Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Como que faz? Como que eu posso confiar na vida com tantas rasteiras que ela me dá?

Eu queria ver as coisas de um jeito diferente, queria confiar mais nas pessoas e nas coisas. Nas coisas, sabe, tipo, queria que fizesse mais sentido aquele papo de que uma hora as coisas acontecem; queria concordar que tudo passa ao invés de pensar que a ferida só aumenta e o tempo só disfarça a dor. Essas coisas. É complicado.

Como que eu posso não ter medo de ser feliz? No fundo eu sei: preciso arriscar mais, preciso ouvir menos as outras pessoas, preciso ter menos medo de errar. E esse é um medo gigante em mim, tão grande que me impede até de tentar. É que no primeiro passo que dou, parece que algo me diz que vou cair no seguinte.

Me ensina a não ter medo? Queria ver o mundo com otimismo.

É que até o café que eu pego já imagino que vai cair na minha roupa. Não que eu seja assim uma pessoa toda para baixo, mas às vezes é difícil me sentir por cima. Acho que o peso da vida “dar certo” como as pessoas esperam me machuca demais, sabe? Pra elas, dar certo é seguir os padrões, ter objetos para se orgulhar e algumas conquistas para ostentar. Só que pra mim, só de não dar errado já deu certo. Também acho que talvez essa minha simplicidade do querer me amedronta. Será que eu deveria ter uma ambição maior? Será que você consegue entender os meus medos? É meio ridículo porque eu me sinto tão pequeno, problematizando a vida. Ou será que a vida é mesmo um problema e eu sempre estive certo enquanto pensava estar errado? Você vê o tamanho do buraco que eu pareço me enfiar? Me ajuda?

PARTICIPE: Reprovar na faculdade…
PARTICIPE: Descobri q tenho HPV

Sei lá, eu preciso me entregar mais. Preciso descobrir se as intenções são as segundas ao invés de só desconfiar. Preciso descomplicar os fantasmas que me assombram e ignorar as necessidades em que me enrosco na vida. Não é necessário ser feliz sempre, não é necessário acordar de bom humor todo dia, não é necessário ter opinião sobre tudo. Parece que faz sentido pra mim.

Só que eu talvez eu não saiba lidar com essas certezas sozinho. Me ensina a não ter medo? Me ensina a meter a cara na vida como você faz? Me ensina a pouco me importar com os dias ruins como você? Me ensina como eu posso ver o lado bom das coisas? E me desculpe se o discurso é infantil, mas aprendi nessa vida que existe valor quando a gente reconhece nossas fraquezas. Costumo fazer minhas lições de casa.

MAIS: A GENTE VAI DE FUTEBOL SIM, OBRIGADA!
MAIS: A IMPORTÂNCIA DE SABER FALAR NÃO

Eu poderia estar aqui dizendo que já vivi coisas o bastante para saber me virar sozinho; poderia, inclusive, detalhar meus dias tristes só para mostrar o tamanho das dores que já vivi. Só que eu não quero. Quero ouvir outra opinião e ouvir que estou errado. Quero enfrentar o medo que eu tenho das coisas darem errado. Quero só tentar. Me ensina?

Imagem: Pinterest

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Vida

@ load more