Receba nossos e-mails incríveis
Amor Sexo Autoestima Corpo Vida Carreira & Finanças Beleza Estilo Vídeos
Escreva seu texto

Leia temas do seu interesse:

A infância de uma criança crespa

Aline França

Colunista Superela

Mais textos

A infância de muitas crianças crespas é parecida. Não nos identificamos com as coleguinhas da escola, não nos vemos nas princesas da Disney e nem nas lindas atrizes de novelas. O referencial de beleza ao qual somos expostas não nos inclui – e isso nos leva sempre a pensar “existe algo de errado comigo”. Nesta fase da vida, você não quer ser a pessoa diferente, a pessoa que chama muita atenção, você só quer se sentir parte do todo.

Daí nasce o primeiro desejo de alisar os cabelos. Crianças são maravilhosas, mas também podem ser cruéis com os seus comentários e não perceber o quanto eles são capazes de magoar o outro. Foi assim comigo e foi assim com quase todas as crespas que conheço. Tentando ajudar, ou até não sabendo lidar com a situação, muitas mães recorrem a tratamentos químicos alisantes e relaxantes. Elas nem sabem, mas esses procedimentos nos tornam escravas, ao primeiro sinal da nossa raiz natural já vem o desespero.

Quando na verdade deveria ser o contrário, deveríamos ser incentivadas a mantermos a forma do nosso cabelo, deveríamos ouvir o quanto são lindos e o quanto o nosso cabelo diferente nos torna pessoas especiais. De uma certa forma, esses “tratamentos” nos afirmam o que sentíamos, que algo estava errado e por isso precisamos corrigir.

Eu poderia passar horas contando cada experiência traumática a que somos expostas, mas nada seria mais ilustrativo que este vídeo, que conta a história de Ketiley, prima da youtuber Rayza Nicácio, que tão nova já passou por praticamente todos os processos que uma crespa sofre em sua vida. A emoção da menina é contagiante, e se já não é fácil passar por isso quando adulto, imaginem ter tantas experiências ainda tão nova.

A Ketiley tem apenas 9 anos, já fez relaxamento, progressiva, teve corte químico e por fim, passou pela transição capilar. Hoje ela exibe seus lindos cachos e tem certeza disso que seu cabelo é lindo. Isso é o que mais nos emociona. Prepare o lenço e assista ao vídeo, você verá como a auto aceitação pode transformar uma pessoa.

 

Imagem: Pinterest

Aline França

Colunista Superela

Mais textos

Leia temas do seu interesse:

Leia temas do seu interesse:

E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!