O que você procura?

Quando nos relacionamos estamos procurando confusão. Nos relacionarmos nos transporta a um universo desconhecido, e uma força imantada nos puxa e saímos da nossa zona de conforto do provável, do previsível e do já conhecido. Se você quer amar, conhecer alguém e viver um romance, prepare-se para o que vem pela frente, mas sem expectativas, querida! O oceano do amor é ora nebuloso, em outros momentos plácido e cristalino, às vezes revolto, e mesmo imprevisível, nos leva a enfrentar os mares e ir além nas águas das emoções. É a coragem para viver a aventura de descobrir novos territórios, ilhas desertas ou até paraísos escondidos que somos cada um de nós.

Na Astrologia, as relações aparecem na sétima casa do Mapa Astral, casa que é oposta à casa do Ascendente (que representa o Eu). Se você me perguntasse sobre seus relacionamentos, eu verificaria a sua casa 7 e simultaneamente a sua casa 1, para saber como você está distribuindo e utilizando essas energias, como estão funcionando os pesos e medidas deste eixo, onde se dá o início de tudo: antes de querer relacionar-se com algo ou alguém, comece por si mesma.

Preservar a sua individualidade dentro da relação é o primeiro passo para bem relacionar-se com o outro, desta forma você reconhece e encontra em si primeiro as qualidades que esperaria ou procuraria do lado de fora, no outro, gerando o famoso e tão recorrente sentimento de FRUSTRAÇÃO.

PARTICIPE: Mapa Astral – Quem faz ou como fazer?
PARTICIPE: A pessoa que eu gosto é de Aquário e ele é um poço de frieza. Como lidar?

A parceria é percebida e valorizada através de um tipo de complementação – a troca – que é o que dá vida ao relacionamento, que faz com que ele aconteça e tenha significado. As duas partes sentem-se mexidas, em um certo estado de transformação em contato com o outro (seja positiva ou negativamente); do contrário, a relação fica estagnada e estaciona, perdendo seu objetivo maior, a interdependência. Por exemplo, se você precisa fazer de tudo para poder ganhar a atenção de alguém e ainda não é correspondida, se o gato ignora as suas mensagens e você continua insistindo e não tem retorno algum e fica no vácuo ou mesmo faz de tudo para agradar ao outro com medo de não ser aceita, significa que esta relação está pendendo apenas para um lado, as energias não estão sendo canalizadas como num fluxo contínuo. Imagine o símbolo do infinito: é assim que a relação precisa funcionar. Você dá e recebe, recebe e retribui, mas sempre de forma espontânea, sem cobranças e expectativas. Use este termômetro para avaliar como andam suas relações. Perceba se é sempre você aquela que se doa e fica esperando o retorno e reconhecimento do outro, ou se existe um natural fluxo de troca, se existe apoio e crescimento, se existe respeito e parceria. Isso vale para relacionamentos afetivos, profissionais e familiares.

E a famosa pergunta que nunca quer calar: o meu signo combina com o dele? Sinto lhe informar que os sites e revistas que calculam compatibilidade podem ser comparadas como descobrir o sabor de um bolo experimentando apenas a cereja que o decora. Existem inúmeros ingredientes na composição daquele quitute, assim como cada pessoa tem uma configuração única de elementos, como num caleidoscópio: é através da análise do posicionamento do seu Sol (sua identidade energética, a forma como você brilha), da sua Lua (suas emoções mais íntimas), da sua Vênus (o que você faz naturalmente para atrair os outros, a sua forma de seduzir), do seu planeta Marte (seu impulso de ação), de Mercúrio (seu lado racional e a forma como você se comunica) e por aí vamos caminhando, até chegarmos a Plutão. Desmistificamos desta forma também porque os horóscopos de jornal são extremamente superficiais (eles apontam somente o Sol) e por quer é preciso fazer uma análise mais aprofundada, verificando o Mapa Astral completo da pessoa.

Algumas clientes que já me disseram que jamais amaram alguém, e muitas delas, já são daquelas que se apaixonam a cada esquina. Se você faz parte do time das primeiras, vale começar a amar a si mesma, o seu universo pessoal, seu corpo, seus objetos, seu quarto, seu bairro, as pessoas ao redor… transfira este amor que inicia em você, na sua fonte interior para além deste raio de alcance. Vá além, ame a vida, o Universo. Para as românticas de plantão, continuem se jogando de cabeça, pois amar é confiar no invisível, no sentido mais amplo e mais espiritual das relações que é a autodescoberta e a descoberta do outro, que vai além de um cálculo matemático que te coloca numa tabela de compatibilidade, sem o medo de errar e de se machucar, porém sem esperar nada, além de usufruir da própria experiência de amar e de todos os percalços e tropeços que vêm nesse kit. Uma vez atendi uma moça que afirmava estar com seu coração estraçalhado: as suas relações eram sempre complicadas, ela não usufruía as relações de forma prazerosa, as histórias que se envolvia e as tramas eram sempre complexas. Esta jovem estava desesperadamente necessitando de amor, sim, e após juntas identificarmos esta questão, trabalhamos em reconstruir o seu amor próprio, acalmar seu coração e reforçar a sua identidade para trazer maior autoconsciência para que ela esteja preparada para relacionamentos mais maduros, mais conscientes, e desta forma, poder se entregar sem medo às próximas relações que a vida lhe trouxer. Quando você se conhece e trabalha a própria energia pessoal, quando sabe bem quais os seus valores e limites você atrai parceiros compatíveis com os seus objetivos, sejam eles emocionais ou intelectuais.

MAIS: 10 RAZÕES PARA VOCÊ FAZER SEU MAPA ASTRAL
MAIS: 5 CONSELHOS DE UMA ASTRÓLOGA PARA SER FELIZ NO AMOR

Quando a relação começa em nós, na nossa própria casa 1, quando estamos autoconfiantes, reconhecemos nosso poder pessoal e trabalhamos nosso autoconhecimento estamos aptos e prontos para qualquer relacionamento que surja em nossas vidas: nós atraímos aquilo que emanamos, e a real compatibilidade está na frequência da energia que você está sintonizada, aqueles pensamentos, palavras e ações que estão presentes em todos os momentos do seu dia.

O estudo da Compatibilidade Amorosa funciona sim, quando abrimos o seu Mapa Astral e estudamos as potencialidades e desafios que ali se apresentam. É possível realizar uma análise e direcionar de forma mais equilibrada os seus potenciais, que permeiam constantemente as relações e que estão ligados à sua personalidade. Reconhecendo esses aspectos, você adquire maior consciência da relação com você mesma, com o outro e com o mundo também. E reforçando: tudo começa em você!

Para uma compreensão aprofundada é necessário realizar a análise completa do Mapa Astral onde são detectadas  as nuances através do posicionamentos dos planetas e interação entre eles, gerando assim a interpretação direcionada para cada pessoa.

Imagem: Pinterest


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual tema você gostaria de ver aqui?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)