Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Sempre gostei muito de festas, viagens, multidões… Na verdade, ainda gosto, só que agora bem menos que antes. Hoje em dia eu estou preferindo curtir o meu cantinho. Posso fazer uma viagem maravilhosa, ir ao show dos meus artistas favoritos ou mesmo naquela baladinha legal, mas, ultimamente, quando eu estou em casa, no meu cantinho, naquele lugarzinho especial que eu arrumo do meu jeito que custou o esforço do meu trabalho, o melhor lugar do mundo é ele. Penso que não importa se esse lar doce lar é alugado ou comprado, se é você quem arca com as despesas, ele é seu.

No começo, morar sozinha foi muito difícil. Sentia muito a falta da minha família – na verdade, até hoje sinto, mas agora essa falta não dói tanto como doía no início e aprendi a controlar melhor meus impulsos para tentar supri-la. Nos dois primeiros meses pode ser que você, assim como eu, tenha alguma dificuldade para se planejar financeiramente, mas depois que você se organiza e aprende a se planejar, estabelece uma rotina e aprende a se controlar, tudo fica mais fácil e prazeroso e você percebe que uma das experiências mais emocionantes e enriquecedoras é ter o seu cantinho.

Não quero ditar regras para ninguém dizendo que todos devem morar sozinhos e que morar só é melhor do que morar junto com o ser amado, com a família ou com os amigos. Quero apenas compartilhar uma experiência legal e mostrar como isso nem sempre é ruim. Esse ano completou três anos que moro sozinha e pude sentir na pele as dores e as delícias dessa experiência.

As dores” é que você se sente muito só algumas vezes, principalmente no começo, nos primeiros meses. A bagunça e o barulho dos seus parentes que, às vezes, lhe dava nos nervos, te fará sentir saudade. Sentirá falta também do colo e da comida da sua mãe, das discussões com seus irmãos e primos, do seu pai torcendo pelo time favorito dele. Vai sentir muita falta dos momentos bons e ruins em família e das facilidades em ter com quem dividir os serviços domésticos e as contas.

“As delícias” é que você terá um espaço só seu, poderá organizá-lo da maneira que achar melhor, vai poder levar quem quiser e quando quiser para sua casa, sem precisar pedir permissão ou sem precisar consultar a opinião de ninguém. Vai aprender a se organizar financeiramente para conseguir pagar as contas e isso é bom. Vai aprender a curtir a própria companhia e conhecer suas dores e alegrias e vai aprender a conviver da melhor maneira com elas. Descobrirá que ter momentos tristes é normal e não é o fim do mundo, pois ninguém é de ferro e não dá para estar alegre o tempo todo. Fará suas próprias regras e, vez ou outra, quebrará todas elas e voltará a repeti-las ou fará outras novas.

E quando experimentar as dores e as delicias de morar sozinho, junto com o ser amado, com a família ou com os amigos e sentir que o melhor lugar do mundo é o lugar onde mora, então esse será o seu lar doce lar.

Imagem: Pinterest 

@ load more