O que você procura?

Terminamos. Depois de 5 longos anos, chegamos ao fim. Não havia mais aquele fogo, como ele mesmo disse. A única coisa que ele esqueceu de dizer, foi que eu ainda tinha fogo, aquele fogo do começo. Ele ainda existe, pelo menos pra mim.

Estamos há 3 meses separados.

Cada um seguiu em uma rua diferente, cada um estava vivendo a vida de solteiro que já havíamos até esquecido como era. Até em uma noite de sexta-feira, sem ter mais nada pra fazer, tive a ideia de arrumar meu armário. No meio de tanta roupa desarrumada achei uma cueca dele. A cueca que eu mais gostava dele, que fiz questão de não devolver no dia em que ele veio buscar as coisas dele. Achei e, junto dela, veio um furação de lembranças. Das noites que não dormíamos porque estávamos com fome um do outro. Das noites na casa de praia da família dele, que fazíamos sexo de madrugada na varanda, sem barulho para não acordar ninguém. De todas as vezes que ele me excitava no cinema, ou no carro. Em menos de 10 minutos, o fogo que ele disse que não existia mais estava molhando minha calcinha.

– Oi, como você tá?

Mandei essa mensagem depois de 3 meses sem contato nenhum. Decidimos manter à distância.

– Oi, Duda! Estou bem, trabalhando muito… Sabe como é né? Fui promovido e até agora só ganhei responsabilidade! rsrsrs
– Nossa!!! Fico feliz pela sua promoção! Você batalhou muito, merece!
– Obrigado :D. Mas o que você manda? 😉
– Vou ser bem direta, odeio enrolação. Estou com vontade de você, estou cheia de tesão e mais ninguém vai me satisfazer… Quero você!
– Duda…
– Não precisa dizer nada se não for recíproco. Fui direta como sempre, isso não quer dizer que você tenha que me dar alguma satisfação seja lá qual for.
– Na verdade, o que eu ia digitar era que eu também tenho pensado em você ultimamente. E nenhuma mulher conseguiu me satisfazer como você nesses meses. E estou disposto a matar essa vontade. Afinal, somos amigos ainda, não é?
– Sim. Isso não é uma recaída. Isso é só um sexo. Ok? Não existe mais nada além de um satisfazer o outro. Que isso fique claro.
– Sim senhora. Tô indo pra sua casa então. Beijão.

Não é uma recaída.

Não vou ter nenhum sentimento. Será só sexo entre amigos. Vamos matar o desejo e “pa-pum”, acabou. Cada uma pra sua casa, pra sua vida. Seguiremos o baile. É isso mesmo! Não tem expectativa, Duda. Só sexo. Wooooow, sexo! Vou gozar muito. Delícia. Depois… segue o baile.

Meu pensamento depois daquela conversa era esse descrito a cima. Estava nervosa. Me deu um frio na barriga de encontrá-lo depois de tanto tempo. Parecia a primeira vez. Coloquei a lingerie que ele mais gosta. A música que ele adorava colocar na hora do sexo. Na geladeira, o vinho que ele nem gosta de beber mas bebe pra ficar mais soltinho.

Matando a saudade do melhor sexo

Ele chegou. Eu demorei alguns segundos para abrir a porta. Quando abri, ele estava ainda mais bonito. O perfume tomava conta do corredor. Estava com uma postura diferente, um jeito de se vestir mais “maduro”, e o sorriso pelo qual me apaixonei há anos …

– Entra! Sinta-se em casa (risos)
– Quanta cerimônia!

Ele entrou. Me virei e tranquei a porta.

matando a saudade
Ele encostou em mim, me pressionou contra a porta e já estava de pau duro. Me arrepiei dos pés à cabeça. Fiquei quente na mesma hora, e não tinha movimento nenhum naquele momento. Ele levantou meus cabelos e começou a beijar meu pescoço, mordia do jeito que eu gostava. Abriu o zíper do meu vestido e foi beijando minhas costas. Enquanto eu continuava de frente para porta. Ele beijava, lambia, mordia até chegar na altura da minha calcinha. Eu sentia meu clitóris vibrar, como se fosse uma batida de música. Ele contraia sozinho. Me virei e o vi abaixado na minha frente. Não disse nada, só encarei ele com os olhos. Ele tirou minha calcinha e começou a beijar minha boceta. Minha mão pressionava sua cabeça, como se quisesse fazer ela entrar em mim. Eu gemia baixo, mas meu corpo estava todo dormente. Que saudade que estava daquela língua me mim. Ele me chupou por vários minutos, até eu não aguentar mais. Quando ele percebeu que estava prestes a gozar, parou.

– Sempre assim né?
– Não era disso que você estava com saudade?

Me pegou no colo e foi me beijando até o quarto.

Me jogou na cama e tirou a roupa em dois segundos. Ficou por cima de mim, olhou nos meus olhos e sorriu. Me beijou enquanto me dedava lentamente. Estava tão molhada que sentia escorrer pelas minhas pernas. Ele metia os dedos forte, com pressão. Enquanto lambia meus peitos, do jeito que eu mais gostava. Mordia, chupava e colocava a orelha perto da minha boca pra eu morder. Depois de algum tempo de masturbação exemplar, ele meteu. Colocou na posição que estava. O clássico papai e mamãe. Ele metia forma e gemia junto comigo. Não demorou muito ele parou, levantou da cama e disse: fica de quatro. Você não adora ficar de quatro pra mim?

Eu fiquei. Na mesma hora obedeci. Ele sabia que meu maior prazer era de quatro. Ele ficou em pé fora da cama e eu de quatro bem na beira. Botou e metia devagar. Foi aumentando a pressão e velocidade até puxar meus cabelos, me fazendo ficar toda empinada. Eu adoro sentir essa dor, de ser puxada pelos cabelos. Ele deitou o corpo em cima do meu, me fazendo ficar completamente deitada de bruços. Continuava metendo e mordia meu ombro, eu gritava de prazer. Quanto mais forte, com mais tesão eu ficava.

Gozei. Senti o prazer que há meses não sentia. Realmente esse sexo não existia há um bom tempo. Nada melhor que o tempo pra fazer tudo aflorar. Tudo fluir da melhor forma.

– Nossa… Foi muito bom! Estava com saudade de sentir você dentro de mim de novo… Seu pau é uma delícia.
– Acho que ainda não foi o suficiente para matarmos a saudade, né?
– Não mesmo… só preciso tomar um banho
– Por falar em banho, nesses anos todos nunca fizemos no banheiro né?
– Acho que estávamos precisando desse término para aumentar nossa criatividade.

E fomos. E fomos de novo. E não parou até hoje. Já passaram-se dois anos. Ele continua vindo aqui em casa, mas dessa vez… o fogo só vem aumentando.

Imagem: visualhunt

Área especial sobre Orgasmo Feminino

Sabia que a gente tem uma área especial sobre Orgasmo Feminino com muitas dicas, técnicas, fotos e vídeos?

Veja uma prévia do que espera por você

Você ainda poderá participar do nosso grupo fechado no Facebook e tirar dúvidas com uma Sex Coach, além de falar sobre o assunto com outras mulheres!
Vamos nessa? 😉

Acessar o especial Orgasmo Sozinha

@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual conteúdo você gostaria de ver no Superela?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)