Receba nossos e-mails incríveis
Amor Sexo Autoestima Corpo Vida Carreira & Finanças Beleza Estilo Vídeos
Escreva seu texto

Leia temas do seu interesse:

/

[+18] O SWING DAS ÚLTIMAS SEXTAS DO MÊS

Flavia Oliveira

Colunista Superela

Mais textos

LEIA AO SOM DE

Letícia e o noivo Felipe, como já faziam há vários meses, frequentavam toda última sexta-feira do mês alguma boate liberal. Tinham tomado a decisão como uma forma de tornar a relação mais apimentada e liberar fantasias que ambos tinham. Conversaram bastante sobre o assunto e pesquisaram antes de irem a uma boate liberal pela primeira vez. Gostaram muito do tratamento, do local organizado, seguro e respeitoso (diferente do que muitos pensam). Havia pessoas bonitas, de boa conversa, respeitosas e de cabeça aberta. Totalmente sem julgamentos ou pudores. E foi aí que Letícia viu o quanto a sociedade é hipócrita em julgar as coisas sem conhecer, inclusive ela.

Engraçado como agora arrumando-se para ir a uma dessas boates ela lembrava dos julgamentos que fazia sobre os locais que agora frequentam assiduamente. O telefone vibrou e mostrou a mensagem de Felipe no celular, dizendo que já a aguardava na portaria do prédio.

Conversaram amenidades e brincaram durante o trajeto até a boate em que iam. Felipe estacionou o carro, desceram, deram as mãos e entraram na boate. O bar estava lotado, muitas pessoas bebiam – casais e solteiros. Tocava ao fundo uma música eletrônica.

Muitos casais já adentravam um corredor que provavelmente daria para cabines, onde cada casal escolhia se qualquer pessoa poderia entrar e assistir ou se seria privado para um grupo pequeno definido, onde nas portas de entrada tinha uma placa escrito ‘’privado’’.

Um casal já havia se aproximado de Letícia e Felipe conversando, bebendo drinques e dançando, Letícia se interessara pela moça ruiva de seios robustos a qual se apresentou como Vivian, e o namorado dela, Jhon, também era interessante.

PARTICIPE: Vamos fazer um swing. E agora?
PARTICIPE: Eu, meu namorado e uma amiga. Será?

Felipe já estava excitado e abraçava Letícia pelas costas fazendo-a sentir sua ereção. Sussurrando gostosamente no seu ouvido: Amor quero ela te chupando inteira, quero assistir ela te dar prazer. Letícia o beijou e sorriu. Beberam mais uns drinques, a conversa ficou mais quente.

Letícia, pegou a mão de Felipe e o guiou até o corredor que dava para as suítes privadas, e como esperado: o casal os seguiram. Entraram em um quarto já ocupado e viram um casal seminu se amassando em uma das poltronas do ambiente. Felipe, juntamente com Jhon, se serviram de uísque, sentaram em poltronas lado a lado, enquanto Letícia e Vivian sentaram juntas na cama e se olham discretamente, mas com muita sensualidade. O casal que já estava no quarto continuou se amassando, e pareciam gostar de agora ter uma plateia assistindo, ficaram seminus e a moça começou a masturbar o seu acompanhante.

Vivian, excitada em assistir o casal ali presente, levantou o vestido de Letícia, colocou sua calcinha do lado, e começou a massagear o clitóris dela, Letícia arqueou as costas, se entregando aos dedos de Vivian.

Felipe colocou seu copo no bar do quarto, foi até a cama e sentou atrás de Letícia, beijou seu pescoço, sua boca, enquanto sua mão percorria o vestido de sua noiva para tirá-lo. E Vivian continuava sua busca pelo prazer de Letícia, ficou de joelhos entre as pernas dela e juntou sua língua aos dedos que exploravam seu clitóris.

Felipe tirou o sutiã de Letícia e calou seus gemidos com os seus beijos, massageando e apertando os seus seios ao mesmo tempo. Enquanto isso, Vivian chupava e metia os dedos dentro dela. Jhon já cansado de assistir a cena, foi até Vivian se ajoelhou assim como ela estava, subiu a saia dela até a cintura, viu sua bunda nua, deu um tapa forte ao mesmo tempo que o casal que estava na poltrona começaram a gemer alto e falar algumas palavras indecentes um com o outro. Jhon abaixou as calças, colocou o pau pra fora e começou a esfregar na bunda de Vivian, Letícia já estava chegando ao ápice do prazer com seu noivo, a beijando e acariciando seus seios, e com a desconhecida entre suas pernas, lhe dando chicotadas de prazer com a língua, seus gritos ficaram intensos e suas pernas começaram a tremer entregando o seu orgasmo.

Vivian e Jhon, começaram a transar de joelhos no pé na cama. Letícia tirou as pernas entre a cabeça da sua colega desconhecida, subiu até a cama, onde Felipe já abria as calças com um pedido silencioso de que ela o chupasse. Enquanto chupava Felipe, ela notou que o centro das atenções do quarto eram eles, o casal que antes transavam na poltrona, agora estavam vestidos, ele sentado com ela no colo, bebendo e observando maliciosamente os dois casais na cama. Letícia aproveitou o momento e começou a cavalgar sobre o noivo.

Felipe satisfeito com a ousadia, começou a falar: Isso minha gostosa rebola no meu pau, rebola.

Vivian e Jhon continuavam transando, gemendo e suando; tapas e frases como: “Me fode” e “Dá pra mim” eram as mais repetidas pelo casal, o que deixava Letícia loucamente excitada e a fazia rebolar cada vez mais safada sobre Felipe, que já dava sinais de que estava prestes a gozar, os gritos dele não demoraram a vir em sinal do ápice do seu prazer.

O casal se beijou, Felipe olhou Letícia com aquele olhar que perguntava: “Tá tudo bem?” e ela assentiu. No meio tempo em que ambos estavam em seu momento de amor e prazer, nem notaram que Vivian e Jhon já haviam acabado. O casal que havia transado na poltrona já largavam suas bebidas no bar, como em um silencioso “fim de show” e se retiraram da suíte, sem troca de diálogos, somente olhares e provocações.

Jhon e Vivian saíram vestidos e apresentáveis do banheiro, sorriram e Jhon soltou: Olha a gente se vê no bar daqui a pouco? Vamos deixar vocês a vontade. Felipe assentiu e o casal se retirou no quarto.

MAIS: CONHEÇA O DOGGING: O PRAZER DE TRANSAR EM LOCAIS PÚBLICOS
MAIS: 10 COISAS QUE TODA MULHER SOLTEIRA DO SÉCULO XXI DEVE SABER

Entraram no banheiro, bem organizado, limpo e com um toque de requinte, assim como o quarto, encontraram kits de higiene em embalagens fechadas, toalhas e sabonetes. Se banharam, vestiram as roupas, deixaram o quarto e se dirigiram ao bar. Letícia segurou firme a mão de Felipe em um sinal de intimidade e cumplicidade, de que eram felizes um com o outro. Ele sorriu pra ela e disse: eu também amo você.

Imagem: Pinterest

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Sexo


Área especial sobre Orgasmo Feminino

Sabia que a gente tem uma área especial sobre Orgasmo Feminino com muitas dicas, técnicas, fotos e vídeos?

Veja uma prévia do que espera por você

Você ainda poderá participar do nosso grupo fechado no Facebook e tirar dúvidas com uma Sex Coach, além de falar sobre o assunto com outras mulheres!

Vamos nessa? 😉

Acessar o especial Orgasmo Sozinha

Flavia Oliveira

Colunista Superela

Mais textos

Leia temas do seu interesse:

/

Leia temas do seu interesse:

/

E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Um email por semana só com o melhor conteúdo do Superela
Você vai adorar ❤
Obrigada!

Recebemos seu pedido de cadastro e enviamos a você um email com o link para você confirmar o recebimento dos nossos emails.

Por favor, acesse seu email e click no link de confirmação.


Click aqui para voltar ao site.
Não perca mais nenhuma novidade!
PGlmcmFtZSBzcmM9Imh0dHBzOi8vd3d3LmZhY2Vib29rLmNvbS9wbHVnaW5zL3BhZ2UucGhwP2hyZWY9aHR0cHMlM0ElMkYlMkZ3d3cuZmFjZWJvb2suY29tJTJGU3VwZXJlbGFPZmljaWFsJTJGJnRhYnMmd2lkdGg9NTIwJmhlaWdodD0yMjAmc21hbGxfaGVhZGVyPWZhbHNlJmFkYXB0X2NvbnRhaW5lcl93aWR0aD10cnVlJmhpZGVfY292ZXI9ZmFsc2Umc2hvd19mYWNlcGlsZT10cnVlJmFwcElkPTE3MTExNDI3NjM4MDkzNiIgd2lkdGg9IjUyMCIgaGVpZ2h0PSIyMjAiIHN0eWxlPSJib3JkZXI6bm9uZTtvdmVyZmxvdzpoaWRkZW4iIHNjcm9sbGluZz0ibm8iIGZyYW1lYm9yZGVyPSIwIiBhbGxvd1RyYW5zcGFyZW5jeT0idHJ1ZSI+PC9pZnJhbWU+
Curta o Superela no Facebook ❤
teste
teste