Quem somos Termos / Política de Privacidade Contato
< Superela.com
Você está em:
Clube Superela
+18
home recentes populares temas relacionamentosexoautoestimabelezaestilotrabalhoentretenimento perguntar

Comunicação violenta como acabar!

Pessoal tenho um filho adolescente ele esta pra completar 18 anos, ele estuda à noite, mas apesar das nossas conversas sobre arranjar um trabalho, ele ainda não se manifestou, passa os dias em casa, no quarto jogando no computador, essa situação esta bem encomoda, pois em abril esta completando a maioridade e meu companheiro esta muito irritado com tudo isso, nós trabalhamos fora e ele passa as noites virado no computador, se falamos alguma coisa ele tem uma atitude hostil, ontem à noite meu marido pediu para ele desligar a luz para que a gente pudesse dormir e ele foi bem mau educado. Tenho medo que esses conflitos evoluam, pois eles já se agrediram fisicamenta há uns meses atrás. O que posso fazer?
verusca . 4 anos

13 Respostas

Tainn . 4 anos
Verusca, eu não sou mãe, portanto posso estar errada.
Porém em alguns casos só o pulso firme resolve sabe? Se fosse eu (que ainda não sou mãe) sentaria pra uma conversa bem direta, você e ele..já que pelo visto ele e seu marido não se topam muito.
Senta e diga que ele já tem idade e maturidade pra arranjar um emprego, nem que seja de meio período, que você não tem mais como aguentar isso e que ele deve se por no lugar dele, já que você é a autoridade da casa...se for a possibilidade, chame o pai dele para ajudar também.
+2 arrasou
verusca . 4 anos
Boa Kelly, na verdade meu marido ficou p. da vida, até prestou queixa na delegacia, ele disse que não quer mais essa situação dentro de casa e que quando ele fizer 18 anos e não estiver trabalhando vai expulsar ele de casa... Claro que eu como mãe fico com o coração apertado, não é isso que eu quero, mas ele diz que eu fico defendendo, e que não vejo as coisas erradas que ele faz. Mas é o que vou fazer hoje á noite vamos sentar e ter uma boa conversa. Ele passa a noite virado no computador, não faz nada o dia inteiro e ainda atrapalha o nosso sono, sinceramente não tem como continuar assim. É o vício da internet, esta prejudicando ele, acho que vou cortar a internet pra ver se ele acorda.
+1 arrasou
Brenda A. . 4 anos
Querida, também não sou mãe e tenho apenas 18 anos, mas tenho noção do quando isão é ruim. Vejo muitos amigos que são assim e os pais desesperados pra mudar essa situação. Seria bom encontrar o motivo de tanta rebeldia. Não sei se seu relacionamento com o pai dele acabou por algo que fez ele ficar assim, ou as amizades que o influenciam... Pode existir diversos motivos, para resolver vocês tem que conversar, não só uma vez, mas sim várias vezes. Ele tem que criar responsabilidade e consciência de que você não é eterna. Ele tem que saber viver.
Se ele quiser sair, por exemplo, tem que cumprir tal ordem. Limitar o uso do computador e etc. São atitudes usadas com pré adolescentes, mas as vezes é necessário em outros momentos. O que eu penso, pelo menos, talvez ajude em algo.
+2 arrasou
verusca . 4 anos
Obrigada Brenda, que legal te ouvir, sabe ele até manifesta que quer ajudar em casa, limpa o quarto dele, lava a louça, mas logo ele deixa tudo pra lá, o problema é que parece que esta perdendo o controle e só fica no quarto, não sai de casa, não vai a lugar nenhum a não ser na escola, estou preocupada com a saúde dele, sinto que esta agressividade pode ser devido ao vício da internet, meu marido reclama e não consegue ajudar ele apenas me cobra uma atitude, pois ele não é filho dele, mas é bem isso muitas conversas, e acompanhar o andamento ver o esforço dele em mudar.
0 arrasou
Anitta . 4 anos
Concordo com a Kelly.
Também não sou mãe, mas acho que ter uma conversa séria com ele pode te ajudar.
Converse com ele e com seu marido também sobre as agressões (físicas e verbais), diga que não irá mais permitir esse tipo de comportamento, pois não é correto agir assim.
Eu lembro de você já ter feito uma pergunta sobre o seu filho há um tempo atrás, e vou repetir o que te disse na ocasião: corte as regalias. Pode parecer duro, mas as vezes é necessário para mostrar quem é a autoridade da casa.
A ideia da Kelly de chamar o pai para conversar se for possível também ótima.
+1 arrasou
verusca . 4 anos
Ontem era bem tarde acho que passado da 1 hora da manhã, meu filho estava na cozinha jantando com o amigo dele, a luz estava acessa e dava na porta do nosso quarto, meu marido foi até a sala e pediu para ele desligar a luza da cozinha, dai ele falou "Porque não fecha a porta do quarto então". Meu marido disse que estava muito quente e pra ele baixar a bola, dai ele disse: "Eu não goste de ti, não fala comigo! Dai meu marido falou, você esta falando assim comigo por causa do Gabi?
Dai ele chamou ele de babaca, eu fiquei muito nervosa na hora, imaginando no que poderia resultar uma nova agressão física, mas logo ele saiu da cozinha e foi para o quarto dele. Eu fiz que estava dormindo, mas eu ouvi a discussão. Disse pro meu marido que ele deve ter interpretado como uma ofensa pedir pra ele sair dali, que iríamos conversar hoje e que ele era o adulto, mas ele falou que ele não perdia por esperar, não esta fácil esses dois.
0 arrasou
nica01 . 4 anos
Verusca, você é a mãe, mas, pelo que entendi, seu marido não é o pai, to certa?
Principalmente no caso dos rapazes, é muito mais difícil lidar com um outro homem em casa e obedecer a ele. Nesta idade, os meninos já se acham adultos, donos da verdade e dificilmente conseguem enxergar algo além de seus próprios narizes, porém, aparentemente, em sua casa, sua relação com seu filho não é tão próxima, que tal então, se você se aproximasse mais dele? Como disseram as meninas, uma conversa é um bom começo.
Acredito também que, demonstrar que está ali para o que ele precisar, perguntar do por que do comportamento. Ter pulso firme sim, mas amizade também.

Seria bom se durante um período, você se referisse diretamente a ele e não apenas o seu marido. Mães e filhos quando são amigos, conseguem ter uma boa relação, tudo se torna muito mais fácil. Tente entender o porque deste relacionamento agressivo e fale sim sobre a busca de emprego/estágio. A procura de uma futura faculdade. Sente com ele e tentem ver qual sua perspectiva de futuro. Penso que tudo isso possa facilitar a situação em casa.

Mas, por favor, não escolha um lado e nem deixe que a relação marido X filho se torne uma competição, pois desta maneira, sem dúvidas, nada vai melhorar, um dos lados sempre se sentirá injustiçado.
+1 arrasou
gracinha1 . 4 anos
Eu, como as outras meninas aqui em cima não sou mãe..mas eu no seu lugar teria uma conversa sem cobranças com ele..Mostraria benefícios que o trabalha dá..independência financeira, responsabilidade...é muito bom ter seu próprio dinheiro sem pedir para pai e mãe..
Esse seu marido não tem que se meter na educação do seu filho (não é pai dele)..muito menos agredir!Desculpa a intromissão..mas eu no seu lugar teria terminado meu casamento ai!Imagina alguém agredir um filho meu!
+2 arrasou
Anitta . 4 anos
Imagino como é difícil para você estar no meio do fogo cruzado.
Mas converse com seu filho, explique como se sente com esses acontecimentos, deixe que ele diga também como está se sentindo. Escute-o com atenção, pergunte o porque dele tratar o seu marido dessa forma. Explique que como mãe você o ama, e por amar quer o melhor para ele. Disciplinar e educar o filho também é uma forma de amar e é isso que ele precisa entender.
+2 arrasou
Lili Nascimento . 4 anos
Veruska, Adolescentes precisam fazer parte de algum "grupo", e foi na internet que ele se encontrou. Converse numa boa, mas não esqueça que na sua casa você é autoridade. Deixe claro que não vai tolerar falta de educação e que você está disposta a apoiá-lo em qualquer trabalho que ele quiser, desde que seja honesto. Talvez ele só precise de um pouco mais de atenção, converse com ele sobre internet, namoro, sonhos e medos, seu filho precisa saber que ele é importante em sua vida e que você o respeita, mas também merece respeito, assim como seu marido.
+1 arrasou
S.O . 4 anos
Converse com seu filho, preste atenção em como ele se comporta. Ele pode estar passando por alguma dificuldade ou problema e acaba fazendo isso pra chamar a atenção de vocês. Essa raiva excessiva e essa falta de ânimo pra sair, podem ser resultado disso
+1 arrasou
verusca . 4 anos
Olá meninas, quanta atenção vocês me deram, como todas disseram ele precisa de atenção também... e eu andei meio afastada dele em virtude de trabalhar tanto, e ele já se referiu muitas vezes sobre isso, mas eu desconsiderei, até teve um dia que ele me disse que eu não sei ser mãe, que ia me mostrar um vídeo onde mostrava o que era ser mãe de verdade, mas no fim eu não olhei... vou tentar olhar junto com ele... Mas o que eu queria contar é como foi nossa conversa, ele colocou o seu ponto de vista, me disse que se sentiu invadido e que meu marido era um babaca, por todas as coisas que ele já havia feito, surras, desrespeito, sente mágoa e não gosta dele, mas como aconselharam eu falei sobre a importância do respeito e da tolerância entre os dois, e que eu não iria admitir mais agressões físicas, que isso era inadmissível, falei de como eu me sentia arrasada com essa situação, e que por mais que ele não gostasse do meu marido mas que ele morava na nossa casa e que deveria nos respeitar e colaborar mais, um ponto positivo foi que ele falou comigo bem tranquilo, disse que gosta sim de estar na internet, falou sobre seus planos de servir ao exército com o amigo que antes era uma hipótese fora de cogitação, agora já esta pensando na possibilidade, e que o pai dele também aconselhou que seria uma boa oportunidade, outra coisa que falou era que quando ele completasse 18 anos ir morar junto com mais dois amigos e que até a minha enteada tinha falado em morarem juntos, mas ele prefere morar com os amigos... falou em como eles iriam se organizar, trabalhar meio turno e jogar muito na internet... crianças grandes! Falou que quer trabalhar no ramo da alimentação e até já estou vendo alguns cursos pra ele e o amigo iniciar.
Esse amigo é muito intimo e companheiro dele, acho que é um ponto de apoio que ele tem! Confesso que senti um aperto no coração quando ele falou em sair de casa, mas gostei porque esta pensando como gente grande e mostrando pra gente que ele cresceu e merece ser tratado como tal. E em relação ao emprego ainda esta difícil, ele arruma desculpa, mas acho que se ele se qualificar já será um passo importante!

Agradeço de mais a todas que dispuseram um tempo de sua vidas para me dar apoio, num momento bem difícil par mim!

Obrigada meninas.
+2 arrasou
Anitta . 4 anos
Que bom que vocês conversaram Veruska. Fico feliz por vocês!Um beijo.
+1 arrasou

Sua resposta AQUI

Que bom que vai responder!! Só lembrando que estamos aqui para realmente AJUDAR outras pessoas, então pense nisso! Obrigada! :)
relacionamentosexoautoestimabelezaestilotrabalhoentretenimento
🙋 Editar resposta 🙅 Excluir resposta 👀 Ocultar resposta 👀 Republicar resposta 😠 Denunciar resposta 😠 Remover denúncia
...