O que você procura?

Não consigo entender o que acontecerá de diferente na vida do sujeito que vira pra uma mulher que está começando a conhecer e pergunta:

‘Com quantos caras você já dormiu?’

Virou alguma espécie de competição? É pra saber quem sabe mais sobre sexo? Ou é apenas para colocar em prática todo o preconceito que já está embutido na pergunta? É uma idiotice sem tamanho querer saber algo tão íntimo de alguém sem que se tenha intimidade alguma.

E mesmo com a intimidade, pode ser de um mau gosto absurdo dependendo da hora em que se faz a pergunta.

Acredito que existem diversas questões atreladas a essa curiosidade masculina, mas o que aparece sempre (e bem) forte é o machismo que muitos carregam – até mesmo sem perceber. E o mais engraçado é que não muda em absolutamente nada o fato de que, naquele momento, ela está ali. Talvez pudesse estar com outro mil caras, mas está ali.

Bom, esse fato deveria ser o mais importante da noite (ou qualquer hora). E independente do número que ela diga (se é que ela conseguirá responder a uma coisa tão absurda), o desejo pelo instante não deveria mudar. A vontade de ter se arrumado, se produzido, dedicado seu tempo. Valorizar isso é o mínimo que se espera de qualquer um.

Só que ainda tem muito homem que leva consigo a babaquice de não admitir que mulher fale sobre sexo. Muito menos que ela tenha tido uma vida sexual tão ativa quanto a dele. E fale sobre isso sem pudor. E olha que nem mesmo entramos no mérito do que é o prazer na hora H. Tem cara que negligencia ao extremo quem divide a cama com ele e parece querer fazer e sentir tudo sozinho. Mais fácil comprar uma boneca.

Inflável e único dono.

com quantos caras você já dormiu - 1

Talvez, enquanto nós, machos, continuarmos reprimindo as opiniões femininas, olhando com maus olhos as que falam abertamente sobre o assunto (ou achar que tocar nele é um tipo de insinuação), e fazendo a abominável separação entre “pra comer” e “pra casar”, estaremos sempre colocando em prática o preconceito plantado desde pequenos em nós.

“Sexo é vida” como bem diz o slogan de uma clínica de saúde. E qual é o problema de alguém já ter vivido muito? O que mudará se as roupas forem ao chão e o cara lembrar com quantos ela já se deitou? Ele vai transar com ela ou com o passado dela? Ele vai se relacionar com a mulher ou com os fantasmas das relações passadas?

Acredito que quando duas pessoas estão se conhecendo, a bagagem sexual pregressa deve ter pouca relevância e o que está sendo mostrado ali, sobre caráter sincero e limpo, é que interessa. O resto é detalhe supérfluo que não acrescenta em nada. É a besteira de achar que encontraremos no outro um livro em branco. Ora, em branco é uma nova história. É o que pode surgir a partir dali pra depois.

Não antes disso.

Imagem: Reprodução / Qual o seu número? 


Alguém já te perguntou ‘Com quantos caras você já dormiu?‘. Comente na pergunta abaixo:

Área especial sobre Orgasmo Feminino

Sabia que a gente tem uma área especial sobre Orgasmo Feminino com muitas dicas, técnicas, fotos e vídeos?

Veja uma prévia do que espera por você

Você ainda poderá participar do nosso grupo fechado no Facebook e tirar dúvidas com uma Sex Coach, além de falar sobre o assunto com outras mulheres!
Vamos nessa? 😉

Acessar o especial Orgasmo Sozinha

@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤