Receba nossos e-mails incríveis
NOVO App Clube Superela!! ♥
Pergunte e converse anonimamente
Amor Sexo Autoestima Corpo Vida Carreira & Finanças Beleza Estilo Vídeos
Escreva seu texto
Receba nossos e-mails incríveis

Leia temas do seu interesse:

Meus relacionamentos ruins me tornaram quem sou hoje

Julia Scariot

Colunista Superela

Mais textos

Esses dias eu acordei com uma sensação esquisita no peito, daquelas que não dá para controlar. Você só entrega seu corpo para uma cascata sem fim de sentimentos indescritíveis. Não sei se eu estava mergulhando em um vazio infinito ou se era só paz de espírito escondida. Quem sabe era um misto dos dois? Andei passando por uma fase difícil recentemente – e quem nunca?

Quando a vida te dá uma chance de fazer tudo diferente, você se pergunta o porquê disso tudo estar acontecendo com você. Veja bem, o porquê não deveria fazer a mínima diferença. O que eu posso te falar é que não existe uma receita para fazer diferente, você só precisa estar disposto a fazer diferente. Abrir as janelas de casa, deixar o vento entrar.

O caminho que se percorre todos os dias é longo. Mas, no fim das contas, a escolha é sua. E eu peguei-me contemplando-as. Eu poderia deixar minhas dificuldades me definirem. Poderia também ajudá-las a cavar minha cova. Ou poderia, por fim, deixá-las habitarem o meu corpo e fortalecerem os meus passos. Eu decidi vestir minha armadura e ir para a luta.

Meus relacionamentos ruins me tornaram quem sou hoje 1

Fui a luta somente com a minha cara e com a minha coragem. Caí várias vezes. Chorei mais vezes ainda, somente acompanhada de meu travesseiro. Afastei várias pessoas de minha vida as quais nunca pertenceram aqui mesmo. Comecei uma limpeza de dentro para fora. Lavei minha alma, vesti a camisa e comecei a limpar a poeira acumulada.

Duvidei mil vezes que eu era capaz de colocar minha vida nos trilhos. Não que ela já não estivesse nos trilhos. Ela só se encontrava estacionada na esquina de lugar nenhum com lugar qualquer. Aprendi a ter perspectiva, desenvolver meu senso crítico. Passei a julgar a pessoa que sou agora e o que exatamente me separa de tornar-me a pessoa que quero ser.

Acho que eu sou uma dessas pessoas que não nasceu para estar em cima de muro nenhum. Sempre colecionei poucos amigos, poucos amores. Alguns (muitos) desafetos. Paguei várias vezes o preço de ser quem sou. Aprendi também a virar a página quando a pessoa que eu sou não é o suficiente para alguém. Já não tenho mais a pretensão de mudar por alguém que não seja eu. 

Já tentei consertar muita coisa que não poderia nunca ser consertada, costurar muita ferida que não estava bem cicatrizada e voar para lugares os quais eu não estava bem preparada para voar. Passei a querer compartilhar todos os pedacinhos de mim somente com quem está disposto a percorrer essa via de mão dupla comigo.

Meus relacionamentos ruins me tornaram quem sou hoje 2

Confesso que deixei meus problemas fazerem de mim sua refém por um curto período de tempo. Parei de tentar acertar tudo – e com todos – e com o tempo, também passei a aceitar minhas derrotas com serenidade. Algumas vezes nossa vida precisa ser quebrada em mil pedaços, mudada e reorganizada para colocar a gente exatamente no caminho que se precisava estar.

Nessa minha troca de pele, precisei contar muitos mortos e feridos. Perdi partes de mim que eu julgava que eram eternas. E a solução que eu encontrei para viver em paz, é de uma simplicidade infinita. Sento em minha varanda e monto ali mesmo meu quebra-cabeça com as peças que sobraram aquele dia. Hoje, só procuro espalhar o que eu gostaria de receber.

Às vezes ainda caio no sono chorando. Mas minhas lágrimas diariamente vão tornando-se oceano dentro desse mar de sentimentos aqui dentro. Dia de maré baixa, dia de maré alta. E desde que abracei minha vida, não tive uma única manhã em que minhas lágrimas não tenham se transformado em um belo de um sorriso.

Imagem: Pexels

Julia Scariot

Colunista Superela

Mais textos

Leia temas do seu interesse:

Leia temas do seu interesse:

E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Um email por semana só com o melhor conteúdo do Superela
Você vai adorar ❤
Obrigada!

Recebemos seu pedido de cadastro e enviamos a você um email com o link para você confirmar o recebimento dos nossos emails.

Por favor, acesse seu email e click no link de confirmação.


Click aqui para voltar ao site.
Não perca mais nenhuma novidade!
PGlmcmFtZSBzcmM9Imh0dHBzOi8vd3d3LmZhY2Vib29rLmNvbS9wbHVnaW5zL3BhZ2UucGhwP2hyZWY9aHR0cHMlM0ElMkYlMkZ3d3cuZmFjZWJvb2suY29tJTJGU3VwZXJlbGFPZmljaWFsJTJGJnRhYnMmd2lkdGg9NTIwJmhlaWdodD0yMjAmc21hbGxfaGVhZGVyPWZhbHNlJmFkYXB0X2NvbnRhaW5lcl93aWR0aD10cnVlJmhpZGVfY292ZXI9ZmFsc2Umc2hvd19mYWNlcGlsZT10cnVlJmFwcElkPTE3MTExNDI3NjM4MDkzNiIgd2lkdGg9IjUyMCIgaGVpZ2h0PSIyMjAiIHN0eWxlPSJib3JkZXI6bm9uZTtvdmVyZmxvdzpoaWRkZW4iIHNjcm9sbGluZz0ibm8iIGZyYW1lYm9yZGVyPSIwIiBhbGxvd1RyYW5zcGFyZW5jeT0idHJ1ZSI+PC9pZnJhbWU+
Curta o Superela no Facebook ❤
teste
teste
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.