O que você procura?

Quando decidi procurar por conselhos e ajuda sobre autoaceitação no Clube Superela, percebi que não estava sozinha. São milhares de dúvidas sobre como se amar mais e não ligar para o fato de não ter um ‘corpo perfeito‘.

Aliás, uma pergunta de uma de nossas usuárias chamou bastante a minha atenção. Para quem quiser saber qual foi ela, vou colocá-la no final desse texto para que mais pessoas possam ajudá-la :). Juntas somos mais, certo?

O sofrimento das cheinhas

corpo perfeito

Imagem: Cécile Dormeau

Pois bem. Acontece que ela, assim como praticamente todas nós, mais cheinhas, está com problemas em se aceitar e se sentir mais confiante. E eu entendo (porque também sofro disso) que se olhar no espelho e ficar satisfeita com o que tem é impossível. Sinceramente, culpo a indústria por isso. É tanto Photoshop empurrado para cima de nós que até mesmo a pessoa mais perfeita insiste em procurar defeitos aqui e alí. Mas deixo isso para outro post.

Hoje quero ajudar a todas as nossas leitoras que têm o mesmo problema. Quero mostrar a vocês que os problemas com o próprio peso não têm a comida como única culpada. É importante explicar que o fator psicológico, nessas horas, pesa ainda mais que um hambúrguer comido fora de hora. E preciso contar que achar o próprio corpo perfeito é uma tarefa difícil, porém possível.

Às gordinhas que simplesmente não estão satisfeitas com o próprio peso

Esse post é para você que, ao isolar as influências externas, concluiu que esse não é o seu peso ideal. E tá tudo bem em sentir isso, sabe? O que importa é trabalhar o corpo e a mente juntos! Assim como existem mulheres que amam suas dobrinhas, temos as que não suportam a própria “pancinha”. Desde que esse sentimento parta de você mesma, e não de uma cobrança de outras pessoas, tá tudo bem!

Bora dar um trato REAL nessa tal de baixa autoestima

corpo perfeito

Imagem: Cécile Dormeau

Como já dizia Nathaniel Branden, “A autoestima, em qualquer nível, é uma experiência íntima; Ela reside no núcleo do nosso ser. É o que penso e sinto sobre mim, não o que alguém pensa ou sente sobre mim”. Ou seja?É claro que cuidado com o próprio corpo exige uma alimentação saudável. Porém, se você não está em harmonia com o seu “exterior”, é claro que o “interior” vai sofrer pra caramba.

Pensa comigo: quando sua autoestima está lá em cima, não é muito mais fácil se divertir, se sentir sexy e se prontificar a ter um corpo perfeito e saudável? Como é que você vai acreditar que merece ter um corpo como os da Kardashian se você só alimenta pensamentos tão ruins e derrotistas de si mesma?

Bem, vou te mostrar agora 3 provas de que esse tipo de pensamento é o nosso pior inimigo:

Você não consegue ter um corpo perfeito porque:

1. Condiciona o peso à felicidade

corpo perfeito

Tradução: Eu gostaria de ser uma vadia magra 🙁

Quando temos a autoestima baixa, a última preocupação está na saúde e no bem-estar, acredite. O que acontece é que ficamos obcecadas em emagrecer para “finalmente comprar aquela roupa”, ou pensando que com 10 kg a menos aquele carinha “finalmente vai te notar”. E aí, enquanto nossa balança não diminuir seus números, ficamos infelizes e nos sentimos incapazes e desmotivadas.

E aí nossa obsessão com os alimentos e com o nosso peso aumenta cada vez mais. Passamos a tentar controlar o que comemos, vigiar nossas medidas dia após dia e ter como meta alcançar o ‘corpo perfeito‘ RÁPIDO. E é claro que temos pressa, afinal, é de nossa felicidade que estamos falando.

Mas a verdade é que isso tudo não passa de um desvio de um problema muito maior..

.. que é o conflito que temos conosco mesmas. É preciso exercitar outra coisa além do físico, que é a mente. Seja mais doce consigo mesma, tente entender que a perfeição nunca existirá e que o importante é a forma como você se sente nesse exato momento, e não como você vai se sentir daqui a alguns meses de dietas loucas. Se você acredita que não está no peso ideal, não precisa sofrer por conta disso. É só dizer para si mesma repetidamente que isso vai mudar em breve, que seu corpo precisa de um tempo, assim como sua mente.

2. Se rende à baixa autoestima

corpo perfeito

Tradução: Frustrada

Uma coisa é ser gordinha, gostar disso e tomar ações saudáveis ​​para se sentir melhor e mais disposta. Outra coisa é misturar as bolas e achar que não consegue chegar ao corpo dos sonhos sozinha e amarrar a sua autoestima nisso. Cara, e daí se você quiser emagrecer? Ou se precisar de uma nutricionista para te guiar, ou de uma bicicletinha diária para queimar umas gordurinhas? Isso não faz de você menor, ou menos merecedora da felicidade plena (e de um corpo perfeito, claro).

Acredite: aquela moça da propaganda toda saradona não é melhor que você porque ela tem um corpo colossal. E se algum dia ela, ou qualquer pessoa COMO ela pensar assim, isso é problema dela, e não seu.

3. Começa a comer ainda mais

corpo perfeito

Imagem: Cécile Dormeau

Fala sério: não existe maior consolo que a comida, né não? E, mais uma vez, não tem NADA de errado com isso (se você o fizer com prudência para não estourar o exame de colesterol). Só que você se sente mal, com o sentimento contínuo de que nunca será o suficiente, não importa o que diabos faça… e aí qual é a resposta para isso?  “Eu me sinto horrível mesmo, então por que não comer até explodir?“. E aí, minha fia, isso vira uma bola de neve interminável onde você se sente horrível por estar gordinha, mas não tem sequer forças para acreditar em si mesma e mudar isso.

Um fato: viver BEM com baixa autoestima é IMPOSSÍVEL. Quanto mais você pensar que não vai conseguir alcançar o seu corpo perfeito, que tudo é difícil demais e blablabla, menos perto da felicidade você estará, pode apostar.

Enfim..

Toda essa indústria do corpo perfeito te vende a ideia de que “uma vez que você perder peso, a felicidade virá“. Pura lorota. Aliás, a verdade é que cerca de 95% de todas essas dietas loucas que encontramos por aí NÃO FUNCIONAM.

A única maneira de ganhar a verdadeira felicidade e alcançar o corpo perfeito que sempre sonhou é ficar em harmonia consigo mesma. É se sentir feliz por dentro, e de forma honesta. É acreditar, de coração, que você é capaz e que merece viver com o corpo que escolheu para si mesma.

Imagem: Cécile Dormeau


E o que vocês responderiam a essa pergunta aqui abaixo, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual tema você gostaria de ver aqui?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)