a base de miojo e refrigerante. Com a chegada da adolescência, isso ficou para trás. Parei de tomar refri e larguei o miojo por comida de verdade (mas não necessariamente mais saudável).

De uns anos para cá, melhorei bastante, mas continuava insatisfeita. Não que eu estivesse gorda. Aliás, sequer estava acima do peso, mas eu e meu corpo  ainda não éramos muito amigos. Eu não gostava dele. Tinha barriga demais, peito de menos. Enfim… Neuras pequenas, mas grandes suficiente para não me deixar curtir meu próprio corpo. E só quem vive isso sabe como é triste olhar-se no espelho e só conseguir apontar o que gostaria de mudar, ao invés de destacar os pontos positivos. Reprovação diária vinda de nós mesmas. Isso é sério!

MAIS: DE QUANTOS LIKES VOCÊ PRECISA PARA SER FELIZ?
MAIS: TE TRAI COM O MEU AMOR PRÓPRIO

Esse ano, decidi que não queria mais isso para mim. Voltei a treinar boxe chinês (sanshou), passei a ter uma alimentação bem mais balanceada e correta (apesar de ainda não ter consultado uma nutricionista, que seria o ideal) e até me submeti a criolipólise – primeiro tratamento estético da minha vida. O resultado desse conjunto todo? Um corpo onde consigo me sentir a vontade. E isso é libertador, ainda mais depois de anos de espera por essa sensação e conforto.

Não quero dizer que sou a favor de corpos magros, sarados, etc. Não é nesse mérito que quero entrar. Não levanto nenhuma bandeira sobre padrão de beleza, porque acredito que cada uma sabe o que quer para si. Para mim, o importante é se sentir bem consigo mesma. E eu não tinha vivenciado isso ainda.

Após dois meses, já vi diferença gritante e eu queria, sim, mostrar a minha felicidade. E onde ela estava? No meu corpo. Então, peguei meu celular, fui para frente do espelho, fiz poses e me fotografei. Curti o que vi em todos os ângulos e ficou difícil escolher apenas uma foto.

E aí eu percebi como eu estava adiantando julgamentos preconceituosos sobre quem faz isso (aliás: “sobre quem fazemos isso”). Eu sei dos meus motivos. Das minhas lutas. Do tanto que suei para chegar até aqui. Não queria jogar nada na cara de ninguém. Não queria elogios. Eu só queria mostrar que estava orgulhosamente feliz. Diferente do que eu pensava, não é futilidade. É apenas uma vitória sobre uma baixo autoestima, que está ficando mais e mais longe do meu reflexo no espelho.

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Vida

PARTICIPE: Medo de me envolver e sofrer
PARTICIPE: E quando a única solução parece ser sumir, mas não se pode sumir?

Imagem: pinterest.com/superelaoficial


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual conteúdo você gostaria de ver no Superela?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)