Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Eu tenho muitos defeitos. Acho que deveriam mudar o ditado para o meu caso em particular para poder falar “carne, osso e defeitos”. Claro que não sou apenas isso, mas foi a partir do olhar mais apurado sobre mim que consegui começar a trabalhar tudo que não gostava – ou não gostavam – em mim e tentei me tornar alguém melhor: pra mim, pra quem convive comigo e, consequentemente, pro mundo.

Seus defeitos não dizem apenas respeito a si mesma quando esbarram no outro. Você sempre terá a chance de argumentar que aquele que te ama terá de aceitá-la do jeito que é. E eu serei o primeiro a concordar e, graças ao livre arbítrio e implicância que me são característicos, também discordar. Vou te apresentar minha razões para ambos e, com certeza, serei o mais claro possível.

Quem te ama te suportará, isso é fato. Aguentará suas crises, suas noites de preocupação e todos os dias de baixa autoestima e vontade de jogar tudo pro alto. Inclusive, tentará te colocar sistematicamente para cima e mostrará o quanto as pessoas no seu entorno valorizam e gostam de você exatamente como é. Apontará seus erros quando for a hora certa e conseguirá te fazer entender que mudar para melhor é sempre válido.

PARTICIPE: Você tem ciúmes retroativo?
PARTICIPE: Minhas atitudes podem ter afastado ele?

Contudo, quando continuamos a agir de forma que desagrade o outro, quando fechamos os olhos para nossos erros, quando insistimos na bobagem de que “eu nasci assim, cresci assim e vou ser sempre assim”, precisamos aceitar o fato de que os que nos cercam não são obrigados a ficar perto. Se você me machuca de certo modo e eu já sei que nada mudará ainda que você perceba que fez algo ruim, eu não vou ficar perto de você. Mesmo.

E nossos defeitos estão nas duas partes do processo. Eles tanto podem se tornar um traço característico que não leva a nada de mal, como podem ser fundamentais para brigas, desavenças e até mesmo términos de relações. Mudar, nesse caso, pode acabar sendo um passo inevitável para aqueles que desejam manter em suas vidas alguém muito importante. Ou se aceita o fato de que só ficará no seu caminho quem sabe lidar com seu jeito de ser.

Sei que ao falar de defeitos aqui não cito como lidar com o que vem do outro. É de propósito. Acredito que devemos parar de falar dos outros e olhar um pouco mais para dentro de nós e dos nossos problemas. Dessa forma, não precisaremos mais chegar ao cúmulo de perder alguém por uma bobagem feita e por conta de um erro sistemático e repetitivo, que poderia ser evitado caso tivéssemos o carinho de nos enxergar melhor.

MAIS: ONDE FOI QUE EU ERREI?
MAIS: A DOR DE UM AMOR SÓ OUTRO AMOR PODE CURAR

Você tem todo o direito de ser como quiser, mas cada escolha resulta numa consequência no futuro. Ignorar avisos, bater no peito por orgulho, insistir em traços inúteis e continuar sendo uma pessoa que faz mal às outras não te levará a lugar nenhum. Ou, se levar, te deixará sozinha no final das contas. O amor do próximo, quando nos contagia, nos faz querer ser alguém melhor.

Melhor pra si, pro outro e pro mundo.

Imagem: Pinterest

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Amor & Autoestima

@ load more