O que você procura?

São milhares e milhares de informações que absorvemos por dia. E durante cada um deles, passamos por tudo novo, de novo. Quando digo “de novo” me refiro ao fato de que, por mais que as situações pelas quais passamos sejam inéditas, elas ainda assim são resultado de algo que fizemos ou passamos. E aí, no amanhã, elas farão parte de outra nova aventura e experiência, e assim por diante. E assim todos nós vamos montando nosso banco de dados até estafar o peito de tantas informações. E é aí que o seu coração pede um descanso.

seu coração

O dia mal começa e a maioria de nós já se encontra infiltrada em discussões sobre políticas ou problematizações de qualquer assunto polêmico que seja.

Durante o café da manhã, grande parte de nós está com a cara enfiada no celular enquanto mastiga. Ali, a gente não está só empurrando um punhado de carboidratos pra dentro. Na verdade, estamos enfiando um tanto de informações úteis e inúteis guela abaixo.

No caminho para o trabalho descobrimos, via Instagram, quantos amigos já se casaram, quais já arrumaram novos empregos e o que nossos parentes jantaram na noite anterior. Também acompanhamos as férias de pessoas queridas e a trajetória de milhares de conhecidos que estão em busca do “peso ideal”.

Em um piscar de olhos já batemos papo com um tanto de gente, discutimos com algumas pessoas, passamos raiva em função de outras, e por aí vai. Em 15 minutos, conseguimos saber notícias de todos os crimes, mortes, golpes e fofocas que perdemos enquanto estávamos dormindo.

“Perdemos”… que palavra estranha pra isso, né?

Nessa semana, fui cobrada de não saber sobre determinado assunto porque não estava acompanhando o whatsapp. Porque resolvi dar ao meu coração um tempo de todo esse fuzuê. Mas quem disse que isso adiantou?

seu coração

Para quem não sabe, trabalho em casa. Apesar da aproximação com a família ser super gostosa, o tal do Home Office também tem suas desvantagens. Um parente querido de meu pai estava em estado grave no hospital, minha banca de TCC seria no dia seguinte, Taylor Swift havia lançado um clipe CHEIO de ódio e mensagens subliminares, as fofocas do VMA estavam todas pegando fogo, a moça da novela finalmente confrontaria a família em sua jornada pela mudança de sexo. E eu lá no meio. Absorvendo tudo aquilo ao mesmo tempo.

Quando dei por mim, estava com o whatsapp reproduzido em meu computador aguardando por notícias do parente enquanto stalkeava o facebook do filho dele procurando por mais notícias. Enquanto isso, escutava os updates de meu pai e minha mãe, também com as caras coladas no whatsapp, sentados em minha frente.  Durante todo esse processo, o vídeo da Taylor havia parado de carregar por problemas de conexão e, enquanto eu tentava resolver a situação, escutava a propaganda da novela que estava passando pela terceira vez só naquela hora.

Depois de um tempo, não aguentei a pressão e fui para o lado de fora da casa tomar um ar. Eram tantas perguntas, dúvidas e curiosidades que eu não aguentava mais.

E é aí que a gente percebe a hora em que o coração pede um descanso.

Sério, parece bobagem, mas esse incidente com o parente de papai me fez pensar em algumas coisas. De infarto fulminante, ele faleceu pegando a todos nós de surpresa. Novo, saudável. Sem querer parecer intensa ou dramática demais, isso pode acontecer conosco, sabe? Quantas vezes você parou para admirar o céu, ou para bater um papo com um amigo sem que nenhum dos dois esteja com o celular nas mãos?

seu coração

Ou então parou tudo para ver um filminho? Comer uma pipoca e sem dar pause, ou perder uma cena porque o celular apitou? Já experimentou observar o caminho que você faz todos os dias, e as pessoas com as quais você cruza durante o percurso?

Sabe, esse trem todo de tecnologia é muito bacana. E eu nunca estive tão antenada, informada e até mesmo próxima de pessoas amadas. Mas a tela do meu celular, do computador ou da televisão não deveriam ser a minha paisagem mais oficial e recorrente.

Pode parecer que não, mas o seu coração também pede por um descanso.

Precisamos de tempo para amadurecer e absorver as ideias. Precisamos de um ar puro para respirar enquanto refletimos sobre o que estamos fazendo e vivendo.

Deve ser muito triste pensar que nossa vida pode acabar amanhã e tudo o que a gente viveu e viu não passou de uma tela de informações superficiais.

Imagem: Cornelia Gillmann


E o que vocês responderiam a essa pergunta aqui abaixo, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤