Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Eu gostaria de viver apenas um dia, nada mais que um dia, na cabeça de uma pessoa que não sofre com ansiedade generalizada. Gostaria de entender como o tempo funciona para ela, pois o nosso, de pessoas ansiosas, é sempre o presente ou o passado.

Na cabeça de uma pessoa que não sofre de ansiedade, eu iria ler um longo livro, mas não qualquer um, teria que ser um daqueles com a escrita bem detalhada, que é para passar horas fazendo a mesma coisas – sem sentir que isso é impossível e frustrante.

ansiedade-generalizada 4

Eu iria viajar para um lugar com uma bela paisagem só para ficar admirando, sem pensar em mais nada – somente vivenciando aquele exato momento. Vivendo com uma pessoa que não é ansiosa, eu iria passar horas conversando com alguém, sem ter aquela sensação estranha de que preciso fazer algo, de que algo está faltando, eu apenas conversaria.

Também aproveitaria para compreender como não é ter diversos pensamentos, um encadeado no outro e em uma velocidade quase que inimaginável. E aproveitaria para respirar profundamente e adequadamente – algo que para nós precisa ser feito com uma força sobre humana.

Sendo uma pessoa não ansiosa, eu faria o meu trabalho da melhor forma e pronto. Não ficaria horas e horas e horas pensando no que fiz de errado, se está faltando algo, o que deveria ser melhorado. Não seria tão dura comigo mesma.

Além disso, viveria tranquilamente sem ter medo de ter uma crise repentina  e, simplesmente, paralisar, com a mente girando em pensamentos, com vontade de fazer milhares de coisas, mas sem conseguir fazer absolutamente nada, me sentindo sufocada e em pânico.

Não sendo ansiosa, eu não tremeria e, como consequência, não precisaria explicar para todas as pessoas o motivo disso. Eu não tomaria remédios para a vida toda, não teria que ir ao médico todo mês, não sofreria antes, durante e após algo acontecer. Não ficaria pensamento sobre a mesmo coisa por horas a fio e não me sentiria o tempo todo extremamente cansada.

 

Vivendo sem ansiedade generalizada, eu não julgaria as pessoas que sofrem com isso!

Não sofrendo de ansiedade generalizada, eu não diria para uma pessoa que sofre com isso que ela só precisa relaxar, pois saberia que ela não pode controlar o que tem.

Não seria tão crítica com uma pessoa ansiosa, pois saberia que ela é três vezes mais com ela mesma. Teria empatia e não tentaria fazer ela mudar, já que saberia que isso é uma doença.

Não julgaria ela por seus desesperos por motivos tão banais, pois saberia que não importa o tamanho do desespero – o que uma pessoa ansiosa sente é real. Diria para ela respirar quando começasse a falar muito rápido e daria espaço quando sentisse que está paralisada – para que possa se acalmar.

ansiedade-generalizada 1

E, finalmente, e não mais importante, sendo uma pessoa que não sofre com ansiedade, eu tentaria entender as pessoas que tem isso e aprenderia a respeitá-las, sem julgamentos e com muita disposição para ouvir e aprender, pois saberia o quanto isso é importante para que a vida delas possam ser um pouco mais fácil.

Imagem: Pexels

@ load more