Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

As fãs de Christian Grey e da história mais picante de todos os tempos tem muito a comemorar: Cinquenta Tons Mais Escuros, a continuação de Cinquenta Tons de Cinza, teve o seu primeiro teaser trailer liberado, mostrando cenas inéditas do longa, que estreia no ano que vem.

O trailer oficial, aliás, será liberado ainda nesta terça-feira, dia 13, e é impossível não ficar animada com o que vem por aí para na história de Anastasia Steele e Christian Grey.

Para quem não conhece (ou estava simplesmente morando em uma caverna na Islândia nos últimos anos) a história de E. L. James ganhou o mundo por trazer uma temática muito diferente, mas não inédita, no mundo da literatura: o sexo. Todo o tema central do filme gira em torno de como o personagem Christian Grey é um fã da prática BDSM – tanto que ele tem até um quarto do prazer.

Se você tem um gosto por fantasias sexuais (e, se não tem certeza, pode fazer o nosso teste sobre o assunto clicando aqui), sabe porque o BDSM é famoso. A sigla significa Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo, e tudo isso representa, principalmente, o jogo de poder na cama.

 

Tem mulheres que gostam de dominar na hora do sexo, assim como existem outras que gostam do papel de submissa, e o mesmo vale para os homens. A questão do prazer entra, justamente, nessa troca de poderes – tudo sempre consensual, claro, não existe prazer quando o poder é imposto por força bruta e contra a vontade de alguém – e na forma como o corpo é usado para atingir o orgasmo do homem e da mulher.

A prática não é nova, claro, mas o livro 50 Tons de Cinza deixou isso totalmente escancarado para o mundo todo e o sucesso foi tamanho que Jamie Dornan e Dakota Johnson foram escalados para viver os personagens principais no cinema.

O resultado de tudo isso? Um interesse muito maior pela sexualidade, principalmente das mulheres, que normalmente sentem uma dificuldade maior em entrar em contato consigo mesmas e com tudo relacionado ao mundo do sexo. A questão, então, é usar o filme como uma justificativa – muito boa, aliás – para explorar melhor a prática e as fantasias no geral e buscar aquilo que pode tirar o seu relacionamento da mesmice e apimentar o sexo a dois.

Você, claro, não precisa ter um quarto do sexo como Christian, mas pode buscar alguns brinquedinhos sexuais para mudar um pouco a rotina e começar a inserir, aos poucos, elementos diferentes para variar a relação do dia a dia. Ninguém gosta de um namoro que cai no tédio, né?

O próximo filme, ao que tudo indica, promete manter a vibe do primeiro, com cenas ultra sexy e muito sensuais para inspirar a vida sexual de qualquer uma. Se você ficou interessada, aqui no Superela você encontra 6 dicas incríveis para experimentar o universo BDSM.

Imagem: IMDB

@ load more