Thayna Gomes

Um vicio insano por filmes repetidos, livros de romance, música melosa. Cheia de manias e medos estranhos. Capricorniana nata, sou gelo por fora e fogo por dentro. Pra chegar perto, é preciso aguentar litros de intensidade. Não escrevo pra salvar o mundo, escrevo pra salvar à mim mesma de monstros que insistem em me assombrar. Transbordo palavras, vomito poesia, e só deus sabe o quanto eu adoro o silêncio. Uma romântica perdida por esse mundo de caos. Da maioria das pessoas, eu tenho vontade de jogar o repertório no lixo. Não quero falar do que é recíproco, quero o que é real. Eu sempre gostei de verdades na cara.