O que você procura?

Uma boa massagem é capaz de fazer o parceiro relaxar completamente. É um gesto de afetividade que, na intensidade certa, ativa a energia sexual dos corpos em contato e gera calor. Se quiser esquentar sua cama com uma massagem erótica, crie o clima e se concentre no momento. Foque no que está fazendo, esqueça o resto ao seu redor. Os suspiros e gemidos de quem recebe servem de termômetro e são capazes de conduzir os toques de quem aplica.

Como fazer uma massagem erótica

A massagem a seguir é inspirada no Tantra, cultura com mais de cinco mil anos, desenvolvida por um povo essencialmente feminino. Seu objetivo é expandir os limites da consciência. Consiste na arte de viver com prazer, voltada para o aprimoramento integral da pessoa em sintonia com a outra e com o cosmo.

A massagem erótica tem foco no prazer sexual. Uma verdadeira experiência hedonista para saciar os sentidos em busca de êxtase. Além de provocar relaxamento, libera endorfina, ativando a libido. É como entrar em um transe.

Dedique-se cautelosamente a cada músculo, da cabeça aos pés. Faça movimentos lentos. Massageie todas as dobrinhas do seu corpo, sem hora para acabar. Dê atenção às zonas erógenas. E tenha seu parceiro completamente disposto para você, ao final.

massagem erótica

1. Clima ambiente

Decore o quarto com velas aromáticas. Há velas próprias para a massagem sensual, que se transformam em óleo quente e não queimam em contato com a pele. Acenda um incenso suave. Se for colocar música, que seja um som tranquilo e sereno. Você pode até mesmo incluir alguns sabores afrodisíacos na cena: chocolate, champagne. Forre a cama com um lençol limpo e macio.

Estimule o sensorial. Envolva-o com odores frescos. Crie um local aconchegante para que a massagem erótica seja mesmo um momento de relaxamento profundo. Separe algo para diminuir o atrito com a pele, como um óleo vegetal (que não suja a roupa de cama) ou hidratante – escolha algum produto de perfume delicado.

massagem erótica

2. Sedução

Para uma boa massagem erótica, produza o visual. Você deve encantá-lo desde o primeiro momento. Tome um banho, deixe seus cabelos sedosos, passe hidratante em seu corpo inteiro. Borrife uma colônia, coloque aquela lingerie mais linda e confortável que você tem. Erotize-se. Provoque seu tesão. Capriche no olhar.

Sempre que falar qualquer coisa, cuide para que a voz saia aveludada. Refira-se apenas a assuntos tranquilos, nada de citar problemas agora.

massagem erótica

3. Sensibilização do corpo

Ajude-o a se despir. Então, peça-lhe para deitar de bruços, totalmente nu. Inicie a massagem erótica com movimentos lentos. Comece lá de baixo a fim de relaxar seu corpo por inteiro. Dedilhe e aperte bem a planta de cada um dos seus pés. O solado dos pés possui pontos que estimulam o corpo todo, inclusive os genitais.

Suba pelas pernas, usando apenas as pontas dos dedos. Assim, seus pelos devem se eriçar aos poucos. Então encoste a palma toda no bumbum, para provocar seu calor. Detenha-se na região do glúteo, encostando de leve em seus genitais.

Continue a percorrer as digitais suavemente por suas costas até os ombros, de forma a relaxar a musculatura. Demore-se até chegar aos ombros. Depois abra bem a mão para transmitir sua energia em contato com a pele dele. Esfregue bem do quadril até a nuca. Tenha sutileza. Não é como a massagem terapêutica, cujo foco é liberar o stress. Não faça pressão e nem bata. Toque-o levemente. Nessa hora, menos é mais.

Provoque sua sensibilidade para o prazer. Arranhe levemente seu pescoço e o couro cabeludo percorrendo as unhas, para provocar arrepios. Pode brincar com uma pena atrás da orelha, se tiver. Use também a boca, os lábios e até a língua para estimular suas regiões mais sensíveis. Solte um bafo quente em contato com seus pelos. Nessa massagem erótica, a temperatura vai esquentar.

massagem erótica

4. Respiração

Peça para o rapaz virar de costas. Olhe fundo nos seus olhos. Respire bem perto da sua boca. Inspire fundo e solte emitindo um leve gemido, de forma que desperte sua libido e acalme ao mesmo tempo. Peça-lhe para acompanhar sua respiração.

Respire muito, fazendo barulho – ofegante, porém, controladamente. A inspiração lenta e profunda oxigena o corpo e deixa vocês muito mais sensíveis e conectados.

massagem erótica

5. Pele sobre pele

Espalhe boa quantidade de óleo ou hidratante sobre ele, até que fique brilhando. Deixe toda a superfície do seu corpo bem escorregadia, para que suas mãos possam deslizar livremente. A ideia é tentar seduzi-lo com a massagem erótica.

Apalpe bem seu peitoral e excite os mamilos. Percorra as mãos pelos ombros, bíceps. Use a imaginação para acariciá-lo. Pode usar a unha, os cabelos. Deslize seu quadril sobre o dele, acompanhando as curvas de seu corpo. Friccione sua barriga, seu torso e braços, em contato com ele. O atrito de pele com pele vai gerar energia e aquecer ainda mais.

Continue as carícias e vá descendo até as pernas. Esfregue bem a palma sobre os chacras sexuais, sob o umbigo. Não tenha pudores em tocar bem no meio da sua virilha ou deslizar seu dedo perto de seu orifício enquanto massagear a parte interna da coxa. Detenha-se nessa região, fazendo movimentos repetitivos em direção ao pênis. Arranhe de leve sua musculatura da perna. Empenhe-se em levar sua excitação ao máximo, antes de tocar em seu pau.

massagem erótica

6. Toque em zonas erógenas

Esse é o momento de dar prazer e incitar seu desejo até o limite. Explore bem a região da virilha, acariciando testículos, períneo, base do pênis, de forma cada vez mais intensa.

A massagem dos órgãos sexuais deve ser a mais completa e detalhada o possível. Fuja dos movimentos comuns. Passe os dedos de leve da base até o topo, massageie a glande com gestos em círculo e, depois, friccione-a com a palma da mão. Brinque de diferentes maneiras. Deixe a tensão evoluir em um crescente. Seus toques não devem visar ao orgasmo, mas explorar seu prazer mais prolongadamente.

Incentive-o a se mexer como sentir vontade. O objetivo é soltar o quadril e estimular os movimentos pélvicos, que liberam a tensão sexual do corpo.

massagem erótica

7. Comunhão sexual

Quando ele estiver completamente esbaforido, contorcendo-se, gemendo descontroladamente como quem não aguenta mais de tanto prazer, é hora de concluir a massagem erótica. Sente sobre ele e deixe que o resto aconteça espontaneamente. Depois de desfrutar tantas sensações intensas de prazer, seus corpos devem pedir por um orgasmo.

massagem erótica


Imagens: Guias do Sexo Ilustrados


 

Área especial sobre Orgasmo Feminino

Sabia que a gente tem uma área especial sobre Orgasmo Feminino com muitas dicas, técnicas, fotos e vídeos?

Veja uma prévia do que espera por você

Você ainda poderá participar do nosso grupo fechado no Facebook e tirar dúvidas com uma Sex Coach, além de falar sobre o assunto com outras mulheres!
Vamos nessa? 😉

Acessar o especial Orgasmo Sozinha

@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)