O que você procura?

Segundo o Google (gosto muito de começar meus vídeos e textos pela definição das palavras usadas), ‘diálogo‘ é a “fala em que há a interação entre dois ou mais indivíduos; colóquio, conversa. Troca de ideias”.

É o ponto de partida para conhecer alguém ou rechaçar qualquer chance de aproximação. Em todas as relações, é a maneira mais direta e simples de dizer como se sente, como deseja que algo saia, o que espera de si, do mundo e do outro e, principalmente, ajuda a eliminar o famoso papel de trouxa causado pelas entrelinhas e o que ficou por dizer depois de um encontro.

Diálogo afina a sintonia…

… mostra que as coincidências são fruto de uma coisa maior chamada intimidade – que vem com o tempo, obviamente. Aproxima pensares. Conecta vidas. Há quem faça questão de sempre deixar espaço suficiente para que um trem de coisas ditas passe. Há quem não abra nem sequer uma nesga de janela pra que o outro fale.

Engraçado que, para alguns, diálogo se torna parte de um todo já que se aprende a ler sinais, gestos, olhares e indiretas. Para outros, só uma conversa e o que é explicitamente dito pode ser configurado como conversa. Não falar é perder a chance de expor o que realmente está guardado no peito.

É normal esse modo de operar diverso. As pessoas não são iguais e seus pensamentos parecem bastante complexos, mas acredito que a simplicidade do “me diz como você se sente?” tem o poder de eliminar arestas, suavizar rusgas e colocar nos trilhos o que parecia estar se perdendo. É como estender a mão e mostrar que está ali para o que precisar. O amor precisa de conversa, mesmo que comece pelo silêncio de um abraço. A amizade, o sexo, a boa convivência com as pessoas.

dialogo

Precisamos conversar

Tudo, de uma maneira bem geral, pode ser resolvido ou levado de maneira mais serena se tiver o diálogo em sua base.

Esconder-se ou calar-se diante de algumas situações acaba por não ajudar em nada. E se acabo sempre voltando ao assunto dos casais é porque recebo histórias e reclamações de leitoras e amigas dizendo que não existe espaço para uma boa conversa dentro de seus relacionamentos. Existe tabu, medo, desconfiança e insegurança quando alguns assuntos são abordados. Existe o machismo para outros. Muito machismo.

E nessa bola de neve que se cria ao não falar e não tocar em alguns temas, acabamos permanecendo em lugares onde não temos voz, onde não nos sentimos bem e onde o prazer, o gosto, o querer, a vontade ou a simples opinião nunca tem vez. Se Frida diz (e ensina) que “onde não puderes amar, não te demores”, vale levar pra vida que na relação em que não puder ter voz, também não perca seu tempo – ainda que o amor pareça ser enorme. Pensando até um pouco melhor, onde não tiver voz, grite.

Grite a sua própria liberdade.

Imagem: Stocksnap


Agora que vocês sabem como o diálogo e importante, que tal responder essa pergunta no Clube?


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual conteúdo você gostaria de ver no Superela?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)