O que você procura?

Se você é mulher, então existe 98% de chances de você ter celulite no corpo. E isso não é um exagero, já que esse número define, oficialmente, quantas mulheres no mundo tem furinhos: 98%. Ainda assim, somos constantemente julgadas por essa questão de pele – que não faz nada para a nossa saúde – e nos sentimos mal em colocar roupas curtas que deixam as celulites à mostra.

Chrissy Mahlmeister, editora de lifestyle do Buzzfeed norte-americano, fez um experimento justamente por conta de todo esse julgamento. Ela, que não costuma usar roupas curtas, topou passar por algumas experiências deixando as suas celulites à vista para saber como ela e as outras pessoas reagiriam a isso.

Você deve imaginar o resultado: por mais que ela tenha, de fato, os furinhos na perna, ninguém além dela mesma se preocupou com essa questão. Sair na rua com shorts curtíssimos, correr em lugares públicos e usar um biquíni apenas deixou escancarado a forma como ela mesma se vê e como ela permitiu que os padrões de beleza afetassem o que ela pensa sobre si mesma.

“Eu passei a maior parte da minha vida adulta escondendo o meu corpo com vestidos longos, calças, mangas longas, mesmo que isso significasse suar bicas no verão. Porque, sim, imagens não realistas e cheias de Photoshop de mulheres e uma vida inteira sendo julgada pelo corpo me arruinaram a esse ponto”, disse ela.

Chrissy percebeu que continuar escondendo o seu corpo por uma questão puramente estética apenas mantém esse ciclo e essa ideia de que as mulheres devem ter vergonha dos seus corpos se eles não estão de acordo com as imagens nas campanhas ou as fotos nos editoriais de moda.

98% of women have cellulite and i'm fuckin' tired of feeling bad about it 🖕

A post shared by Chrissy Mahlmeister (@sweatmoustache) on

No primeiro dia do desafio, ela usou um vestido curto para trabalhar e disse que sentia vontade de chorar toda vez que olhava para as pernas, mesmo seus colegas de trabalhando falando repetidas vezes que ela estava linda. Além disso, ela publicou uma foto do look no Instagram e imediatamente perdeu mais de 10 seguidores, o que mostra como as pessoas têm certa aversão a ver mulheres como elas são de verdade.

Com tudo isso – e alguns altos e baixos na experiência –, Chrissy disse que começou a entender um pouco mais sobre o longo processo que é aprender a amar o próprio corpo e a importância de ser quem você é, 100% do tempo.

yo, i started a hashtag #showyourcellulite SHOW ME YER HOT BODS LET'S START A FUCKING MOVEMENT YOU GOT THIS

A post shared by Chrissy Mahlmeister (@sweatmoustache) on

“Eu apenas comecei no caminho de amar a mim mesma, mas está nas nossas mãos andar o resto da estrada. Não se cubra. Não corte a celulite da foto. Não coloque um filtro. Seja real e todas nós vamos ser melhores por isso. (e se alguém não gostar, pro inferno com eles!)”.

Imagem: Instagram


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)