Receba nossos e-mails incríveis
NOVO App Clube Superela!! ♥
Pergunte e converse anonimamente
Amor Sexo Autoestima Corpo Vida Carreira & Finanças Beleza Estilo Vídeos
Escreva seu texto
Receba nossos e-mails incríveis

Leia temas do seu interesse:

[+18] Eu ainda sei te foder muito bem

Josias Goncalves

Colunista Superela

Mais textos

Eu queria inovar. Com o tempo realmente existe um desgaste. As coisas vão ficando assim… meia boca. E o sexo também. E o que sempre me deu prazer era te dar prazer, ver você gozar e exausta na cama. Pesquisei por semanas, formas de aumentar o nosso prazer. Queria sair daquele papai e mamãe automático. Porra! Eu gosto pra caralho de você, ainda quero te fazer gozar e muito. Foi então que decidi: vamos fazer algo mais “hardcore”. Eu queria surpreender.

Era terça feira. Você chegou em casa um pouco depois do escurecer. Como de costume entrou, largou as chaves em cima da mesa de centro na sala e foi até o sofá pra me dar um beijo. Te agarrei. Te segurei forte pela cintura e com a outra mão segurando seu pescoço. Beijei desesperadamente. Você suspirou. Me olhou com um brilho nos olhos, não entendendo o porquê daquilo, mas estava gostando. Me levantei e te agarrei mais uma vez. Minhas mãos percorrendo o seu corpo, apertando sua bunda e seus peitos. Minha língua invadindo sua boca e tirando gemidos. Enfiei uma das mãos dentro de sua calça, sua calcinha estava molhada.

Te peguei no colo, com suas pernas em volta da minha cintura e te levei até o quarto. Tirei toda a sua roupa e rapidamente a minha. Você me agarrava e me beijava. Me puxando para a cama. “Ainda não” – eu disse – “Deite com a barriga para baixo e espere”. Sem entender você deitou. Me dirigi ao guarda roupa e, numa bolsa que deixei lá, peguei um óleo para massagem. Derramei em minhas mãos. Me posicionei em cima de você e comecei a massagear suavemente suas costas. Apertava sua cintura e deslizava as mãos até sua nuca. Me inclinei até seu ouvido e disse: “Hoje você vai gozar como nunca”. Beijei sua nuca e passei a língua nela.

Você já estava ofegante. Sentia sua respiração ficando cada vez mais pesada. Minhas mãos percorriam pelo meio de suas costas te fazendo arrepiar. Aos poucos eu afastava meu corpo para trás, até que eu estivesse apoiado sobre suas coxas. Agora estava massageando sua bunda (leia mais aqui). Apertava e beliscava ela. Dei um tapa. Você gemou, gostou. Com as duas mãos apertava. E com o polegar comecei a massagear o seu cu, bem gostoso. Passando o dedo bem de leve, em movimentos circulares. Com as mãos você agarrava o lençol. A boceta, ensopada.

Eu não resisti em te ver ali, descontrolada e me deitei sobre sua bunda. Meti a língua no seu cu. Chupei gostoso. Você rebolava em minha cara. Esfregava a bunda bem gostoso no meu rosto. Continuei massageando ainda, apertando sua cintura. Você empinava, forçava ainda mais esse cu gostoso contra minha boca. E eu, claro, chupava ainda mais. Te deixei louca de vontade de ser fodida. Implorando para que te fizesse gozar. Seu corpo contraía e pedia por mais. Mas eu ainda tinha surpresas.

Me levantei e te deixei deitada ainda na mesma posição. Ofegante e desesperada por ser invadida por mim. Voltei ao guarda roupa e, na mesma bolsa que peguei o óleo, retirei um par de algemas e um de tornozeleiras. Prendi suas mãos e pés na cama, de modo que ficasse como um “X”. Você só me olhava, deitada com a cabeça de lado, ansiosa pelo que estava por vir. Voltei até a bolsa mais uma vez, agora retirei um chicote de couro. Seu olhar foi um misto de medo e tesão. Sempre gostou de boas palmadas, mas o chicote era a primeira vez que experimentaria.

Andei em volta da cama, passando ele em seu corpo. Seus olhos fechados, respirando forte e se arrepiando. Dei a primeira chicotada. Na bunda. Forte o suficiente para deixar marcada e com um hematoma. Seu corpo se contraiu e gemeu. Mais uma. Um grito agora e um sorriso. Gostou da experiência. Mais nas coxas e nas costas. O corpo marcado e cheia de tesão. Sorria e gemia ao mesmo tempo. Após a seção de chicotadas utilizei uma caneta comestível no lugar de cada hematoma provocado. Te lambi inteira. Minha língua quente no seu corpo causando arrepios.

Passei meu pau no seu corpo, duro e latejando de vontade. Você pediu pra ser comida. Te soltei. Primeiro os tornozelos, avançando sobre seu corpo, beijando e dando mordidas até chegar à nuca. Por fim, as mãos. Mandei que ficasse de quatro e com as pernas bem abertas pra mim. Me ajoelhei atrás de você, batendo meu pau contra o seu corpo. Depois passei na sua boceta, brincando com seu grelinho. Enfiei ele aos poucos. Até que eu estivesse completamente dentro de você.

Agarrei seu cabelo, puxando forte. “Rebola bem gostoso no meu pau” – mandei. Você rebolou com destreza. Forçava o corpo contra o meu e rebolava. Sabe como fazer gostoso. Dei puxões fortes no seu cabelo e com a mão livre dei palmadas. Sua bunda ainda ardia pelo chicote e agora ainda mais pela minha mão. Comecei a socar forte em sua boceta. Sentindo ela ensopada e meu pau escorregando dentro dela. “Te foder é uma delícia”.

Quando senti que iria gozar, parei. “Vem, cai de boca, me mostra como sabe chupar”. Rapidamente se virou pra mim e engoliu meu pau todo. Chupando com vontade, sentindo meu gosto misturado ao seu. Eu gemia e segurava sua cabeça. Forçando meu pau até a sua garganta. Até que não aguentei mais e gozei. Uma explosão de porra bem quente na sua boca. Olhou pra cima e me olhou nos olhos. Mostrou que engoliu tudo. “Você me dá um tesão do caralho” – eu disse.

Me deitei na cama com você ao meu lado. Passava a mão em meu corpo e me olhava enquanto me recuperava. O que não demorou. Logo me virei pra você e comecei a te beijar. Minha mão escorregou até sua boceta, encharcada e deliciosa pra ser chupada. Brinquei com seu grelinho e enfiei um dedo. Trouxe ele até minha boca e senti seu gosto.

Me deitei por cima de seu corpo. Te beijando. Passava meu pau na sua boceta, deixando ele melado com ela. Mordi seu pescoço, sua boca. Desci um pouco e mordi seus peitos. Senti eles duros na minha boca. Seus gemidos se tornaram mais altos. Mordia seus peitos e brincava com sua boceta ao mesmo tempo. Te fodia com meus dedos. Sentia se contorcer na cama, agarrando o lençol forte como se fosse rasgar.Me chupa, vai”. Foi o que fiz. Eu estava morrendo de tesão para chupar a sua boceta logo. Queria sentir ela quente em minha boca. Sentir como estava molhada. Sentir o seu gosto.

Comecei roçando meu rosto nela. Depois passando meus lábios e a língua. Enfiei a língua e senti seu gosto, sou viciado nele. Depois passei ela no seu grelinho, em movimentos circulares, depois para cima e para baixo. Chupei com vontade. Suguei seu grelinho para dentro de minha boca e não parei de movimentar minha língua. Usei dois dedos par aumentar o prazer. Fazendo um movimento de vai e vem frenético dentro de sua boceta.

Você poderia até espernear, mas usava a outra mão para te prender. Ouvir seus gemidos me dão ainda mais tesão. Quanto mais eu ouvia, mais forte eu chupava. Eu faço tudo com vontade, com gosto. Mantive o ritmo até que você… gozou. Tudo em minha boca. Contraía o corpo e tentava controlar a respiração. Eu só olhava para o seu rosto com o olhar safado e um sorriso malicioso. Ainda beijava a sua boceta e sentia mais do seu gosto.

Me deitei outra vez ao seu lado. Eu estava muito satisfeito por feito você gozar muito, de ter lhe dado prazer. A partir daquele dia não seria mais uma questão de querer ser comida daquela forma. Você sempre será muito bem fodida por mim.

Imagem: Pinterest


Área especial sobre Orgasmo Feminino

Sabia que a gente tem uma área especial sobre Orgasmo Feminino com muitas dicas, técnicas, fotos e vídeos?

Veja uma prévia do que espera por você

Você ainda poderá participar do nosso grupo fechado no Facebook e tirar dúvidas com uma Sex Coach, além de falar sobre o assunto com outras mulheres!

Vamos nessa? 😉

Acessar o especial Orgasmo Sozinha

Josias Goncalves

Colunista Superela

Mais textos

Leia temas do seu interesse:

Leia temas do seu interesse:

E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Um email por semana só com o melhor conteúdo do Superela
Você vai adorar ❤
Obrigada!

Recebemos seu pedido de cadastro e enviamos a você um email com o link para você confirmar o recebimento dos nossos emails.

Por favor, acesse seu email e click no link de confirmação.


Click aqui para voltar ao site.
Não perca mais nenhuma novidade!
PGlmcmFtZSBzcmM9Imh0dHBzOi8vd3d3LmZhY2Vib29rLmNvbS9wbHVnaW5zL3BhZ2UucGhwP2hyZWY9aHR0cHMlM0ElMkYlMkZ3d3cuZmFjZWJvb2suY29tJTJGU3VwZXJlbGFPZmljaWFsJTJGJnRhYnMmd2lkdGg9NTIwJmhlaWdodD0yMjAmc21hbGxfaGVhZGVyPWZhbHNlJmFkYXB0X2NvbnRhaW5lcl93aWR0aD10cnVlJmhpZGVfY292ZXI9ZmFsc2Umc2hvd19mYWNlcGlsZT10cnVlJmFwcElkPTE3MTExNDI3NjM4MDkzNiIgd2lkdGg9IjUyMCIgaGVpZ2h0PSIyMjAiIHN0eWxlPSJib3JkZXI6bm9uZTtvdmVyZmxvdzpoaWRkZW4iIHNjcm9sbGluZz0ibm8iIGZyYW1lYm9yZGVyPSIwIiBhbGxvd1RyYW5zcGFyZW5jeT0idHJ1ZSI+PC9pZnJhbWU+
Curta o Superela no Facebook ❤
teste
teste
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.