O que você procura?

A princípio você não quer. Ele não faz teu estilo. É mais velho. É chato. Mas ele insiste, insiste e insiste. Te diz coisas bonitas, manda flores, poemas e letras de músicas. Ele é capaz de ficar um mês correndo atrás de você, implorando por uma chance. Diz que vai te fazer feliz, te proteger e te ensinar a ser uma pessoa melhor. E aí você dá uma chance, se apaixona, se entrega e pensa que tudo isso é recíproco. E é aí que tudo muda. Ele conseguiu o que tanto queria. Agora já não importa mais. Ele é abusivo.

marcos-emilly-abusivo

Sobre um relacionamento abusivo

A vontade de estar perto já não aparenta ser como era antes. O desejo também não. Ele te despreza, te chuta e incita brigas desnecessárias para, depois, colocar toda a culpa em você. Você? Ah, você é a louca, ciumenta, chata e possessiva. Ele? É o bom moço apaixonado que se enganou com a histérica.

Ele é mais velho e, por isso, se acha superior. É mais inteligente, mais educado, mais rico, mais esperto. Ele é tudo o que você poderia desejar. E você? Nada. Ele está apenas te fazendo um favor. Você deveria ser grata por ter alguém assim ao seu lado. É assim que ele te faz sentir. Menor. Insignificante. Você se abre com ele, desabafa, conta seus problemas. E depois ele joga tudo isso na sua cara.

Ninguém gosta de ti, só ele. Ou, talvez, nem ele. É tudo um favor do generoso homem.

Como ele é lindo, não? Não.

marcos-emilly-abusivo-2

Ele aponta o dedo na tua cara, grita e diz que nada do que você faz está certo. Qualidades? Não existem, você é um lixo. É ele quem realmente manda. Ou pelo menos é o que ele acha. Ele te corrige em público, te zoa em público, te diminui em público e pode até mesmo te humilhar na frente das pessoas mais queridas. Faz questão de te agarrar com força, e desrespeitar outras mulheres na sua frente. E, depois, ainda vem dizer que odeia mulher ciumenta. E você precisa sofrer calada.

Beber? Não pode. É feio. Uma menina de vinte anos, no auge na sua juventude? Não pode não, é mulher. Ele não permite. Mas vive bêbado em todas as festas e é você quem tem que cuidar.

Todo mundo vê, todo mundo comenta. Mas ninguém te estende a mão. “Ela apanha porque quer.” “Por que não termina? Burra.”

Ninguém entende como é difícil se desprender de algo que, um dia, já te deu a falsa sensação de amor. Ninguém entende a gravidade do apego psicológico. E isso é devastante.

Infelizmente, essa é a realidade de muitas mulheres no mundo que estão presas a relacionamentos abusivos.

O reality show, com o terrível relacionamento de Emilly e Marcos, retrata um pouquinho da vida real. É uma pequena amostra da crueldade humana. É uma amostrinha de um relacionamento extremamente abusivo, cruel e desesperador. E também de como, na maioria das vezes, o abusador permanece impune.

Imagem: Divulgação


O que você acha dessa situação? Responda na pergunta do Clube abaixo:


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)