O que você procura?

Meninas, sabem qual é o antônimo de “promessa”? Se não se lembram, vou refrescar a memória. Antônimo de “promessa” é “avaria”. E “avaria” tenho certeza de que você se lembrou rapidinho que quer dizer “estrago”, “mau funcionamento”. Mas pra mim, o contrário de “promessa” é adiamento e frustração.

Como 2017 acabou de começar, vim aqui primeiro desejar que esse ano seja de resgates e renascimento e que seus dias, transbordem de esperança, mas pra falar a verdade só quero mesmo é atiçar quem tem feito promessa de ser feliz, entra ano, sai ano e nada de se conciliar com o “amor”.

Aposto que você prometeu que vai ser feliz em 2017; emagrecer, malhar, fazer um curso, etc., ter grandes e novos objetivos e certamente o amor está dentro desses planos, quer seja para ter um novo ou se libertar daquele que só desidrata seu coração.

Adoro falar de amor. Então por falar nisso, amor que é amor de verdade só vale se for saboroso e instigar o que de melhor existe em nós. Não que amor não possa vir a doer em algum momento, mas se a função dele na sua vida tem sido só “adoecer”, “bora” mudar o rumo e cumprir a promessa de fazer sua vida valer à pena?

amor que adoece - 1

A propósito quero saber se alguém aí tem o contentamento de dizer que nunca sofreu por amor? Se nunca se desgostou nadinha, pode jogar uma flor. Mas quer saber sinceramente? Não me causa sequer uma pálida faísca de inveja.

Essa pessoa se poupou da dor atravessando as entranhas, da contratura no estômago, do sangue escapulindo às veias, mas também certamente se privou do proveitoso gozo confesso, do corpo inflamado, do prazer exausto ou do coração descomedido palpitando de alegria.

Amar vale à pena! Compensa! Muitas e tantas vezes quantas os amores tiverem feito à vida pulsar febril e incontrolável. Vale no cinema a culpa de cada pipoca que engorda ou na sessão de terapia ou coaching e ter a ansiedade de procurar respostas e encontrar outras perguntas.

Amar vale à pena siiiim, sempre!

Até acertar o tom com alguma paixão que se transforme em amor por definitivo ou ultimar o descompasso do amor diante dos interesses fragmentados, para recomeçar tudo de novo com outro amor resistente ou sucinto, que mesmo sem promessas, cumpra tudo intensamente.

Gente, não é de términos, tristeza, desânimo, mágoa, fim e recomeço que estou falando; nem do amor que de tão grande deixa o coração desconcertado. O coração pertence ao amor, porque é ele que nos faz humanos.

A conversa é outra. O assunto é o amor que adoece!

amor que adoece 2

Aquele sabe? Que carrega dentro de si a necessidade de aprovação permanente, a ameaça de abandono, a dependência descomedida e a submissão. Que sintetiza a vida da pessoa na capacidade do outro amar. Que considera amor, um relacionamento onde haja violência mesmo que rara e só verbal, onde não se tenha intimidade que permita confessar as vergonhas e fraquezas ou em que a privacidade seja permanentemente violada e invadida pelo desrespeito. Estou falando do amor que adoece.

E tem amor que adoece antes? Claro que tem! Mesmo antes do amor acontecer. Quando a busca pelo amor é urgente, desesperada e incontrolável, como se ele fosse a fonte única e inesgotável de completude, conforto e amparo.

Sim, quando a procura já vem impregnada pela ansiedade e a necessidade premente de ser amada é muito mais importante que a qualidade da escolha. Quando o amor tem sentido de caça e captura.

Minha querida, vou arriscar dizer que não tem santo de Causas Impossíveis, nem anúncio pregado no poste prometendo “seu amor em três dias” que seja mais atraente que sua alegria genuína e sua leveza.

Não tem boca carnuda laqueada de batom vermelho que pareça apetitosa se dela as palavras arremessadas forem de pressa e uma ânsia danada. Ouço leitoras e clientes maravilhosas dizendo, com as pupilas arregaladas de agonia: “Já tenho 33 anos – preciso arranjar um namorado” ou “Passei da idade, qualquer um agora serve!”.

Meu Santo! Pode isso?

“Arranjo” vem de conserto, remendo. E pensa bem, pode dar certo alguém sair à caça, com essa aflição denunciada nas palavras ditas ou esboçadas na linguagem do corpo? Pode dar certo, a moça já no primeiro encontro, contar a vida toda e dizer que tem 33 anos e quer ter um filho porque tá passando da hora? Ou dizer que desde que se separou, não namora há 3 anos 5 dias e 18 horas?

Não né?

Leitora querida, não adianta você só comer alface e omelete de clara para ficar sarada e toda linda, viver à procura de um amor que antes de chegar já vem contaminado. Amor não é perseguição é “encontro”.

Vai sim, nas suas festas de amigos, ao cinema, ao teatro, ao supermercado 24 horas, ao museu, se inscreva em sites de relacionamento, que hora dessas, em uma fila qualquer, ou em frente a um quadro de Van Gogh, Burle Marx, Portinari (no CCBB do Rio de Janeiro, de 18/01 a 10/04/17, entrada franca), você dá de cara e coração com uma pessoa tão interessante quanto você, só porque naquele momento está desprevenida e levou dentro de si a autoestima que estava estagnada e comprometida com sua procura desenfreada.

Quer começar a cumprir sua promessa de ser feliz HOJE?

amor que adoece

Para de se comparar e de se procurar nos outros. Não tenha medo de mudanças. Enfrente o que você mais teme. Não adianta só querer, você só vai conseguir se participar do processo.

Aí vai a receitinha de um suco para você sair de casa agora cheia de energia e pronta para tomar posse da sua vida: suco rosa de beterraba e gengibre. Pode preparar, eu garanto: vai mostrar que você começou a cuidar de si, não engorda, tem cerca de 190 calorias e além dos benefícios da beterraba, do gengibre e do limão, dá muita energia, melhora os ânimos, ajuda a limpar o intestino, melhorar a digestão, fortalecer o sistema imunológico e reduzir a pressão.

Ingredientes:

  • 1 beterraba
  • 1 cenoura
  • 10 g de gengibre
  • 1 limão
  • 1 maçã
  • 150 ml de água de coco e gelo (que ninguém é de ferro)

Bate tudo no liquidificador e vai lá, acredita em você! Ah mas depois volta aí que já estou acabando de escrever a 2ª parte que fala do amor que adoece durante e a 3ª parte, do amor que adoece depois. E tem até exercício para você fazer que ajuda a melhorar a autoestima. Volta logo e com novidades. Novidades BOAS tá? Beijos animados da sua Coach predileta!

Imagem: Pinterest


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)