O que você procura?

É difícil olhar pra dentro de nós mesmas e arrumar a bagunça que deixamos tomar conta. É difícil admitir que aquela coisinha que está te incomodando ou aquela pedrinha que está impedindo sua vida de acontecer foi colocada por você mesma ali. É horrível repetir e admitir pra si mesma que é você que vem pisando em ovos, bagunçando as coisas sem enxergar o que realmente está acontecendo (leia mais aqui).

Acontece que é tão mais fácil culpar todo mundo ao seu redor. Olhar pra dentro de si e perceber que você precisa de tempo pra se organizar é assustador – pelo menos foi pra mim quando resolvi de verdade fazer isso. Não tinha ideia de que as coisas estavam tão bagunçadas. E pra colocar tudo no lugar, vai demorar mais tempo do que pensei, porque não é tão fácil. Cada coisa precisa de uma atenção especial.

Não se pode deixar suas emoções guiarem sua vida, o lado racional precisa funcionar. Eu entendo isso melhor do que nunca agora. Em meio a pensamento aleatórios, percebi que lidar com esse turbilhão de coisas, sentimentos, pessoas e acontecimentos é mais trabalhoso do que pensava. Não dá pra mudar as pessoas. Enganam-se aqueles que acham que alguém muda por outra. As pessoas só mudam se quiserem isso. Não dá pra mudar as pessoas, mas dá pra mudar você mesma. Percebi que tudo nessa vida é passageiro  – por mais que certas coisas pareçam demorar uma eternidade pra passar. Nada é permanente.

Por que algumas pessoas que têm tudo não são felizes e outras que não têm nada são? Por que algumas pessoas vivem com pouco e outras vivem com muito, mas não aproveitam como as que tem pouco? A resposta é bem simples: elas fazem sua própria felicidade. Aprendi recentemente que, por mais que você queira buscar, apontar e conceder a culpa de as coisas não darem certo pra alguém ou algo, isso só está dependendo de você.

Você é responsável pela sua própria felicidade, independentemente do que tenha. Isso pode parecer um papo super chato sobre reflexão e algo filosófico demais, porém é essa a grande verdade. Podemos sonhar e podemos realizar. Podemos ser ricos e não sermos felizes. Podemos ser lindos e não enxergarmos isso. Podemos ter mil amigos em uma rede social e só ter dois pra contar. É assim mesmo. Nem tudo na vida tem uma explicação lógica. Cada um lida com as coisas de uma forma. Cada um tem uma visão diferente daquilo. O certo e o errado mudam de concepção e é difícil aceitar certas versões delas.

O que dá pra fazer é saber, em sua consciência, que se pode manter firme e com a cabeça aberta para enxergar que, em muitos momentos, tudo depende de como você olha e de como interpreta as coisas ao redor. Isso pode não fazer nenhum sentido agora, mas quando paramos pra analisar sem medo as coisas que nos incomodam e nos impedem de ser feliz, percebemos que, às vezes, somos nos mesmos que estamos no caminho para que nossa vida consiga fluir com muito mais leveza e alegria. isso foi o que percebi e que você pode notar também. Afinal, somos todos eternos alunos na escola da vida.

Imagem: Pinterest


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)