Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Sabe aquele carinha que cê viu no meio de tantas lembranças no momento em que eu disse “aquele carinha”? Esse mesmo que cê tá aí toda se derretendo pelo cheiro, pelo olhar, pela voz, pelo jeito… Ele vai te fazer chorar. E nem adianta repetir as mesmas palavras que ouviu dele sobre “ser diferente”, que, sinceramente, não vai mudar nada. Porque sim, ele pode realmente ser diferente, mas ainda assim é humano e, cê sabe, todo humano carrega o direito de falhar. E eu nem preciso ter bola de cristal, tentar prever futuros e nem nada do tipo para saber disso. No entanto, não é pra te dizer que ele também vai falhar contigo como todos os outros que esse texto foi escrito, mas pra te dizer que tá tudo bem, porque sim, vai ficar tudo bem.

Quando ele lhe fizer chorar, não grite com o espelho, não estraçalhe os móveis da casa, não se desespere e saia por aí sem rumo. Não assuma uma culpa que não é só sua. Pessoas se machucam o tempo todo, sua mãe já lhe fez chorar milhões de vezes e você também a fez; seu pai também já lhe fez derramar sentimentos pelos olhos, sua amiga, seus irmãos. Todo mundo, uma hora ou outra, acaba ferindo alguém, mesmo sem querer, sem intenção. As pessoas conseguem se autoferir, por que não conseguiriam ferir o outro? É completamente normal. E aí você irá se questionar nesse exato momento: “Então eu devo deixar com que ele me faça sofrer sempre?” E, mesmo que eu pense que nem sempre um choro transmite sofrimento, entendo a dúvida.

E respondo: o que você precisa deixar ou não já é decisão/escolha totalmente sua. O que posso lhe dizer é que nós permitimos o sofrimento ficar até onde nós suportamos, até onde a gente vê que dá. E digo mais: ninguém é obrigado a sofrer por ninguém. Ninguém deve se colocar diante de um precipício por, absolutamente, ninguém. A gente deve querer o bem do próximo, mas o nosso bem também. Às vezes, o que você precisa é saber que, se o choro vem muitas vezes antes do sorriso, há um problema aí. Se as lágrimas sempre chegam primeiro ao coração, algo está errado. Se o sorriso acaba sendo ofuscado por um sofrimento durante muito tempo, pode ser sinal de que não valha a pena continuar. Pode ser sinal de que esse romance, no final, tenha um fim mais triste ainda. E de finais as novelas estão cheias, e nós, honestamente, não sentimos tanto a necessidade de um não é mesmo?

PARTICIPE: Curando a carência…
PARTICIPE: Porque ele brinca?

Quando ele lhe fizer chorar, quero que olhe para a situação com dois pares de olhos, com os seus e com os dele. Tente encontrar o ponto X da questão e, sem sequer precisar de calculadora científica, enumere os personagens, os erros de cada um, os acertos, os escorregões. Mas, por favor, não se abasteça de culpa sem que seja realmente a única culpada – o que, numa relação, raramente acontece. Quando ele lhe fizer chorar, levante a cabeça, olhe no espelho e repita que está tudo bem. Olhe no espelho e veja que está tudo bem, porque, afinal, lágrimas secam, não é? Dores passam. Sofrimentos também. Por isso, não crie uma crise sem data de validade e se esconda dentro como se fosse o melhor jeito de resolver as coisas, porque, cê sabe, não é.

Quando ele lhe fizer chorar, pare, chore, respire, chore mais um pouco, respire de novo, se quiser, pode chorar mais, pode chorar tudo de uma única vez, pode esvaziar a alma, porque, no outro dia, você vai precisar encarar o fato de que a dor do ontem não pode estragar as novas possibilidades do hoje. E que, hoje, tudo pode se resolver ou, simplesmente, ser deixado para trás como quem deixa de usar uma roupa velha que já não lhe cabe mais. As dores também são assim, chega uma hora que, bruscamente, elas deixam de caber no peito e aí nós deixamos de carregá-las, deixamos de revivê-las sempre, deixamos de sentir. Quando ele lhe fizer chorar, não pense na melhor maneira de vingar o choro, mas na melhor maneira de se reerguer, de ser forte o suficiente para levantar da cama, trocar a fronha do travesseiro lacrimejado e seguir em frente.

Quando ele lhe fizer chorar, reflita se vale a pena o choro, a noite em claro, os dias árduos. Reflita se tá valendo o esforço, se tá rolando mais prejuízo que sensações gostosas em uma sexta sem planos, se tá dando mais olheiras que rugas de gargalhadas fora de hora. Quando ele lhe fizer chorar, ponha na ponta do lápis e calcule as alegrias, as sensações boas, as aventuras, as tristezas, as dores, as lágrimas, as crises do acaso, os melhores e os piores momentos. O que você precisa saber é que o resultado deve te levar a mais sorrisos sinceros, leves e espontâneos que noites em claro de choros de fazer o coração de refém, meu bem.

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Amor

MAIS: 5 ATITUDES MASCULINAS QUE FAZEM DIFERENÇA NUMA RELAÇÃO
MAIS: ESSE CARA NÃO SABE TE AMAR

Imagem: pinterest.com/superelaoficial

@ load more