O que você procura?

Paola Corsella e Rita Lobo se tornaram fenômenos no Twitter por não aceitarem – de jeito nenhum – comentários machistas nos seus perfis. Cada um deles é respondido à altura, de um lado com explicações bem simples e fáceis de entender, por outro com doses cavalares de ironia e cinismo. As gente já sabem que os homens passam vergonha na internet (e na vida como um todo), mas é sempre legal pontuar quando isso acontece para a gente saber identificar e responder de acordo.

Vale lembrar que o objetivo aqui não é criar uma caça aos homens, uma rivalidade destrutiva ou até incentivar o ódio. Não é isso que o Superela defende. O nosso objetivo é, simplesmente, mostrar como existem centenas de milhares de comentários que os homens fazem diariamente com uma base totalmente machista e é o papel de todos (das mulheres e dos próprios homens) ajudarem na mudança dessa mentalidade. E a gente bem sabe que isso só acontece quando se dispõe a ensinar e a outra pessoa, a aprender.

Então, vamos usar essa oportunidade para saber identificar quando um homem está sendo machista, dentro e fora da internet, para desconstruir o que a gente pensa sobre o assunto e ajudar nessa fase mudança. Ah, e se você quiser saber  mais sobre isso, pode sempre consultar páginas no Facebook que tem um compilado de momentos machistas (e de vergonha alheia) online.

1.Esquerdada feminista

O feminismo defende que homens e mulheres são vistos como iguais em todas as esferas da sociedade. Ser feminista significa que a mulher quer ser tratada da mesma forma que os homens – e ponto.

2.Os 85%

homens passando vergonha
Generalizar nunca é bom (vide aquela frase típica dos homens ‘mas nem todo homem’), e isso vale para qualquer coisa. Definir as mulheres por causa do contato que elas tem com a própria sexualidade e por suas escolhas sexuais é uma forma de opressão.

3.Síndrome de inferioridade

A imagem pode conter: texto

A nossa sociedade atual foi formada em cima da ideia de que as mulheres devem apenas cuidar da casa e serem mães – e os homens devem ser os provedores. Ou seja, a partir do momento que uma mulher ganha mais do que o homem, isso é visto como uma ameaça ao seu papel.

4.O ‘macho’ vai ser extinto

A imagem pode conter: texto

Querendo ou não, essa é a intenção. Na verdade, o que o feminismo quer é que homens e mulheres sejam livres de estereótipos de gênero para fazerem o que bem entenderem. Se homens querem usar saias, eles podem. Se querem brincar de boneca, aprender a fazer crochê ou brincar de casinha, eles podem também. É uma questão de liberdade.

5.Casar é a solução

A imagem pode conter: 1 pessoa

Existe uma crença de que o único papel da mulher é cuidar da casa e ser mãe (como a gente comentou ali em cima). Logo é o óbvio que o casamento vai ser visto para a solução dos problemas ‘do homem’. Agora ele tem alguém para cuidar da casa, fazer o almoço e passar as camisas. Isso é machismo porque a mulher não é obrigada a fazer tarefas que são do interesse de todos que moram em uma casa.

7.Dois pesos e duas medidas

A imagem pode conter: texto

Quando o assunto é estupro, a regra é que não vale generalizar e que a cultura do estupro é um mito. Foi a mulher que pediu, o cara é uma exceção, ela não deveria estar andando sozinha a noite, ele é doente… São dois pesos e duas medidas. Nos crimes em geral, é sempre aquela coisa do ‘bandido bom e bandido morto’, mas nunca quando o assunto é a violência contra a mulher. Nesses casos, tudo ‘depende’: da família da pessoa, da criação que teve, das oportunidades de vida… O estupro e a violência contra a mulher é vistos como uma coisa pontual e não estrutural da sociedade.

8.A questão da mãe ‘solteira’

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

A gente já falou que mães solo (o termo correto, diga-se de passagem) sofrem muito com o preconceito e o machismo. Porém, há um erro em achar que a mãe é errada só porque está criando o filho sozinha. Isso tira a responsabilidade do pai, que não está presente por algum motivo (muitas vezes, por puro abandono) e culpabiliza a mulher por ser mãe e precisar cuidar, sozinha, de uma criança.

9.O relacionamento abusivo

homens passando vergonha

Os homens acreditam tanto na própria importância que acham normal controlar as mulheres (e que elas aceitem esse controle). Pedir para uma mulher deletar uma rede social, cortar o contato com alguém ou não sair de casa sozinha não é ‘amor’, é abuso.

10.O tal padrão de beleza (e comportamento)

A imagem pode conter: texto

O padrão de beleza é uma criação altamente machista. Isso porque funciona só para as mulheres e não para os homens: elas precisam estar sempre bonitas, com o corpo bem cuidado, bem-vestidas, usando uma maquiagem delicada e mais mil regras impossíveis de seguir. Além disso, precisam se comportar de um certo jeito para ‘conseguir um marido’ (como se esse fosse o desejo de todas).

 

E o que fazer quando ver um comentário ou postagem desse tipo? Primeiro avalie se vale a pena entrar na briga. Segundo, evite brigar. Saiba que nem tudo mundo vai aceitar bem os seus comentários e saiba quando parar de alimentar uma discussão que não é produtiva. Mas apontar o equívoco é sempre interessante para fazer a pessoa pensar sobre o que ela disse, a única regra é sempre fazer isso com educação e buscando clarear as ideias de alguém.

Imagem: Stock Snap / Reprodução


 


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual conteúdo você gostaria de ver no Superela?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)