O que você procura?

Outubro Rosa by cabify

“Quando me amei de verdade, pude compreender que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa. Então pude relaxar.”

Essa frase acima pode cair como uma luva, hoje em dia, na vida da Rafaela Souza, 29, Guiong Lee, 35, e da Dona Aurora, 77 anos. O que as três mais tem em comum foram os desafios, a fé e o pensamento positivo. Sendo assim, trouxe um pouco da história delas. Confira abaixo:

A vida antes e depois do câncer

Vamos começar por Rafaela Souza, que aos 26 anos foi diagnosticada com Linfoma de Hodgkin estágio II. “Meu Pet Scan (exame de imagem que utiliza uma substância radioativa para rastrear células tumorais no organismo) acendeu como um pisca-pisca em toda região da cervical e do mediastino (região próxima ao pulmão), linfonodos medindo até 9 cm.”, diz Rafaela.

Precisando correr contra o tempo começou o tratamento. Oito sessões de quimioterapia e dezesseis sessões de radioterapia durante seis meses.

depois do câncer - Rafaela 1

Tive medo de morrer, tive medo do meu esposo me deixar, tive medo de perder meus amigos… Tive dores múltiplas por toda a parte do meu corpo, tive náuseas, vômitos. Existiram dias que eu já nem sabia mais onde estava doendo. Eu dormia chorando e acordava pra chorar. Fiquei muito inchada por conta da medicação, engordei 26 kg, mas eu tinha uma vontade de viver que não me deixava desistir.

Fui abençoada, presenciei o amor em seu estado mais puro, o carinho que recebia dos amigos, de pessoas que eu nem conhecia, da minha família, do meu esposo que em nenhum momento fraquejou, e, em especial, da minha mãezinha, que é um ser iluminado em minha vida.

depois do câncer - Rafaela 2
Nesse tempo fiz amizades com pessoas incríveis, conheci quatro meninas, cada uma de uma cidade diferente do país, também diagnosticadas com Linfoma, através de uma rede social. Assim criamos um grupo só nosso chamado “Chupa Linfoma”. Lá passávamos o dia conversando sobre tudo, que ia muito mais além da doença. Até viajei para São Paulo e para Cuiabá para conhecer três delas.”  Conta.

depois do câncer - Rafaela 3

Hoje, dois anos após receber os exames que a consideraram livre do câncer, Rafaela retomou a sua vida normal e está em estado de remissão. Abaixo, ela conta o percebeu no final de toda essa provação.

“Confesso que faz um tempo que consegui enxergar o porquê precisei passar por tudo isso. Tudo tem um propósito. Tudo é para a nossa evolução, cabe a nós diagnosticarmos o que precisa ser mudado. Minha vida desacelerou um pouco, procuro sentir cada segundo que se passa, e o segredo de ter vencido tudo isso foi saber retribuir cada oração, cada boa energia, cada amor recebido. Sinto que papai do céu foi generoso demais comigo me dando essa segunda chance”.

É curiosa como a resiliência entra na nossa vida nos obrigando a ter um olhar mais demorado sobre todas as coisas, principalmente sobre a necessidade de recomeçar, de desconstruir para reconstruir.

No relato da Guiong Lee, você vai conseguir perceber como ter uma percepção positiva pode influenciar positivamente nesse olhar demorado que a vida nos obriga algumas vezes.

Guiong Lee recebeu o diagnóstico que mudaria sua vida em 2013, Carcinoma ductal infiltrante, GRAU III. “Me questiono quantas vezes li e reli essa conclusão de diagnóstico pra chegar a conclusão que algo estava pra mudar.

depois do câncer - Guiong 1

Todos me diziam: “Se aconteceu com você, você tem força pra superar”, mas Como eles poderiam saber isso? Como poderiam afirmar? Hoje sei que eles me enxergavam , melhor que eu. No mesmo dia após o diagnóstico foi me dado algumas opções de cirurgias na mama, retirar com reconstrução imediata, e informações de como seria o tratamento pós-cirurgia.

Nunca vi minha casa tão cheia, nunca me senti tão amada. Descobrir que tinha sim aquela força que todos viam, mesmo quando meu corpo queria dizer o contrário. Cada etapa EXIGE que as forças sejam renovadas, que as inseguranças fiquem em segundo plano. A cirurgia foi um sucesso! Estranho ouvir isso após ter sua mama retirada e reconstruída logo depois. “Foi um sucesso!” Claro que foi! Nova chance, nova perspectiva, todos os privilégios e presentes que ela me dá. Um viva a vida!” Conta, Guiong.

Conhecendo a história da Guiong você começa a entender que mesmo quando a gente duvida de algo dentro de nós mesmos, sempre vai haver um lugar onde podemos reconhecer essa força que vive no nosso coração e na nossa vontade. Guiong tirou algumas concepções de tudo isso, hoje, ela conta pra a gente um pouco da visão atual dela, abaixo:

depois do câncer - Guiong 2

Quimioterapia… essa é pra provar que luta se ganha com insistência, com querer mais do que nunca superar. Mais uma etapa vencida. Hoje a vejo com outros olhos , como aliada a todo o processo de cura. É incrível a capacidade que o câncer tem de mudar ou moldar o nosso olhar mediante as pessoas, a si mesmo, a vida. Nos mostra uma força que outrora era desconhecida, e te faz ter uma grande paixão pela vida, por querer viver.

Costumo dizer que o câncer não me mudou, me melhorou como pessoa, aproximou ainda mais minha família e me deu mais confiança sobre eu mesma. Sou grata a Deus, por tudo que vivi, por ter me permitido suportar, por ter as melhores pessoas ao meu redor, por conseguir ajudar outras pessoas a desmistificar um pouco o câncer em seus processos. Hoje posso encher o “peito” e dizer: Isso também passa!”. E passou! Ouso acrescentar no relato dessa maravilhosa e empoderada moça.

Por fim, e não menos importante, iremos conhecer brevemente o relato da neta, Natália Alves, desse anjo de senhora que é a Dona Aurora, de Limeira, SP.

depois do câncer - Aurora 1

Aos 33 anos, um tumor de mama, uma mastectomia, e 100 sessões de radioterapias. Aos 34 anos ela tomou soro no braço esquerdo, onde não havia circulação suficiente, e por conta de um erro clinico, ocorreu um inchaço permanente. Aos 52 anos, mais um tumor de mama, mais uma mastectomia, e algumas sessões de quimioterapia. 

Hoje aos 72 anos, ela venceu todos os “monstros” que cruzaram seu caminho! E continua vivendo lindamente, esbanjando saúde, e felicidade por onde passa. Esta é minha avó, meu amor, minha guerreira… Esta é a minha Aurora. (veja aqui o relato original).

Em contato com a Natália Alves sobre a sua avó, já que a história me chamou a atenção, fiquei curiosa para saber o quanto de ensinamentos ela não teria para nos repassar. Segue abaixo o que Dona Aurora aprendeu e, com certeza, nos dá um belo ensinamento. Abaixo:

depois do câncer - Aurora 2

“Que as pessoas acreditem que tudo na vida é possível, e que confiem muito em Deus. Eu nunca pensei que eu estivesse doente, sempre vivi a vida pensando em coisas positivas, acho que por isso fui curada, porque na minha cabeça eu nunca estive doente. Nós devemos confiar sempre que tudo vai ficar bem.“, disse Dona Aurora.

depois do cancer - Aurora 3

É sempre bom conhecer histórias que nos ensinem algo, entender que mesmo em um mundo com diversas vertentes sociais e tecnológicas, por trás de cada sorriso e de cada lágrima vive um mundo do qual nós não conhecemos.

Um mundo de superação, de força de vontade e principalmente de resiliência. Esse mundo é o da Rafaela, da Guiong, da Dona Aurora, da sua neta, o meu, o seu… Cada um e cada uma de nós carregamos um mundo de inseguranças, infortúnios e surpresas, mas, SEMPRE devemos confiar sempre que tudo vai ficar bem. 🙂

Importante saber…

Existem diversos grupos de apoio espalhados pela internet, eles visam aproximar pessoas nas mesmas condições com o intuito de partilhar as experiências e diminuir o peso psicológico. Entre eles estão, a Associação Rosa Mulher (SP), o grupo Unidas pela cura (PE), o GAPC – Grupo de Apoio a Pessoas com Câncer, o grupo Viva melhor (SP), entre outros. Você também pode colher informações seguras sobre qualquer Câncer no portal Oncoguia.

Também existem projetos desmistificando o peso de lidar com a notícia e principalmente com a doença, por exemplo, o Além da Cura, idealizado pela Bruna Monteiro, que já entrevistou dezoito mulheres em quatro países diferentes. O projeto tem apoio de grandes empresas e realiza eventos para arrecadar fundos, saiba mais sobre o próximo evento aqui.

Imagens: acervo pessoal
Ensaio Dona Aurora: Natália Alves


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual tema você gostaria de ver aqui?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)