O que você procura?

Luciana Gimenez causou polêmica com uma postagem no Instagram falando para as ‘gordinhas que sentem inveja fazerem uma dieta’. Não vamos entrar no mérito de como um comentário desses é machista (sim, tem dessas) e que reforça um padrão de beleza. Vamos falar sobre como elogiar uma mulher sem falar mal das outras.

É, a gente bem sabe que os homens vivem procurando maneiras diferentes de como elogiar uma mulher, e como esses elogios, muitas vezes, são nocivos. Eles falam só da nossa aparência, objetificam o nosso corpo e nos fazem sentir ameaçadas o tempo inteiro. O mesmo acontece com as próprias mulheres, é normal, como fez Luciana Gimenez, uma mulher só se sentir bem ao colocar as outras para baixo. Ela elogia uma falando mal de outra – é o típico ‘você é muito mais bonita que a atual do seu ex’.

Nós já falamos um pouco sobre isso neste texto aqui, em que comentávamos justamente sobre como falar do corpo de uma mulher ou do seu peso, não necessariamente é um elogio. Esse discurso reforça que só a aparência de uma mulher é importante e nos coloca como escravas de um padrão de beleza que não faz bem para ninguém.

Como elogiar uma mulher sem cair nessa cilada?

como elogiar uma mulher

O primeiro passo é o mais simples, e também o mais importante: timing. O maior problema com elogios é que muitas vezes ele vem para as mulheres de forma totalmente desnecessária – um ‘fiu fiu’ na rua, um ‘gostosa’ gritado na balada, um som de beijo quando você para num farol. Mesmo no ambiente de trabalho ou na relação entre amigas, é comum o elogio ser usado como arma de intimidação para o nosso gênero: ele pode ser visto como uma forma de manipulação ou de baixar a autoestima de alguém, por mais absurdo que isso soe.

Existe um momento para elogiar uma pessoa, um contexto, e com certeza esse contexto não envolve a aparência de alguém. É por isso que o comentário de Luciana Gimenez é polêmico: ela tentou elogiar a si mesma e aumentar a sua confiança usando um traço totalmente subjetivo e reforçando um padrão de beleza que é nocivo para as mulheres.

Nós não podemos cobrar que as mulheres gordas emagreçam para se sentirem bonitas, muito menos que as magras fiquem cada vez mais magras por esse mesmo propósito. Ao contrário, precisamos usar os elogios como uma arma de empoderamento, para incentivar as mulheres (principalmente as mais jovens) a não ficarem tão presas às suas aparências.

E como podemos fazer isso?

1.Precisamos parar de usar ‘magra’ como um elogio

Isso já foi dito muitas vezes, mas nunca é demais reforçar: ‘magra’ não é elogio. É ressaltar que uma mulher só é bonita porque ela está mais próxima de um padrão de beleza irreal e isso, não necessariamente, é algo bom. Cria uma pressão para as mulheres emagrecerem e tentarem chegar no ‘peso ideal’, é um gatilho para o desenvolvimento de doenças mentais como a depressão e liga o seu valor a um traço estético.

2.Precisamos reconhecer as suas conquistas

Mais do que definir uma mulher como ‘gorda’ ou ‘magra’, o que a gente precisa fazer mesmo é enaltecer as conquistar de uma mulher. É dar destaque para o que ela fez de importante na vida: como ter uma carreira de sucesso, ter desenvolvido algum trabalho bacana, até ter se formado na faculdade ou tirado notas boas na escola. O elogio precisa vir de um lugar de reconhecimento da capacidade de alguém e não da sua beleza (ou falta dela, segundo os padrões de beleza).

3.Precisamos incentivar as mulheres a irem além

E, aqui, não estamos dizendo que eles precisam se esforçar mais porque o mundo é dominado pelos homens e elas têm que fazer o dobro do trabalho para conseguir metade do reconhecimento (o que ainda é verdade). Mas precisamos mostrar que as mulheres são capazes de fazer o que quiserem e que elas são livres para irem atrás dos seus sonhos. Precisamos incentivar a sua capacidade, estimular a sua determinação e criar um ambiente em que elas possam evoluir sem o peso dos padrões impostos.

Tá? Saber como elogiar uma mulher é difícil, porque estamos acostumados (e isso independe de gênero) a reconhecer o feminino só pela sua aparência – e esse é o hábito que precisamos quebrar. Mudar essa ideia, Que Luciana Gimenez reproduziu nas redes sociais, é essencial para a criação de uma sociedade mais igualitária.

Tudo isso para dizer: talvez seja melhor você pensar duas vezes antes de falar (mais uma vez) o quanto aquela sua amiga está magra.


O que você acha sobre esse assunto? Tem alguma dica para quem quer aprender mais sobre como elogiar uma mulher? Dê a sua opinião respondendo a pergunta abaixo ou clicando aqui.


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual conteúdo você gostaria de ver no Superela?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)