O que você procura?

Nesse tempo que venho me aventurando na escrita, sempre estive e estou aberta a solicitações dos seguidores, amigos e familiares sobre assuntos da minha área. Nesse interim, através do meu instagram profissional @nodivacommaine, tive o prazer de conhecer e trocar figurinhas com um perfil da causa autista, a @angryapple2017. Ela e sua equipe sempre buscam informações e absorvem tudo de bom que as mídias sociais têm a oferecer, e me ofereceram essa troca de ideias marcante. Com elas aprendi que NÃO se deve retratar o autismo como TEA (Transtorno do Espectro Autista). Isso patologiza e não reconhece pessoas autistas.

Me preocupou saber que existem grupos autistas tateando no escuro a sua sexualidade. Afinal, imaginem: se o sexo é um TABU para nós, neurotipicos (NT), imagina para os autistas, portadores de necessidades especiais das mais diversas ordens? Como a descoberta da sexualidade é vivenciada e reconhecida por eles? A sociedade dicotomiza a deficiência em si. Ou os portadores são hiperssexualizados, ou assexuados.

A que devemos essa dicotomia?

autismo

Há apenas uma explicação plausível: falta de educação sexual! O que deixa os autistas a mercê do “aprendizado” solitário. Ou até aprendendo com outros autistas do seu círculo, vendo filmes pornôs dos neurotipicos, perguntando aos familiares que, muitas vezes, não sabem informar.

Atualmente há muita romantização na tv. Casais autistas e não autistas se formando e dando visibilidade à causa. Porém, temos que lembrar que a realidade não é sempre assim tão simples. Recentemente a Netflix lançou uma série chamada Atypical justamente sobre esse tema. Mas vejam bem, por mais que o personagem quisesse perder a virgindade, o próprio percebeu que não estava pronto. Percebam que mesmo assim ele continua na sua busca para se relacionar afetivamente.

O autismo não impede nenhum relacionamento, mas o modo que esse relacionamento vai acontecer deve sim ser analisado pelas partes interessadas.

Um (a) autista se relacionando com um neurotipico (a) precisa ser bem estruturado. O NT deve saber que o modo de relacionar com um autista é bem diferente do modo que estamos acostumados, por exemplo:

  1. A pessoa autista não sabe fingir. Quando eles se apaixonam/gostam/amam, falam abertamente;
  2. A pessoa autista não manipula. Não confundam a falta de sentimentos externos com a sociopatia (que não tem sentimentos ou emoções);
  3. A pessoa autista tem dificuldade em expressar e perceber sentimentos, mas não significam que não sentem. Eles sentem, e muito;
  4. A pessoa autista é ingênua e pode ser enganada facilmente. Ela não consegue distinguir se o que lhe falam é verdade ou não, principalmente quando as juras de amor foram da boca para fora.

Quando o relacionamento é com ambos os pares autistas, deve-se levar em conta como esse relacionamento seguirá. Se ambos possuem experiência sexual, ou não. O diálogo é primordial pois uma das partes pode exercer sua vontade sobre a outra por ser mais experiente.

Obviamente que nenhuma pessoa autista é igual à outra. Existem muitas nuances do autismo, desde os com menos comprometimento até os com mais comprometimentos. Devemos respeitar o espaço, a literalidade deles e sem usar jogos amorosos.

Então, vamos ajuda-los e servir de suporte para que as pessoas autistas possam se desenvolver plenamente em todas as áreas da vida.

Respeito é fundamental!

Imagem: Pinterest


E o que vocês responderiam a essa pergunta aqui abaixo, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?

Área especial sobre Orgasmo Feminino

Sabia que a gente tem uma área especial sobre Orgasmo Feminino com muitas dicas, técnicas, fotos e vídeos?

Veja uma prévia do que espera por você

Você ainda poderá participar do nosso grupo fechado no Facebook e tirar dúvidas com uma Sex Coach, além de falar sobre o assunto com outras mulheres!
Vamos nessa? 😉

Acessar o especial Orgasmo Sozinha

@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual tema você gostaria de ver aqui?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)