Receba nossos e-mails incríveis
NOVO App Clube Superela!! ♥
Pergunte e converse anonimamente
Amor Sexo Autoestima Corpo Vida Carreira & Finanças Beleza Estilo Vídeos
Escreva seu texto
Receba nossos e-mails incríveis

Leia temas do seu interesse:

/

12 vezes em que Grey’s Anatomy foi uma série empoderadora

Sophie AM

Colunista Superela

Mais textos

*ATENÇÃO, PODE CONTER SPOILERS*

Grey’s Anatomy, que completa hoje 12 anos desde a sua estreia, pode parecer só mais uma série que mostra a rotina de médicos em um hospital. Mas por estar há mais de uma década no ar, você pode perceber que a história vai muito além disso. Criada por Shonda Rhimes (de Scandal e também How To Ge Away With Murder), Grey’s, a cada episódio, dá várias lições de vida e empoderamento. Com personagens fortes, Shonda colocou negros na liderança, mulheres que não abaixam a cabeça para ninguém e se impõem como pessoas e profissionais, representatividade LGBT e casos que fazem a gente parar e pensar de verdade na vida.

12 vezes em que Grey’s Anatomy foi uma série empoderadora

1. Quando Cristina jogou a real sobre elogiarem sua beleza

Cristina Yang é, com certeza, a melhor personagem dessa série. Falou em empoderamento feminino em Grey’s Anatomy e só ela me vêm à cabeça. Forte, determinada, dona de si e da sua carreira, ela nos deu várias lições sobre como conduzir a própria vida e ser respeitada pelos seus feitos. Nunca vou me esquecer de quando ela disse para seu namorado na época, Owen, que queria ser elogiada pela sua inteligência, não pela aparência. Todas nós queremos, sim, ser bonitas, mas porque essa é a única característica que parece importar?

12 vezes em que Grey's Anatomy foi uma série empoderadora 1

Foda-se a beleza, eu sou brilhante. Se quer me agradar, elogie meu cérebro!

2. Ou quando lembrou Meredith do seu valor

Lembram também quando Cristina lembrou Meredith que ela não deveria deixar Derek, seu marido, apagar o talento dela? Quantas vezes namoramos caras que acham que são sol e que o mundo gira em torno do umbigo deles, anulando nossos feitos ou nossos sonhos? Pois é, muitas! Citando a própria Dra. Yang, ele não é o sol, você é!

12 vezes em que Grey's Anatomy foi uma série empoderadora 2

Não deixe as vontades dele anular suas necessidades. Ele é um sonho, mas ele não é o sol, você é!

3. E a Izzie que calou a boca de um bando de machistas?

Acho muito importante citar também quando Izzie Stevens foi ridicularizada por Alex Karev ao descobrirem que ela fez trabalhos como modelo de lingerie para conseguir pagar a faculdade. Ele, um embuste na época, tirou cópia das imagens e colou em todos os armários do alojamento dos internos. Izzie foi julgada pelo seu corpo e teve seu talento questionado por ser bonita. O que ela fez? Além de dar um torra em Alex, provou que sua inteligência não tem nada a ver com aparência!

12 vezes em que Grey's Anatomy foi uma série empoderadora 3

4. Tem também quando Bailey falou sobre igualdade salarial

Miranda Bailey também é uma das minhas favoritas por colocar empoderamento em cada passo que dá dentro daquele hospital. Lembram quando ela fez Meredith exigir por um salário maior? Nós, mulheres, sofremos muito com a Síndrome do Impostor (explicamos aqui o que é) e sempre achamos que não merecemos o reconhecimento devido pelo nosso trabalho. Porém, merecemos SIM – e isso é algo que Bailey sempre bate na tecla!

12 vezes em que Grey's Anatomy foi uma série empoderadora 4

5. As mulheres MANDAM no hospital

Ah, e não vamos esquecer de quando as médicas notaram que elas estão na chefia de TODAS as suas especialidades. Donas do Hospital! <3

12 vezes em que Grey's Anatomy foi uma série empoderadora 5

6. E lutam por suas vontades independentemente da opinião de um homem

April Kapner é outra personagem que amo. Melhor, aprendi a amar e reconhecer a sua força. Por isso não me esqueço de quando ela bateu o pé, disse a Jackson, seu namorado na época, que ia para o exército e foi – fazendo um trabalho maravilhoso que teve ótimos reflexos na sua rotina de volta ao hospital!

12 vezes em que Grey's Anatomy foi uma série empoderadora 7

Eu sou um soldado!

7. E mostram que a gente não pode se relacionar com quem não sabe lidar com nosso poder

Uma das cenas que mais amo é quando Meredith fala pra sua filha Zola que ela não deve se relacionar com homens que não sabem lidar com seu poder. Tá aí uma verdade, não é mesmo?

12 vezes em que Grey's Anatomy foi uma série empoderadora 9

Nunca namore um homem que não consegue lidar com seu poder!

8. Ah, e ser bissexual não é uma vergonha!

Callie Torres, uma das minhas personagens favoritas, também coloca o empoderamento em pauta ao se assumir bissexual e enfrentar sua família para ficar com Arizona (outra que amo!).

12 vezes em que Grey's Anatomy foi uma série empoderadora 10

Eu sou bissexual. E o que que tem? É um fato e é real. A sigla é LGBTQ por uma razão. Tem um B lá e não significa badass (fodona!). Ok, meio que significa, mas também quer dizer Bi!

9. E, como já disse, você pode ser chefe!

E quando Miranda se tornou a primeira mulher a ser chefe do hospital? Mulher E negra! Não tem como ser mais empoderador, né?

12 vezes em que Grey's Anatomy foi uma série empoderadora 11

10. Ganhar prêmios importantes também – especialmente quando você é a única mulher envolvida!

Por falar em sermos as primeiras, Ellis Grey, mãe de Meredith, ganhou o importante prêmio Harper Avery pelos seus feitos como médica – mesmo sendo a ÚNICA mulher da sua turma!

12 vezes em que Grey's Anatomy foi uma série empoderadora 13

11. Aborto precisa ser legalizado SIM!

Não dá pra não citar também o aborto que Cristina Yang fez, mostrando que, ao contrário do que pensam, essa não é uma decisão fácil para nenhuma mulher, mas, quando precisa ser feita, ela tem que ter todo o aparato necessário para sua própria segurança. Ah, e que isso é uma decisão SÓ da mulher, não do seu parceiro ou de mais ninguém!

12 vezes em que Grey's Anatomy foi uma série empoderadora 14

12. E ninguém pode questionar seu estilo de vida!

E pra fechar, quando Arizona Robbis vai à tribunal para decidir contra Callie a guarda de Sophia, o juiz a bombardeia com questionamentos a respeito do seu estilo de vida – além de advogada da sua ex que a questiona sobre sua rotina de trabalho. Prontamente, Miranda, mais uma vez maravilhosa, indaga: vocês fariam essas mesmas perguntas se ela fosse homem? *silêncio*

12 vezes em que Grey's Anatomy foi uma série empoderadora 15

Grey’s Anatomy é uma série incrível e que me ensinou (e ainda ensina) muito sobre a vida. Além já ter me feito chorar muito, Grey’s me inspira demais. Sempre termino de ver os episódios querendo ser uma pessoa melhor e levando os ensinamentos de cada frase para a vida.

Sophie AM

Colunista Superela

Mais textos

Leia temas do seu interesse:

/

Leia temas do seu interesse:

/

E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada!

Recebemos seu pedido de cadastro e enviamos a você um email com o link para você confirmar o recebimento dos nossos emails.

Por favor, acesse seu email e click no link de confirmação.


Click aqui para voltar ao site.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES conteúdos do Superela.
Você vai adorar ❤
Vamos ser amigas? :)
Warning: Unknown: Failed to write session data (wincache). Please verify that the current setting of session.save_path is correct (D:\local\Temp) in Unknown on line 0