O que você procura?

Quase sempre esperamos que os outros reparem na gente, observem o que temos de melhor, seja física ou intelectualmente. Se isso acontece, é ótimo, não é? Nos sentimos felizes, amadas, queridas… Mas quantas vezes nos sentimos um grande nada porque ninguém parece observar aquilo que temos de bonito e especial?

Queremos que os outros coloquem luz em cima das nossas qualidades. Queremos que nossos parentes, amigos, parceiros digam que somos bonitas, inteligentes, elegantes… Mas e nós, o que fazemos por nós mesmas? Precisamos mesmo esperar que o outro nos valide para nos sentirmos bonitas e bem?

Acredito que antes que alguém diga que somos, é preciso que a gente acredite na nossa beleza, no nosso potencial para alcançar o que quer que seja, que a gente acredite no que temos de bom a oferecer. O resto do mundo vê o que nós refletimos, a nossa energia, o que desejamos transmitir, sabe? Se nós acreditamos (de verdade) no que temos, seja beleza ou habilidades, quem estiver ao nosso redor vai acabar percebendo isso.

Até aqui já vimos que é preciso começar a se observar e encontrar aquilo que há de bonito em si e deixar que isso transpareça. É ótimo e é o que todo mundo quer, certo? O negócio é saber por onde começar. Caso essa seja sua questão, as dicas abaixo podem ajudar!

Dicas para perceber suas qualidades:

qualidades

1. Por um momento que seja, deixe os modelos de lado

Vamos esquecer, nem que seja por um momento, os modelos que nos empurraram goela abaixo desde antes da gente nascer. Sabe aquela modelo incrível que você segue no instagram? Pois é, esqueça das imagens nos feeds por um instante e foque na sua própria imagem, em ser uma versão melhorada de si. Aproveite o momento para se fotografar, testar uma maquiagem, um penteado, começar um ritual de cuidados com a pele, fazer combinações diferentes com as peças do guarda-roupa, veja como você se sente melhor. Conseguiu identificar seus pontos fortes? Trate de ressaltá-los no cotidiano. Não é algo que surja assim da noite para o dia, mas é um exercício constante e aos poucos vamos ficando melhores nisso, nos sentindo bonitas.

2. Medite

Num mundo em que somos bombardeadas o tempo inteiro com informação e também com muita cobrança, fica difícil mesmo ouvir a voz interior da autoconfiança. Às vezes até parece que a gente nasceu sem ela, é ou não é? Mas ela está apenas abafada por tantas outras vozes que dizem o oposto, e a tendência é ficar meio descrente na suficiência de quem somos. A prática da meditação é ótima para retomar o foco, silenciar um pouco os ecos do mundo ao nosso redor, equilibrar as emoções…

Hoje aprender a meditar está na palma da nossa mão! Vários aplicativos estão disponíveis na web, como o Headspace, o Stop, Breathe and Think… Pesquise, escolha o seu favorito e abra um espaço na agenda para ficar consigo mesma meditando que tem tudo para dar certo e dar um up na sua autoconfiança.

3. Não fuja dos desafios

Às vezes a gente acha que não tem nada de legal para mostrar aos outros, mas na verdade a gente pode estar muito bem sentada no sofá da zona de conforto! Lá é fofinho e a gente não quer sair, né? Mas às vezes o que a gente precisa é se desafiar a fazer algo que não se imaginou fazendo; ou algo que sempre quis fazer, mas por algum motivo não teve coragem. Pode ser aula de desenho, de música, culinária, praticar um esporte, aprender um idioma… Você quem sabe! A sensação de estar evoluindo em algo que se propôs a fazer faz com que a gente se olhe com carinho e se aprecie interna e externamente.

Começou algo e percebeu que não curte? No problem! Há muita coisa bacana para se experimentar por aí e em algum momento a gente encontra o que eleva nosso espírito e nos faz sentir bem com a gente mesma.

4. Não se martirize nos dias ruins

Mesmo as pessoas mais autoconfiantes e de bom astral do mundo tem um ou outro dia mais ou menos… E isso acontece! Mas ter momentos de tristeza ou dúvida não invalidam nada, não fazem de você uma fraude ou algo assim.

Para os maus dias, a pedida é conforto e carinho. Mesmo que você não esteja muito a fim, se presenteie com um lanche, um chá, uns episódios da sua série favorita, boa música, tire um cochilinho (se puder), busque o colo de alguém querido, como a mãe, a irmã ou a melhor amiga, volte para a dica 2… E lembre-se: dias ruins são como uma nuvem pesada num dia de chuva, e vão passar.

Se você já faz uma dessas coisas (ou tudo isso), continua nesse caminho que tá legal! São formas de a gente se dar atenção e se apreciar; e obviamente não são as únicas. O importante é que a gente não precisa esperar que uma terceira pessoa nos mostre nossos pontos fortes, podemos começar nós mesmas a fazer isso, e só temos a ganhar.

qualidades

Imagem: Pinterest


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)