O que você procura?

É comum que em todo início de ano a gente faça planos, trace novas possibilidades, sonhe. Mas eu lhe pergunto: e se seus planos não derem certo? Vai desistir?

Eis que em 2015 os meus falharam. E falharam rude…

No fim de 2014 em juntei uma boa grana para ir atrás de um sonho: fazer um curso no Rio de Janeiro. Era um curso de férias, curta duração. O meu objetivo era conhecer melhor a cidade, sentir a dinâmica da instituição onde eu faria o curso e, principalmente, analisar a possibilidade de eu me mudar para o Rio para fazer o curso de longa duração. Era esse o meu plano, o plano que possibilitaria que eu realizasse um sonho de infância.

A viagem já começou tensa. Quase perdi o ônibus, porque o táxi que marcou comigo não apareceu e eu tive que chamar outro em cima da hora. E sim, eu fui de ônibus. Quinze horas de viagem. Tive que economizar até o último centavo porque se eu realmente me mudasse para o Rio, teria que estar preparada. Com uma hora de viagem, o ônibus teve que parar porque o ar condicionado estava quebrado e o calor beirava os 40 graus naquele verão (era início de janeiro). Ficamos quase duas horas esperando um outro ônibus. Com cerca de 8 horas de viagem, o nosso ônibus foi apedrejado por bandidos. Três pedras imensas quebraram os vidros. Por sorte, ninguém foi atingido. Mas tivemos que trocar de ônibus mais uma vez.

Para economizar, fiquei hospedada onde a minha irmã morava. Mas o local era bem distante da escola e eu não conhecia a cidade. Tinha que pegar diariamente seis conduções: três pra ir, três pra voltar. Saía às 09:30 para estar lá às 13:30. Saía de lá às 18h e chegava em casa depois das 22 horas. Ônibus lotados, eu batalhava muito para conseguir entrar. Fazia a viagem toda em pé, geralmente. Atravessava a cidade duas vezes ao dia. Uma cidade desconhecida pra mim. Tive medo de me perder, tive medo de violência. Mas os meus medos foram pequenos porque eu tinha um objetivo muito maior em mente. Em nenhum momento pensei em desistir. Concluí o curso mas também constatei que eu não teria como ficar lá. Custo de vida muito alto. Os salários pagos para as vagas de emprego para a área em que eu atuava jamais me possibilitariam pagar moradia, alimentação, transporte e a mensalidade do curso: mil reais por mês. Tive que adiar meus planos. Não desisti no primeiro momento mas com o tempo eu vi que seria realmente muito difícil realizar aquilo. Desanimei, desacreditei. Foi um Janeiro difícil.

PARTICIPE: O que você faz quando sua família duvida da sua capacidade?
PARTICIPE: Problemas de socialização

Tive problemas na família também. Tive que ser forte, mas me vi sozinha. Nesse tempo conheci um rapaz que me fez novamente acreditar no amor. Apaixonei, sonhei e fui duramente decepcionada. Era apenas o primeiro semestre de 2015 e eu fui testada em todas áreas da minha vida. Me vi sem perspectivas. A vida havia me tirado tudo: só tinha restado o meu sonho. Mas ir para o Rio, realizá-lo, era praticamente impossível. E foi aí que eu comecei a escrever sobre as minhas dificuldades e decepções. Eu sempre gostei de escrever mas isso estava adormecido em mim. Comecei a compartilhar o que eu escrevia, fiz um blog, recriei o meu sonho. Vi uma nova maneira de realizá-lo.

Altos e baixos sempre iremos ter. E o que possibilita que realizemos nossos planos é exatamente aquilo que fazemos quando estamos nas situações difíceis, nos dias frustrantes. Porque persistir quando tudo está dando certo é fácil. O que precisamos mesmo é cultivar a persistência nos dias de baixa, quando nossos planos falham, quando nossas certezas se tornam poeira. O que nos possibilita a realização de sonhos e planos não é o que fazemos no domingo. É também aquilo que fazemos na segunda-feira, na terça, na quarta, nas horas vagas, diariamente. O que possibilita a nossa realização não são os sorrisos que damos. São as lágrimas que derramamos e o que aprendemos a fazer com elas. As derrotas são possibilidades. Possibilidades de aperfeiçoarmos em nós mesmos as qualidades que precisamos ter para atingir aquele ideal. As vitórias são consequências de derrotas. E persistência, é claro.

Eu não consegui me mudar para o Rio para fazer aquele curso que eu tanto queria. Mas eu refiz o meu caminho e aqui estou eu, escrevendo, compartilhando. E escrever e compartilhar também era um sonho. Um sonho adormecido, e só frustrações sucessivas foram capazes de despertá-lo.

Se os seus planos falharem, recrie-os, pois ninguém fará isso por você. Se as crises chegarem, utilize-as bem e elas podem se tornar pontes, com a finalidade de transportá-lo para mais perto do seu objetivo. A luz só foi inventada porque existiam noites e lugares escuros. E que graça teria a vida se houvesse apenas dias? Certamente perderíamos por não poder ver as estrelas…

MAIS: ME ENSINA A NÃO TER MEDO?
MAIS: A GENTE VAI DE FUTEBOL SIM, OBRIGADA!

Se seus planos falharem, refaça-os. Não é preciso esperar que o ano seja novo de novo. Você só precisará colocar a cabeça no lugar, encontrar um novo jeito, um novo caminho. Tentar de novo, mas de uma nova forma. Se redescobrir, se permitir… Esteja aberto a novas perspectivas. Muitas vezes para chegar onde queremos precisamos ir por um caminho que nem imaginávamos existir. Mas talvez aquele caminho desconhecido seja o lugar onde você encontrará o verdadeiro sentido da vida. E talvez aquelas dificuldades representem a chance de você fortalecer as suas fraquezas. Acredite e acima de tudo: tente!

Imagem: Pinterest

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Vida


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual tema você gostaria de ver aqui?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)