O que você procura?

A semana de moda de NY – NYFW– acabou na última quinta-feira, dia 15, com um desfile um tanto quanto polêmico. Marc Jacobs optou por desfilar sua coleção de primavera/verão 2017 com modelos brancas usando dreads de lã multicoloridos. O visual das modelos foi criado pelo cabeleireiro Guido Palau, que teve como inspiração a diretora transexual Lana Wachowski, conhecida por sua direção em Matrix e Sense8.

A suposta criatividade do estilista foi incendiada nas redes sociais e recebeu diversas críticas por se tratar de apropriação cultural. O casting do desfile era formado praticamente por modelos brancas usando vários fios coloridos de algodão no cabelo, os quais se assemelhavam a dreadlocks. Entre o time de tops que desfilaram, estavam por lá Adriana Lima, Kendall Jenner, Gigi e Bella Hadid, Karlie Kloss, Irina Shayk e Jourdan Dunn.

“O mais interessante de Marc é como ele pega algo tão street e cru, e por causa da coloração do cabelo e da maquiagem, se torna um look completo”, explicou Guido, responsável pelo penteado das modelos, para a Harper’s Bazaar.

Marc Jacobs - apropriação cultural

POR QUE O USO DE DREADS É CONSIDERADO APROPRIAÇÃO CULTURAL?

Grande parte dos internautas rebateu a situação dizendo que o uso de dreads é identificado com a cultura negra. Dessa forma, seria desrespeito usar modelos brancas para desfilar com um penteado que não faz parte de sua realidade. Além disso, esse tipo de penteado está conectado fortemente à história e identidade africana, algo que pareceu ter sido ignorado durante o desfile de Marc Jacobs. Muitos disseram que existe uma linha tênue entre criatividade e apropriação cultural. “Celebrar outra cultura se torna problemático quando a origem disso não é propriamente dita”, publicou o site Essence.

COMO O ESTILISTA REAGIU ÀS CRÍTICAS NA INTERNET?

Em um post nas redes sociais, Marc Jacobs disse: “A todos vocês que gritam ‘apropriação cultural’ ou qualquer outra coisa sem sentido sobre uma raça ou cor usando seu cabelo em qualquer estilo particular, engraçado como vocês não criticam mulheres de cor que alisam seus cabelos. Eu respeito e fico admirado pelas pessoas e seus visuais. Eu não vejo cor ou raça — eu vejo pessoas. Sinto muito que tantas pessoas têm a cabeça tão fechada… O amor é a resposta. Apreciação de tudo e inspiração de qualquer lugar é uma coisa linda, pensem sobre isso”.

A declaração causou mais polêmica ainda após o estilista comparar o uso dos dreads com as atitudes de mulheres negras ou de minorias étnicas de alisar o cabelo. Acho que a cabe a reflexão sobre a cultura negra sendo exaltada em pessoas brancas e rejeitada quando usa pelo seu povo de origem. E agora: o desfile de Marc Jacobs é considerado apropriação cultural ou não? Deixe sua opinião nos comentários!


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual tema você gostaria de ver aqui?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)