Receba nossos e-mails incríveis
Amor Sexo Autoestima Corpo Vida Carreira & Finanças Beleza Estilo Vídeos
Escreva seu texto

Leia temas do seu interesse:

/ / / /

À PROCURA DE UM RUMO AINDA EM 2015!

Prescila Rizzardi

Colunista Superela

Mais textos

Gente, já passamos da metade do ano, chegamos naquela época em que começamos a pensar no que fizemos nesse tão estranho 2015, bom pelo menos foi para mim e acredito que para muita gente. A economia tá uma “nhaca”, o mercado de trabalho em retração, as pessoas andam assustadas, e não é para menos, o futuro é incerto… Na verdade sempre foi, mas os acontecimentos globais nunca nos assustaram tanto. Daí você, em uma bela tarde de domingo, se dá conta de que está vivendo por viver, ou o dito viver vivendo, e se pergunta “qual é o rumo que a minha vida tá tomando?” Será que é isso que eu quero pra minha vida? Ou será que o caminho que estou trilhando é mais importante que o destino? E agora, em meados de setembro, poucos meses pro fim do ano, você se vê mais perdida que cego em tiroteio…

É, minha amiga, esse drama não é só seu… Acho que o momento atual pede uma reavaliação! Será que você está acordando todas as manhãs pelos motivos certos e, não me levem a mal, não que exista isso de certo ou errado, mas será que você está vivendo os seus dias pelo que te faz feliz? Bem, por aquilo que te proporciona algum bem estar? Eu sei, isso pode parecer utópico até, todas nós temos contas a pagar, uma rotina pré-determinada sabe-se lá desde quando… Os círculos e vínculos de amizades já estão formados, os assuntos são sempre os mesmos, você acorda com uma rotina pronta e segue ela, dia após dia, semana após semana, mês após mês… Viver assim realmente é satisfatório? Se você chegou até esse ponto do texto e nada do que eu disse faz parte da sua realidade, continue na sua caixinha e boa sorte, porém, se você também se faz esses questionamentos assim como eu, acredito que juntas poderemos chegar a algum lugar, ou pelo menos poderemos ver que não estamos sozinhas nesse barco à deriva. Então, vamos aproveitar a viagem…

MAIS: ELA NÃO TEM NADA A TEMER (E NEM DEVERIA)
MAIS: A PAZ EM FAZER A MINHA PARTE

De certa forma, a todo momento estamos seguindo um caminho. É claro que o caminho é construtivo e sim, é possível tirar bons momentos dele, porém, me pergunto: estaria eu andando, andando e andando pela vida em círculos? Cadê a minha direção? Meu rumo? Sinceramente, às vezes, me sinto uma pirata do século passado tentando usar um GPS. As possibilidades estão aí e são muitas. Talvez até, isso seja parte do problema, afinal, a cada dia posso escolher algo novo, mas pensem comigo: seria essa apenas uma forma que encontrei de me desviar do objetivo principal que é ter uma vida da qual eu possa me orgulhar daqui a 50 anos? Essas inúmeras possibilidades, de alguma forma, nos tiram o foco de procurar um objetivo principal para o qual viver.

Talvez nem exista isso de um único rumo mas, para algum lugar temos que ir, né? Eu prefiro acreditar que é para frente que devemos andar, conhecendo e vivendo coisas novas. E aí nos deparamos com a pergunta crucial: esse é o rumo certo? Bom, minha amiga, assim como uma estrada, sempre haverá o caminho de retorno caso a gente entre em uma estrada errada. Hoje realmente acredito que isso vale para o caminho que seguimos, afinal, as experiências estão alí, para que não voltemos a cometer os mesmos erros, apesar de nem sempre ser assim, já que o ser humano é um bicho crédulo, né? Apesar de tudo, sempre tentamos o máximo possível antes de simplesmente desistir e pegar o retorno de volta quilômetros atrás, não é mesmo?!

Então, a conclusão a qual cheguei ao fim desse texto é que, nesse 2015, segui uns 2 rumos na minha vida, e lá vou eu a procura de um terceiro, mas a vida é isso, não é mesmo? E prometo a vocês que não vou parar de procurar até encontrar aquilo que me faça ficar ansiosa pelos dias que estão por vir, aquele caminho que me dê prazer de trilhá-lo. Vocês também não deveriam parar de procurar, afinal, uma hora encontramos o tal rumo da nossa vida. Pode até não ser nesse 2015, mas têm muito chão a ser percorrido, calce um sapato confortável e siga em frente.

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Vida

PARTICIPE: Por que homens se assustam com mulheres independentes?
PARTICIPE: Quais os sonhos de vocês?

Imagem: pinterest.com/superelaoficial

Prescila Rizzardi

Colunista Superela

Mais textos

Leia temas do seu interesse:

/ / / /

Leia temas do seu interesse:

/ / / /

E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Um email por semana só com o melhor conteúdo do Superela
Você vai adorar ❤
Obrigada!

Recebemos seu pedido de cadastro e enviamos a você um email com o link para você confirmar o recebimento dos nossos emails.

Por favor, acesse seu email e click no link de confirmação.


Click aqui para voltar ao site.
Não perca mais nenhuma novidade!
PGlmcmFtZSBzcmM9Imh0dHBzOi8vd3d3LmZhY2Vib29rLmNvbS9wbHVnaW5zL3BhZ2UucGhwP2hyZWY9aHR0cHMlM0ElMkYlMkZ3d3cuZmFjZWJvb2suY29tJTJGU3VwZXJlbGFPZmljaWFsJTJGJnRhYnMmd2lkdGg9NTIwJmhlaWdodD0yMjAmc21hbGxfaGVhZGVyPWZhbHNlJmFkYXB0X2NvbnRhaW5lcl93aWR0aD10cnVlJmhpZGVfY292ZXI9ZmFsc2Umc2hvd19mYWNlcGlsZT10cnVlJmFwcElkPTE3MTExNDI3NjM4MDkzNiIgd2lkdGg9IjUyMCIgaGVpZ2h0PSIyMjAiIHN0eWxlPSJib3JkZXI6bm9uZTtvdmVyZmxvdzpoaWRkZW4iIHNjcm9sbGluZz0ibm8iIGZyYW1lYm9yZGVyPSIwIiBhbGxvd1RyYW5zcGFyZW5jeT0idHJ1ZSI+PC9pZnJhbWU+
Curta o Superela no Facebook ❤
teste
teste