';

Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Ser ansiosa vai além de ter mãos trêmulas, falta de ar e taquicardia. Na ansiedade crônica, a dona Crise faz muito mais do que isso.

Ela veio. Chegou na semana passada. Quando acordei naquela manhã, ela já estava instalada e bem acomodada. Não tinha mexido em nada, não tinha mudado uma poeira, um incenso ou um pelo de gato de lugar, mas parecia que tinha feito a maior bagunça.

Fiquei puta da vida. Eu não a queria ali, ela não era bem-vinda. Eu já tinha desacostumado, sabe. Afinal, fazia um bom tempo desde a sua última visita e, apesar dessa dona ser invisível aos olhos de todas as outras pessoas, parece que ela enche a minha casa e toma muito, muito espaço.

ansiosa

Esta é a confissão de uma pessoa ansiosa

Brincando de Bruce e Dory, digo: Oi, meu nome é Lili. Sofro de ansiedade crônica e espero que este depoimento ajude alguém que também sofre.

Então, a dona Crise veio. Gostaria de dizer que veio e já se foi, uma visita de médico ou, como falavam antigamente, “fez que nem cachorro magro”, que chega, come e vai embora. Mas, não.

Sabe, a dona Crise pode chegar e se sentar confortavelmente na sua poltrona preferida e você sabe que ela vai atrapalhar seu dia de diversas formas: ela pode te dar uma baita dor de cabeça (daquelas dignas de ressaca). Ela pode te jogar na cama, com um cansaço absurdo e um peso sobre os ombros, como se você tivesse carregado uma criança no cangote…

Ela pode te deixar sem energia e exaurida e, ao mesmo tempo, irritada com tudo e com todos ao seu redor.

Ela também é capaz de roubar toda a sua concentração e todo o seu foco, fazendo com que ler uma coluna no Superela, um post do Face ou uma matéria no Catraca Livre seja impraticável. Mas, você quer ler! E tenta, e insiste, e briga…

ansiosa

Você passa os olhos no primeiro parágrafo, mas eles doem. Parece até que cada órbita está seguindo um rumo diferente. Mas você os força, só mais um pouquinho, e aquelas três primeiras linhas de texto viram uma sopa de letrinhas intragável.

Daí, você se irrita. É realmente impossível se concentrar, não dá nem pra seguir uma receita de bolinho de chuva. O pensamento linear é sequestrado e a dona Crise coloca um impostor no lugar dele: o pensamento cíclico.

Pensamento Cíclico

Começa, vai e volta pro mesmo ponto. A cobra engolindo o próprio rabo, o aro infinito que não se quebra e te aprisiona.

ansiosa

Os pensamentos cíclicos são viciosos. Você quer e tenta a todo custo afastá-los, mas é incapaz. Como aquele: “não pense num coelho rosa” (coelho rosa, uma cesta com coelhos rosa, uma jaula com coelhos rosa)…

Como um dementador do Harry Potter, os pensamentos cíclicos tendem a te fazer reviver as lembranças que você mais teme  – e, infelizmente, não adianta comer chocolate, bem. Feitiço? Ah, que feitiço? Eu não lembro nem do meu nome e vou me lembrar de um feitiço? Bom, até lembro, mas como é mesmo que se faz?

É. O que fazer?

Quando a dona Crise vem, me sinto como uma criança cansada, daquelas que ficam brigando com o sono, irritada e brava porque não quer dormir. Mas essa criança precisa dormir, porque todas essas sensações chatas e debilitantes só vão passar depois que ela finalmente aceitar que está com sono e tirar um cochilo.

Lifetime GIFs - Find & Share on GIPHY

Aceitar e respeitar

Aceitar que a dona Crise veio e entender que, vez por outra, ela vai fazer uma visita. Ela está aqui na minha sala, agora, sentada na minha poltrona listrada, com as pernas cruzadas, mas me segue para os outros cômodos da casa enquanto hóspede. E não vai embora.

Enfim, eu a aceito.

Aceito e entendo que, durante alguns dias, eu não vou conseguir ler e compreender o que está escrito no rótulo do shampoo. Aceito e entendo que vou me levantar da cama já cansada e que vou ter sono durante o dia, porque o da noite foi péssimo.

Aceito e respeito as limitações desses dias, quando a dona Crise vem, porque entendi que quanto mais eu brigar, esbravejar ou mesmo a ignorar, mais ela vai me fazer companhia.

Ela vai embora quando eu menos esperar. E, junto com ela, vão também a irritação, a urgência, a dor de cabeça, o cansaço medonho. A concentração volta e eu volto a escrever.

Se a dona Crise te visitar, não a expulse, não brigue com ela. Quando ela se for, de mala e cuia, seus pensamentos vão voltar ao normal e aí – só aí – você vai entender porquê ela veio.

Imagem: visualhunt


E o que vocês responderiam a essa pergunta aqui abaixo, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual conteúdo você gostaria de ver no Superela?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)