Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Ei, gata!

Tudo bem tranquilo aí na era dos 30? Oi? Eu ouvi bem? Você está me dizendo que está com 31 anos e ta meio desesperada com seu relógio biológico? É isso mesmo produção?! Se a parada é mesmo essa, puxa a cadeira e vem ter aqui um papo reto com tia Ju.

Para ser bem assertiva no que quero compartilhar contigo, dei uma goolgada em relógio biológico e veio esse conceito aqui, saca só: “é o termo utilizado para denominar uma estrutura naturalmente existente nos seres vivos capaz de regular os horários de todos os acontecimentos corpóreos, possibilitando uma previsão de quando os mesmos irão ocorrer. É por meio do relógio biológico que ocorre a adequação da variação de temperatura corporal, da pressão arterial, da secreção hormonal, do sono, da frequência cardíaca, dentre outros acontecimentos corpóreos”.

Sendo assim, to pra te dizer: “estrutura natural” cada uma de nós tem a sua, somos únicas, cada qual com seu DNA e com seu tempo de viver aquilo que há pra viver! Fazendo um retrospecto rápido, a gente consegue pontuar momentos de transição da vida de uma mulher em que o mundo parece desabar na nossa cabeça não é?! Tipo você faz, sei lá, 12 anos e ai já é uma mocinha pra querer presente de dia das crianças, mas é uma criança pra ter um namoradinho… aff.

PARTICIPE: Tenho 30 anos e não sei o que quero da vida!
PARTICIPE: Recebo muita cobrança na vida!

Tu faz 20 e geral na festa de família determina: menina você precisa ter um namorado… aff 2! Chegou a casa dos 30 e o questionamento se intensifica: quando você vai casar? Aí tu corre e casa, na sequencia já vem a fatídica interrogação: quando vem o herdeiro? Daí na maternidade você dá a luz e aquele tio engraçadinho vai visitar e já manda na lata: pra quando será o segundo moleque?… aff 3! É ou não é assim?

Eu, no alto dos meus 42 felizes aninhos, já passei por tudo isso e muito mais e quero te contar uma coisa: amada não se deixe influenciar pela cabeça dos outros! Não se cobre por aquilo que outras cabeças imaginam ser felicidade. Não vivencie a historia que alguém criou. Viver, ser feliz… tudo isso não tem receita! Acredite muito no que digo porque sei bem o que to falando. Eu quebrei um monte de regrinhas que o mundo dizia ser o ideal de sucesso pessoal e no entanto sou verdadeiramente afortunada com minha existência.

Convivo com as mais diversas pessoas todos os dias, a maioria mulheres, e pelo trabalho que faço me torno uma super confidente. Se tem algo que sei fazer e com prazer é ouvir! E todo santo dia ouço insatisfações de viver, simples e puramente porque seguiram as tradicionais etapas sociais: crescer; formar na faculdade que a família recomenda, agarrar um emprego independentemente de se sentir feliz, afinal, o que vale é grana, casar, ter filhos, tudo antes de 40 porque aí já pode ser tarde demais…. Tarde demais pra quê cara pálida?

Dica de ouro pra gata de 30

Eu venho caminhando meio na contra mão e não por rebeldia, pra desafiar nada nem ninguém, mas sim porque era e ainda é por conta de seguir fielmente tudo que acredito. Nunca tive emprego e sim trabalhos com muito prazer; juntei escovas de dente numa época que isso não era tão comum; nunca pintei os cabelos e assumo os fios brancos desde que alegremente surgiram; uso a minha linguagem pra comunicar a forma mais eu possível sem medo da critica formal; e a mais difícil de todas pras pessoas que me conhecem, não sinto vontade nenhuma de ter filhos.

A opção por não ser mãe provoca as reações mais enlouquecedoras na minha audiência. Já insinuaram que é desculpa porque de fato devo ser esteril, já disseram que nunca vou saber o que é amor de verdade, já escutei que não terei alguém pra cuidar de mim quando velhinha, já comentaram que eu era ignorante… vixe, já ouvi coisas do arco da velha! Não vou mentir que por vezes isso faz a gente refletir a respeito de futuro, mas inúmeras dessas considerações só reforçam as conscientes e deliciosas escolhas que fiz!

MAIS: A FELICIDADE É UMA ESCOLHA
MAIS: E SE SEUS PLANOS FALHAREM?

Cara, na boa, tudo nessa vida é possível, só a morte não tem jeito. Na minha maneira de ver a vida, tudo acontece a seu tempo, no momento certo, na hora exata do aprendizado e do amadurecimento para tanto. Não será um numero (no caso da idade) que vai te limitar de ser feliz. Se no aqui e agora você ainda não ta namorando e não ta prestes a casar com 39 anos de vida, relaxa flor! Pensa que é muito mais valido tu casar aos 47 com um cara maneiríssimo, adotar um pequeno que ta ávido pelo seu carinho caso seu relógio biológico dê pau e curtir uma vida de amor verdadeiro e divertido, do que correr pra casar com um louco qualquer que pegou naquela festa que todo mundo tava zuado de golo. E, com ele, gerar um filho sem que você esteja com qualquer estrutura, em diversos sentidos, simplesmente pra cumprir o ritual da sociedade comportadinha e tradicional. Se liga! Ouça teu coração! Não se precipite, não se desespere! Tudo tem sua hora de acontecer. Não atropele nada nem ninguém por conta de uma formula que não se encaixa na sua convicção de uma vivencia tranquila e favorável.

Confie nos seus valores, princípios e, sobretudo, nos seus sonhos, que aí sim e com certeza seu relógio biológico vai te mostrar a hora certa de se casar com a felicidade!

Uma beijoka!

Tia Ju ta daqui torcendo pela sua serenidade! 😉

Imagem: Pinterest

Receba no seu e-mail dicas/textos sobre Vida

@ load more