O que você procura?

Ansiedade é um sentimento natural e presente na vida de todos nós. Entretanto, existem diferentes graus de ansiedade e diferentes formas de lidar, mas o excesso pode prejudicar sua saúde e muitas pessoas procuram diversos profissionais para ajudá-los a lidar com isso. Ela é uma das queixas mais comuns nos consultórios de psicólogos e psiquiatras e, frequentemente, é um assunto a ser desabafado entre amigos e familiares. Crianças e adultos podem ser afetadas por fortes crises/momentos/geradores de ansiedade, mas atualmente tem sido mais frequente nos jovens.

Ela aparece mais intensamente em um mundo em que as pessoas estão online a todo o momento, em que não aprendem a se desligar, são extremamente autocríticas e muito exigentes consigo mesmas. Além disso, vivemos em uma sociedade em que a exibição do ter manipula as nossas “vontades” e passamos a desejar aquela vida que o outro diz viver. Como se não bastasse, desde muito novos somos estimulados a ter uma vida acelerada, com muitas atividades – como os estudos na escola tradicional e as escolas de música, esportes, idiomas etc. Vivemos em ação e fazendo tarefas múltiplas quase todos os dias..

Em meio a tantas cobranças que ratificam o nosso desespero, há ainda a necessidade de sentir que controla o ambiente em que estamos inseridos e que hoje todas as informações precisam vir de forma rápida e fácil. Você precisa falar inglês, espanhol e francês porque, afinal, o mundo é globalizado. Você também precisa fazer viagens, participar de projetos voluntários, malhar, cuidar da sua alimentação e saúde, ganhar muito dinheiro e, lógico, ter uma carreira de sucesso,ser uma pessoa de sucesso. Natural que, diante desse cenário, a gente se sinta mais ansioso.

Temos muita dificuldade na administração do tempo e, principalmente, nesse mundo de imagem tão “perfeitinho” temos medo do fracasso. Por isso, com essa manifestação do corpo diante das pressões e cobranças, darei a seguir algumas dicas para lidar com a ansiedade:

ansiedade 1

1. Vale a pena se preocupar tanto?

A maior angústia presente quando as pessoas consideram que estão se sentindo ansiosas são as “pré-ocupações” com o futuro. Como o nome já diz, a gente se ocupa previamente de um amanhã imprevisível. Não adianta tentar antecipar o que vai acontecer com você, com seu trabalho ou afins, porque muitas coisas podem e VÃO mudar. Quando a gente lida com outras pessoas, são variáveis incontroláveis.

Por isso, é importantíssimo que você olhe para trás e analise como você lidou com os imprevistos? Como você lidou em situações semelhantes a esta? Se você se sai bem, coloque isso na sua cabeça, VOCÊ É CAPAZ DE RESOLVER O QUE VIRÁ. Mas se olhando para trás você percebe que não conseguiu lidar bem com situações parecidas, então está na hora de você parar e pensar, refletir sobre que ações você teve no passado e o que você precisa fazer de diferente agora.

2. Seja positivo consigo mesmo

Você precisa mudar o seu foco de pensamento. Só te prejudica olhar para o que está faltando, olhar para os seus erros e catastrofizar tudo que pode acontecer. Eu não estou dizendo que os seus erros não precisem ser refletidos, não é isso, mas o que quero dizer é que você PRECISA pegar mais leve consigo mesmo e aprender a olhar para tudo que faz. Muitas vezes você faz mais de 10, 15, 20 coisas no seu dia e perde a noite pensando no que você não fez ou no que errou. Muito desequilibrado esse pensamento, não?

3. Dormir/descansar

Falando em perder o sono, existem vários estudos que mostram o quanto uma boa noite de sono traz benefícios para nós. Todos nós precisamos dormir bem para então, começar o dia mais disposto. Se você tem uma noite de sono conturbada, agitada, acorda várias vezes, sente que não consegue pegar no sono porque a sua cabeça não para de funcionar, você precisa tomar algumas medidas para que se sinta melhor. “Dormir” dessa forma não é saudável.

Geralmente as pessoas não conseguem relaxar para dormir porque ficam pensando em tudo que elas precisam fazer no dia seguinte.  Por isso, faça exercícios mentais antes de dormir. Na mesa, no escritório, no sofá durante o trabalho (menos na cama), anote tudo que você precisa fazer no dia seguinte. As tecnologias nos ajudam muito na organização da agenda, abuse-as, coloque lembretes, endereços, horários etc. Pare de sobrecarregar o seu cérebro com lembretes bobos, liste as suas tarefas e atividades. Essa organização te ajudará a “esvaziar” um pouco a cabeça.

4. Expectativas reais x ideais

Aqui vem um ponto que deixa muita gente sem sono. Muitas vezes ficamos extremamente frustrados por esperar demais da situação, de nós mesmos ou das outras pessoas. Trabalhar as expectativas é um ponto importantíssimo para nosso equilíbrio. Nós devemos desejar algo grande, mas precisamos reconhecer os nossos limites atuais e o que precisamos fazer para chegar até lá. Faça uma lista dos seus planos/objetivos de curto, médio e longo prazo. Tente analisar o que você precisa fazer para chegar até lá, quais habilidades precisa desenvolver e por aí vai. Seja fiel a sua realidade e suas possibilidades.

5. Lide com erro

Todos nós erramos e precisamos aprender a reconhecer os nossos erros e principalmente aprender a lidar com eles. Muitas pessoas têm dificuldade em aceitar os próprios erros e também os dos outros. Analise o que você pode fazer de diferente a partir desse erro, veja que portas ele te abriu e, principalmente, avalie o quanto aprendeu com essa experiência. Para crescer e amadurecer é preciso experienciar diferentes esferas da vida e aceitar que existirão falhas.

6. Faça coisas que te deem prazer

Muita gente esquece, mas uma cabeça equilibrada precisa relaxar. Por isso, cuide do seu lazer e descanso. Crie momentos que sejam só seus durante a semana. Tenha um hobbie, seja ele esporte, criações, TVs, jogos, artesanatos, música… Faça o que você gosta e o que te relaxa. Já basta a quantidade de obrigações que temos no nosso dia a dia, não reservar um tempo para você mina as suas energias, acumula o estresse e aumenta desmotivação. Mas, você pode dizer: “EU NÃO TENHO TEMPO” e a minha resposta para isso é: “Como você está administrando as suas prioridades?”.

Bem, essas foram algumas dicas para você aprender a lidar com a ansiedade. Pense também em como ela se manifesta em você (desconta na comida? Esquece as coisas? Fica sem comer? Fica nervosa e gagueja? Tem taquicardia?) e, principalmente, quais são os gatilhos – ou seja, quais são as situações que te deixam mais ansiosa(o). O autoconhecimento é fundamental para o seu autocontrole e equilíbrio para uma vida mais saudável. E, lembre-se, se está difícil de lidar, converse, troque ideias e/ou peça ajuda de um profissional.

Imagem: Pinterest


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual conteúdo você gostaria de ver no Superela?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)