O que você procura?

Já estamos namorando há alguns meses, ele sempre foi muito pacato e reservado, mas eu sempre fui cheia de fogo e bem animada. No começo achei que jamais fosse dar certo, mas fiquei surpresa porque a cada dia que passa estamos vendo que esse é o equilíbrio certo.

– Oi amor, o que vamos fazer hoje?
– Não pensei em nada, você pensou?

– Queria te fazer uma surpresa! Mas você tem que prometer que vai gostar!

– Como assim? Você é muito doida, tenho medo rsrs
– Aceita?
– Aceito.

Sexta-feira, 20h, passei pra buscar ele em casa. Ele entrou no carro e já começou o interrogatório.

– Onde vamos?
– SURPRESINHA!! Só vai descobrir quando chegarmos.

Ele ficou ansioso, vermelho, tudo junto. Eu estava adorando essa adrenalina, mas ainda estava com medo da reação dele. E se ele não gostar e ficar puto comigo? Mas preciso tentar, precisamos agitar nosso relacionamento.

Centro da cidade, estacionei um pouco distante do lugar. Ele já não fazia mais perguntas, ficou meio calado, estava bem nervoso. Eu estava bem mais, porém estava animada com o que poderia acontecer. Chegamos.

– Prontinho, chegamos. Vamos entrar!
– Mas amor, isso é uma boate? Que surpresa é essa? Não to entendo nada!
– Vamos entrar, você já vai entender!

Entramos. A moça da recepção disse que tinha que deixar a bolsa, celular, tudo no guarda volume! Só poderia entrar com camisinha. Ele olhou pra mim e falou sussurrando.

– Que porra é essa?
Casa de Swing! Já ouviu falar?
– É O QUE? Aquele lugar que todo mundo transa com todo mundo? Suruba?!
– Tipo isso, mas só te trouxe aqui pra gente olhar. Não precisamos fazer nada.

Ele não disse mais nada.

São dois andares, o primeiro é como se fosse uma boate mesmo. DJ, jogo de luz, palco com pole dance, bar, garçom e pessoas dançando normalmente. Ele ainda estava bem travado, mas sabia que já já ia se soltar. Começamos a dançar, beber, conversar, rir… Ele já tinha bebido umas 3 doses de tequila, então já estava mais animado e soltinho. Até que foi anunciado um show de stripper, ele me olhou e sorriu. Pronto, agora ele já está bem solto e curtindo a vibe do lugar.

Um casal subiu no palco e começou a tirar a roupa, a se beijar e, em pouco tempo, estavam transando em cima do palco como se não tivesse ninguém olhando. Ele não tirava os olhos do palco, olhava pra mim como se estivesse curtindo. Cheguei perto dele para dar um beijo e senti o pau dele duro. Touché! Deu certo, vamos ter uma noite diferente! Começamos a nos beijar na pista de dança. O beijo foi ficando mais intenso, ele começou a passar a mão na minha bunda por dentro do vestido. Puxava meus cabelos até que me jogou numa parede. Os outros casais estavam se pegando, mas naquele área não podia tirar a roupa, só no segundo andar. Ali era só o aquecimento.

– Vamos subir pra gente ver como é lá?
– Eu quero te comer aqui!
– Então, vamos lá…

Subimos.

Eram três salas grandes com camas redondas bem grandes e bem escuro. Dava pra ver as pessoas, mas não nitidamente. Assim que chegamos no segundo andar, começamos a ouvir os gemidos. Era como se fosse uns 30 vídeos pornôs ao vivo. Casal transando na cama, mulher chupando homem em pé, dois homens com uma mulher, duas mulheres com um homem, tinha de tudo naquelas salas. Além dos quartos coletivos, tinha mais três quartos privativos onde tinha porta com tranca para quem quisesse transar sem que ninguém visse.

– Vamos para o quarto reservado?
– Não! Você me trouxe aqui né? Agora quer transar no reservado? Se fosse assim a gente ficava em casa!
– UAUUUU, é você mesmo? rsrs

Sentei na beira de uma cama enorme, que estava muito bem ocupada e comecei a chupar ele. Não demorou muito chegou um casal perto da gente. A mulher começou a chupar ele junto comigo. No começo eu fiquei meio sem graça, era a primeira vez que dividia o pau do meu namorado com alguém. Mas logo em seguida o cara que acompanhava a moça que chupava junto comigo, começou a me dedar. Afastou minha calcinha e ficou me masturbando. Eu abri as pernas, continuei chupando ele junto com ela enquanto sentia aquele desconhecido me tocando.

surpresa

Minha boceta começou a ficar bem molhada, e aquela posição já estava ficando desconfortável. Deixei ela chupando ele e me deitei na cama, onde tinham mais uns três casais transando entre si. Deitei na pontinha da cama e abri as pernas. Ele continuou me dedando com uma mão e com a outra mexendo no meu clitóris, meu gemido começou a sair mais alto e logo veio mais um homem chupar meus peitos. A surpresa e sensação de estar recebendo tantos estímulos era uma das melhores.

Abri os olhos e vi meu namorado comendo a menina e dedando uma segunda. Olhar para aquela cena me deixou com mais tesão. Eu estava vendo meu namorando com duas desconhecidas e não senti ciúmes, senti foi um tesão da porra. O rapaz que estava me dedando vestiu uma camisinha e meteu em mim, o outro continuou chupando meus peitos e um terceiro apareceu de pau duro para eu chupar.

Olhei pro teto e vi no espelho a cena completa: eu estava deitada, um homem me comendo em pé, outro chupando meus peitos, e um terceiro de joelhos pra eu chupar. Estava completamente ocupada e sentindo um prazer inexplicável. Sugeri da gente ir para outro quarto com mais espaço.

Todos aceitaram, inclusive meu namorado com as duas meninas.

Chegamos no quarto praticamente vazio e nos acomodamos. Fiquei de quatro ao lado de uma menina. Nós duas estávamos sendo comidas, chupadas e tocadas. Olhei pro lado e via o prazer que ela sentia. Não pensei duas vezes, começamos a nos beijar. Não demorou muito eu gozei. Sentia meu corpo todo dormente, meu clitóris estava pulsando. Eu estava toda molhada e ela também.

Ficamos em pé e continuamos nos beijando. Meu namorado veio por trás de mim e ficou roçando o pau na minha bunda enquanto o namorado dela ficou de joelhos chupando a boceta dela. Nosso beijo foi ficando mais intenso e desci até os peitos dela. Chupava e mordia delicadamente, empinei minha bunda e deixei meu namorado me comer em pé. Ele me comia forte, segurava minha cintura enquanto eu chupava os peitos dela e ouvia os gemidos. Gozamos mais uma vez. Eu estava cansada, mas meu tesão não acabava.

Eu queria mais e mais. Não imaginava que isso era tão bom!

O dia já estava amanhecendo e eu estava ali, ainda surpresa, transando com mais um desconhecido, enquanto meu namorado estava tocando punheta e me olhando gemer. Ele gozou pela terceira vez, e eu já estava na quarta. Estávamos exaustos!

Saímos da casa de Swing satisfeitos, mas nosso tesão ainda estava presente. O homem pacato e reservado se transformou e isso me excitava ainda mais. A melhor surpresa da noite não foi pra ele, foi pra mim.

– Ainda tem energia?
– Meu pau ainda não dormiu… e você?
– Tenho o maior fetiche em transar na praia com o amanhecer
– Prefere Ipanema ou Copacabana?

Imagem: visualhunt

Área especial sobre Orgasmo Feminino

Sabia que a gente tem uma área especial sobre Orgasmo Feminino com muitas dicas, técnicas, fotos e vídeos?

Veja uma prévia do que espera por você

Você ainda poderá participar do nosso grupo fechado no Facebook e tirar dúvidas com uma Sex Coach, além de falar sobre o assunto com outras mulheres!
Vamos nessa? 😉

Acessar o especial Orgasmo Sozinha

@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual tema você gostaria de ver aqui?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)