Mariane Santos

Observadora das coisas cotidianas, busca encontrar poesia até numa massa de pão (e que massa de pão linda estamos falando, hein); observadora das sutilezas poéticas que cercam as pessoas, escreve por necessidade, sem escrever perderia o (pouco) da sanidade que lhe resta; estudantes dos comportamentos humanos na escola da vida; aquela que decidiu não decidir; escreve pra postar que as pessoas carregam coisas que não sabem, ou que ignoram, e eu nem tô falando daqueles órgãos com nomes estranhos ou ossos que parecem insignificantes que quando voc… Ah, vocês entenderam. Ama cerveja, mas sabe como apreciar um bom café; tem intolerância à lactose, mas acha que vale o sacrifício quando o assunto é chocolate.