O que você procura?

Terminar um relacionamento não é fácil para nenhuma das partes, hoje sei disso. Confesso que com formação PHD em “levar o fora”, sei muito mais como é sofrer por perder alguém do que tomar a iniciativa do fim.

O que me preocupa, é o depois, o que um coração cansado é capaz de fazer para se reestruturar, sim, ele é capaz até mesmo de congelar. E justo a mim, a doce e sonhadora menina de coração puro e bobo, coube agora endurecer, e esse processo de aceitação não é nada fácil.

Um coração como o meu, quando toma preguiça de se levantar, faz o possível para cair de pé, e isso inclui, tomar a iniciativa do fim, mesmo quando nada começou.

Percebi isso quando olhei pra ele, em meio aquela noite quente, a pele suada, e a cerveja gelada. Ele que me conhecia tão bem, que sempre se preocupou em me amparar  caso eu precisasse, estava ali na minha frente, e eu sabia o real motivo, só não sabia exatamente o que fazer.

Nunca foi do meu perfil me controlar, então resolvi mais uma ceder ao desejo, e como sempre, não me arrependo nem um pouco! Em meio a todo aquele cenário de carinho, ternura e cuidado, me percebi fria. Fria? Fria. Fria como? Do tipo que termina o sexo, e vai para janela acender um cigarro, porque um abraço é descabido demais para aquele momento todo erótico.

PARTICIPE: Preciso de uma boa vingança
PARTICIPE: Acho que o ex só quer me comer

Entre mil coisas passando em segundos na minha cabeça, a atitude mais sensata naquele momento me parecia ser a de desviar o olhar, e assim o fiz, até ele pedir para que eu o olhasse nos olhos ainda que fosse fora da cama. E eu fui burra o suficiente para atender ao pedido.

Me fiz de moderna, levantei, acendi outro cigarro, e sai  o mais depressa que me foi possível, apenas para quebrar meu protocolo de “dormir junto a alguém”, e fui. Fiz meu papel com louvor, ouvi todas as suas lamúrias, ri de todas as suas piadas, e com o coração na mão, e a cabeça no pé, fui embora.

Fui embora e passei dias numa briga interminável, enquanto a emoção queria mais, a razão me apontava que era melhor assim, afinal, errar 400 vezes é burrice demais. Fiz todo o esforço impossível para praticar a arte até então desconhecida do “desapego”, e estranhamente, consegui. Até a página 2. Sim, até ele ligar, discutir, pedir atenção, me dizer as verdades que eu merecia ouvir, e despejar todo um papo sobre sentimento intenso, então me abri, sorri, fiquei feliz, e pensei ” agora posso me entregar, ele gosta de mim!!”, de novo, até a página 2.

Até eu perceber os defeitos, perceber uma negatividade tamanha, e perceber que eu, cometia os mesmos erros e não havia mudado nada. Pensei, pensei, entre o coração e a cabeça num verdadeiro fogo cruzado, estourei. Estourei o suficiente para virar uma madrugada inteira discutindo uma relação que nem havia começado. Nos machucamos, nos alfinetamos, choramos, nos ligamos, mas não foi o suficiente.

A razão me mostrou o quanto eu erraria de novo  e que gostar nem sempre é suficiente quando não se compreende e respeita a personalidade e limite do outro. Me fez perceber que nós, éramos intensos demais em ritmos contrários demais para começar e continuar  qualquer coisa que não fosse com leveza.

E foi por pensar com a cabeça, que calei o coração e dei um fim no apego nada saudável que se tornou minha emoção. Percebi que não endureci tanto assim, e que pela primeira vez apenas estou escolhendo o melhor pra mim, e isso é de suma importância. Entre a cabeça e o coração eu me escolhi.

Como diria Tati Bernardi: ” Viver sempre tão boba e perdida, teria sido fatal.” E por entender o equilíbrio entre o que quero e o que preciso, vi que teria sido mesmo, e foi. Mas renasci. E como numa reencarnação, o coração nunca renasce de forma igual, é uma outra vida, e deve aprender a ser vivida.

Ainda que doa, o melhor é sempre menos pior. Se souber lidar com o amor, ele não dói tanto assim.

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Amor

MAIS: ACEITE QUE ELE NÃO ESTÁ A FIM DE VOCÊ
MAIS: RECOMEÇO NÃO TEM ORDEM CRONOLÓGICA

Imagem: pinterest.com/superelaoficial


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)