Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Sim, ansiedade é uma doença. Quando não tratada, pode trazer resultados desastrosos para a vida de uma pessoa. Tudo começa no estilo de vida que se leva nos dias atuais: os planos precisam ser realizados com rapidez, muitas vezes, sem nem pensar nas consequências (leia mais aqui). Costumo dizer que, um pouco disso, é resultado do controle por conta da mídia e das pessoas que estão ao nosso redor. Mas a parcela maior se dá pelas cobranças que nós mesmos fazemos, sobre aquilo que não podemos ter.

Levando isso para um outro rumo, o que a ansiedade tem a ver com os relacionamentos que possuímos? Quando ela toma conta, você para de usar a cabeça e começa a usar as emoções, pois tem medo de ficar encalhada ou de perder a única pessoa que lhe deu um pouco mais de atenção. Quem nunca passou por uma situação semelhante ou mesmo conhece alguém que se encontra assim? Quem vê de fora, consegue perceber que não existe compatibilidade em nada, nos gostos, na forma de ver o mundo e até mesmo no jeito de amar. Paciência, hoje em dia, não está mais na moda.

Tudo é muito rápido. Ninguém que esperar por nada. Parece que a nossa vida está sendo cronometrada o tempo todo. É a era do fast food, do drive-thru, do wifi rápido, das caixas rápidas nos supermercados, das dietas de 5 dias, enfim. Tudo isso tem suas vantagens, mas quando essa mentalidade de “quero agora, já” é levada para a vida amorosa, as chances de isso dar certo são nulas. Digo isso porque a pessoa que aqui vos fala é extremamente ansiosa. Do tipo que acha que está tendo até infarto (sim, a ansiedade pode nos adoecer) por conta de coisas que ainda nem aconteceram. Na verdade, o sentimento é de pressa mesmo. Vontade de que tudo se realize logo e que os sonhos saiam do papel, maas não é bem assim que a banda toca, não é mesmo?

O mais engraçado, é que, normalmente, essas preocupações são por motivos banais. E um deles se dá pela falta de alguém ao nosso lado.  Quando olhamos para o lado e percebemos que até o bicho-preguiça, que não sai da própria árvore, tem alguém, e nós não, o desespero começa a bater em nossa porta (leia mais aqui). Alguns exemplos podem ser facilmente citados, como a jovem que engravidou para ficar com o namorado e, no final, percebeu que isso não seria suficiente para prendê-lo junto de si.

É o cara que, por medo de não ser o suficiente para a namorada, a afasta de todos os seus amigos, e por aí vai. Quantas não são as mulheres que, por medo de ficarem para titia, entram em relacionamentos ridículos? Dispostas, até mesmo, a permanecerem e serem vítimas de violência física e psicológica. Mas aí vai uma bomba, preparadas? Lá vai: quando optamos por ser pacientes, não estamos fazendo isso para os outros, e sim por nós mesmos. Mas como podemos evitar isso? Confesso, não é simples, vai precisar de toda a sua força de vontade, mas garanto que o resultado é compensador. Dentre muitas formas, listarei algumas:

Maneiras para você tentar controlar sua ansiedade

1. NÃO SE PREOCUPE SEM NECESSIDADE

controlar sua ansiedade - 1

Eu, por exemplo, tenho a mania de me importar tanto com as pessoas que estão ao meu redor, que acabo absorvendo para mim certas dores e preocupações alheias. Então, por favor, fique longe de toda a negatividade que te rodeia, seja ela qual for. Se importar com os outros é essencial, mas, às vezes, devemos dar uma pausa e nos preocupar com nós mesmos.

2. PENSAMENTO POSITIVO, SEMPRE

controlar sua ansiedade - 2

Calma, paciência, descanso e confiança. Em vez de manter pensamentos tristes dentro da sua mente, busque meios de mandar toda essa energia negativa para fora de você. Que tal sair para assistir um filme de comédia com as amigas ou simplesmente ler um livro que te remeta a coisas boas?

3. RESPIRE FUNDO, REPETIDAMENTE

controlar sua ansiedade - 3

Parece até bobo, mas isso realmente funciona. Quando controlamos nossa respiração, nosso organismo é obrigado a desacelerar, com isso seu coração fica menos aflito e você consegue ter maior domínio sobre suas emoções.

4.  NÃO SE REPRIMA, SE NECESSÁRIO, PEÇA AJUDA

controlar sua ansiedade - 4

Converse com alguém, coloque tudo para fora. Todas nós possuímos nossas limitações, e precisamos saber identificar quando chegamos em nosso limite.

5. CASO NADA DE CERTO, BUSQUE UM PROFISSIONAL.

controlar sua ansiedade - 5

Se todas essas dicas não servirem de nada (eu espero que sirvam), busque um psicólogo, ou até mesmo um psiquiatra, mas não deixe isso para lá (temos indicações aqui). Ansiedade é algo sério, e precisa de toda atenção. Com carinho, Bianca Ribeiro.

Imagem: Pinterest

@ load more