O que você procura?

Quem tem um perfil no Facebook ou no Twitter já viu por aí comentários e matérias sobre a série This Is Us, uma produção do NBC que conquistou os Estados Unidos. O programa já está na sua segunda temporada, mas ainda dá tempo de você entrar na hype e fazer parte do grupo de pessoas que tem chorado copiosamente com as suas personagens.

Atenção! Esse post pode conter spoilers! Se você não quer saber detalhes da série, clique aqui para voltar à nossa página inicial.

A história é a seguinte: começamos acompanhando cinco pessoas diferentes, Rebecca, Jack, Kate, Kevin e Randall, passando por momentos marcantes de suas vidas. Descobrimos que os três deles, Kate, Kevin e Randall, são irmãos, trigêmeos filhos de Jack e Rebecca, que teve os bebês nos anos 1970. A trama, então é uma junção de momentos presentes com visões do passado e como foi o processo de criação da família Pearson.

Esse é um dos grandes plot twists da série – ainda mais porque boa parte das personagens comemora o aniversário no mesmo dia, no melhor estilo Sense8. Mas não para por aí. O que hoje pode ser um clichê na história da televisão, essa brincadeira entre passado e futuro na série é apenas um detalhe, porque ela explora muito mais sobre a vida cotidiana dessas pessoas do que qualquer outra coisa. Se você precisa de motivos para assisti-la, continue lendo:

1.Milo Ventimiglia

O eterno Jess de Gilmore Girls volta para a televisão para provar que é possível superar um papel icônico. Como Jack, ele é um pai amoroso, presente e um personagem forte e incrível, o par perfeito para a Rebecca de Mandy Moore. Não à toa, os dois atores fizeram tanto sucesso nos Estados Unidos como os protagonistas da trama, e o astro se tornou um queridinho por mostrar o seu talento na telinha e o carisma fora da TV.

2.Randall é a essência de This Is Us

Quando deu à luz seus três filhos, Rebecca precisou lidar, ao lado de Jack, com a morte de um deles. A família, porém, não quis aceitar a perda e adotou um bebê negro, nascido no mesmo dia que os filhos Pearson, mas que tinha sido abandonado. Esse é Randall, que passa boa parte da trama entre o passado e o presente – ele tenta entender o porquê de ter sido abandonado e porque não pôde conhecer o pai quando mais novo. Tudo isso, unido à algumas cenas fortíssimas que mostram todo o seu conflito, é o que o tornam uma das peças centrais da série.

3.A autodescoberta de Kate

A personagem de Chrissy Metz tem uma questão: ela culpa tudo o que aconteceu de ruim na sua vida ou que não aconteceu no seu peso. Por isso, ela começa a série buscando um grupo de vigilantes do peso, para tentar emagrecer e mudar de vida. Ela encontra o amor onde menos esperava: no grupo, ela conhece Toby, igualmente gordo e buscando a felicidade na perda de peso. Ele não tem problemas em assumir que gosta dela e que quer ficar com ela e o mais bonito de ver é como o relacionamento se desenvolve na velocidade em que ela se permite olhar de forma diferente. Não dá para saber o que vai acontecer com o relacionamento dos dois, mas explorar essa busca e abertura para o amor próprio é algo muito bonito de ver.

4.O surto de Kevin

Logo no primeiro episódio, aprendemos que Kevin é um ator que faz uma série de TV bem no nível besteirol americano: é um homem bonito que vive sem camisa e cuida de bebês. Acontece que ele tem sonhos maiores para a sua carreira e não aguenta que peçam dele cenas rasas em que o seu corpo é o foco (as mulheres sabem bem o que é isso, não é?). De qualquer maneira, o seu surto no meio de uma gravação fica ainda mais poderoso porque a série é gravada com uma audiência ao vivo no estúdio – e elas reagem a cada uma de suas palavras raivosas.

5.Ela explora os conflitos de uma adoção

Além de mostrar com profundidade o que Randall sente por ter sido adotado – e consequentemente abandonado pelo pai drogado – a trama mostra essa reconexão com a antiga família e como uma pessoa de fora passa a ser inserida em uma família que já é funcional e saudável. William não pôde ver o filho crescer por muitos motivos, então tenta compensar a ausência sendo um avô muito presente para as netas, Tess e Annie.

Fica o alerta: a série tem tudo para te fazer chorar – MUITO – durante os episódios, então prepare o coração e os lencinhos para assistir cada um deles. A segunda temporada estreia em breve, na última semana de setembro, então você pode aproveitar o fim de semana para fazer uma maratona e já se preparar para a continuação.

Foto: Reprodução / This is Us


Você já assistiu essa série? Conta para a gente o que achou de This is Us:


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual tema você gostaria de ver aqui?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)