O que você procura?

Se você é ligada no universo da beleza, com certeza já ouvir falar por aí sobre Loo Poo e No Poo, certo? A questão é: o que vem a ser essas técnicas com nomes engraçadinhos que estão dando um jeito legal no cabelo das mulheres? Lavamos nossos fios praticamente todos os dias e, na maioria das vezes, não sabemos ao fundo que estamos passando neles. Muitos dos agentes encontrados nos nossos produtos são extremamente agressivos ao cabelo, por isso, a técnica vem para nos ensinar a cuidar dos nossos fios com ativos mais leves, que vão tratá-los e deixá-los mais bonitos e saudáveis de verdade!

No Low Poo (pouco-shampoo) é proibido usar agentes pesados, que agridem o cabelo ao limpá-lo, como as fórmulas que contém petrolatos, parafinas líquidas, óleos minerais, vaselina, entre outros. Este tipo de componente pode ser um dos grandes responsáveis por deixar aquele aspecto pesado no cabelo, sabia? Além de criar uma capa “saudável” que maquia os fios, sendo que, por dentro, eles estão carentes de saúde! O grande objetivo da técnica é eliminar estes agentes acumulativos e abrir espaço para produtos que tratam os fios me maneira leve e intensa.

Já no No Poo (nenhum-shampoo), como diz o nome, a ideia é abolir o uso do shampoo dos seus cuidados capilares. Muita gente pode estranhar a ideia, mas é bem fácil na teoria. Para seguir a prática, você vai retirar do seu armário qualquer produto que tenha em seus componentes silicones insolúveis em água porque eles só saem do cabelo com o uso do shampoo. Caso você se pergunte como lavar os fios, respondo que você vai utilizar condicionadores que não contenham a substância. Na comunidade No Poo, a lavagem é chamada de co-wash!

Como eu ainda não fiz nenhuma das duas técnicas, resolvi conversar com três amigas que já as fazem há um bom tempo, participam de um tópico intenso de dicas sobre o assunto no grupo do blog Fashionismo e notaram mudanças significativas em seus fios:

Stella Ravalhia:

Como fazer Low poo/No poo?

– Por que você decidiu começar a fazer low poo / no poo?

“Eu estava muito insatisfeita com o meu cabelo. Tinha platinado em 2015 e, com isso, ele ficou muito frágil, elástico, ralo, as pontas ficaram duplas, super finas e espigadas. Não aguentava mais ver a a quantidade de cabelo que caía quando o penteava, os fios que se partiam e embolavam ao dormir.”

– Qual foram as diferenças que você sentiu nos fios ao usar a técnica? Como eles eram antes e como estão agora?

“As diferenças podem não aparecer tanto assim em fotos, mas a textura do fio mudou completamente. Apesar do meu cabelo continuar sendo bem fino, agora ele está mais firme. Antes parecia um fio de nylon estragado! Meu cabelo não marca mais com tanta facilidade e nem embola. Posso ficar até sem pentear. Hoje quase não tenho frizz e nem aqueles cabelinhos esfarinhados no comprimento. A oleosidade do meu cabelo também reduziu drasticamente, hoje consigo ficar até mais de 48 horas sem ter que lavar – antes tinha que lavar todos os dias. Sinto meu cabelo mais inteiro, muito menos poroso.”

– Quais produtos você indica para quem quer começar a fazê-la também?

como fazer low poo/no poo?Bio Extratus / Monange / Lola Cosmetics

“A melhor coisa do low poo é que tem muita opção baratinha e fácil de achar na farmácia. Indico os produtos da linha Yamasterol (tem shampoo, óleos, creme de pentear – que também funciona como condicionador e creme base), os shampoos da Phytoervas, a linha toda da marca Éh!. A BioExtratus e a Novex tem linhas próprias para Low Poo e também produtos liberados em suas linhas regulares. Toda linha da Pantene – exceto os shampoos – são permitidos no low poo e também algumas máscaras de hidratação da Monange. E para quem tiver com um dinheirinho a mais para investir, eu recomendo muito a minha marca queridinha Lola Cosmetics.”

Ivy Cristiny:

como fazer low poo/no poo?

– Por que você decidiu começar a fazer low poo / no poo?

“Eu já estava há uns 6 meses sem fazer progressiva, minha raiz estava com muito frizz e as pontas bem ressecadas. Estava em um momento em que não poderia fazer química. Pensando no que eu poderia fazer pra situação ficar um pouco melhor, lembrei de um post no facebook que uma amiga tinha feito falando sobre o Low Poo. Arrisquei e foi graças ao a ele, junto ao Cronograma Capilar, que meu cabelo recuperou e eu tive forças pra largar a progressiva de vez e descobrir como é meu cabelo natural.”

– Qual foram as diferenças que você sentiu nos fios ao usar a técnica? Como ele está agora?

“Nos primeiros dias eu notei que meus fios estavam muito oleosos. É algo ruim para a maioria das pessoas, mas, pra mim, que tinha cabelos super secos, já era uma mudança. Com poucas semanas, ele já não estava mais oleoso, o frizz da raiz havia diminuído bastante e meus cabelos não embaraçavam mais com tanta facilidade. Hoje, fazendo quase 1 ano de técnica, as principais mudanças que observo são: diminuição do frizz, pontas saudáveis, menor quantidade de queda do cabelo, fios saudáveis e com brilho, couro cabeludo saudável e sem caspas, menos nós e fios embaraçados e oleosidade controlada. Meu cabelo está em transição capilar, é um momento difícil, ainda não tem uma boa definição, mas analisando apenas a parte natural, os cachos são bem mais definidos do que eu lembro de quando era criança.”

– Quais produtos vocês indicam para quem quer começar a fazê-la também?

como fazer low poo/no poo?
Aussie Moist / Phytoervas

“Eu já testei vários produtos, desde os famosos na técnica, como o Yamasterol, até os poucos conhecidos, como os shampoos da Natura e condicionador Aussie Moist. Eu indico muito a linha da Phytoervas de Shampoo e Condicionador, principalmente o Coco e Algodão.  De máscaras que é preciso um investimento maior, eu indico o Dream Cream, Argan Oil, Morte Subita e Umectação Oliva, todos da Lola Cosmetics. Já as máscaras com um preço mais acessível, eu recomendo o Monange Hidratação Intensa (Rosa), Phytoervas Reposição de Queratina. Para auxiliar os cuidados, gosto muito de usar D-Pantenol e óleos naturais. Meus óleos favoritos são o Óleo de Coco e Óleo de Mamona (Rícino).”

Heloise Fernandes:

como fazer low poo/no poo?

– Por que você decidiu começar a fazer low poo / no poo?

“Confesso que tinha um pouquinho de preconceito antes de experimentar. Achava que o cabelo não ficaria limpo com a técnica. Depois de ler muitos relatos de cacheadas, fui convencida. Cabelo crespo/cacheado exige mais dedicação e cuidado que cabelos lisos e, lendo o que algumas meninas diziam, percebi que seria uma alternativa pra cuidar melhor dos meus fios. Sempre cuidei bem, mas não estava contente com a textura e a quantidade de frizz que tinha nele. Além disso, percebi que seria uma “libertação” não ser mais escrava de produtos cheios de sulfatos e petrolatos. Queria essa coisa mais livre que o Low/No Poo propõe.”

– Quais foram as diferenças que você sentiu nos fios ao usar a técnica? Como ele era antes e como está agora?

“Antes meu cabelo já tinha definição e volume, que são coisas que gosto. Porém, estava opaco, sem vida e com muito frizz. Parecia uma nuvem ao redor da cabeça, rs! Em pouco tempo de Low Poo (menos de um mês), comecei a notar a diferença. O fio se definia melhor, com pouquíssimo frizz e um brilho que nunca imaginei, além de muita maciez. Meu cabelo tem mechas descoloridas por conta das luzes e, mesmo nesse cabelo mais danificado, o LP fez muita diferença.”

– Quais produtos vocês indicam para quem quer começar a fazê-la também?

como fazer low poo/no poo?
Yamasterol / Salon Line / Niely

“Pesquisei muito antes de começar e já comprei os produtos de LP aliados ao Cronograma Capilar e acabei descobrindo que se gasta pouco nas compras. Para as meninas cacheadas indico os produtos da linha Tô de Cacho, da Salon Line (shampoo, condicionador, gelatina modeladora e creme para pentear). Também adoro o Shampoo Less Poo, da Yamasterol, o amarelo tradicional e o rosa com queratina – que são produtos muito baratos e valem a pena. Máscara de hidratação Monange Rosa que é super coringa e de nutrição a Banho de Creme,  da Bioextratus. Para reconstrução a queratina líquida da Niely, também barata e eficiente! Além destes, amo, indico e defendo pra sempre os produtos da Lola Cosmetics, que são uma coisa louca de tão maravilhosos. Meus preferidos são: Morte Súbita, Curly Wurly e Dream Cream.”

Eu faço cronograma capilar há um tempinho e confesso que ando bem tentada a fazer Low Poo. Meu cabelo tem um aspecto saudável, mas não sei até que ponto ele está assim de verdade, já que posso estar usando  produtos que mascaram o aspecto real dos meus fios. Se você aí que está me lendo também faz Low Poo ou No Poo, que tal deixar o resultado da sua experiência aqui nos comentários? 😉

Imagem: Divulgação / Acervo Pessoal


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual tema você gostaria de ver aqui?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)