Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Quando falamos de feminismo, a gente sabe que ainda existe um longo caminho pela frente. A luta pela igualdade de gênero ainda é longa, mas isso não significa que progressos não estão sendo feitos. Isso porque, ao que tudo indica, já existe uma noção de que as mulheres não querem namorar um machista.

Segundo uma pesquisa feita pelo Sapio, as mulheres da geração millennial (isto é, aquelas que estão atualmente nos seus vinte e tantos anos) explicaram que uma das coisas que mais incomodam em um relacionamento é um homem machista, a ponto desse comportamento ser decisivo para o relacionamento ir em frente ou não. Ou seja, as mulheres estão menos tolerantes a namorar um homem machista.

E, o que é mais interessante, para as mulheres heterossexuais, além do machismo, o racismo e qualquer tipo de intolerância fica em segundo lugar como um comportamento não aceitável de um homem. Curiosamente, para homens entre 18 e 29 anos, o racismo e a intolerância aparecem em primeiro lugar, enquanto ‘hábitos de higiene ruim’ fica em segundo. Uma prova concreta do dois pesos e duas medidas que costumam povoar os relacionamentos.

A pesquisa, claro, é apenas uma amostra de que a mudança está acontecendo e que as mulheres não estão mais aceitando um comportamento que as coloca como inferiores e problemáticas diante da sociedade. E reconhecer um comportamento machista é fácil:

  1. O homem faz questão de dizer que você dirige mal porque é mulher
  2. Ele reclama das suas roupas quando elas são muito curtas
  3. Ele diz que ‘mulher não sabe fazer X (insira alguma tarefa aqui)’
  4. O homem acredita que só precisa ‘ajudar em casa’ (e não dividir as tarefas igualmente)
  5. Ele culpa a TPM pelo seu humor
  6. Ele dispensa algum comentário seu dizendo que você é ‘bonita e não precisa pensar’
  7. O homem não gosta que você saia sem ele à noite
  8. Ele acha que você não tem capacidade para entender assuntos mais complicados, como política

Esses são apenas alguns exemplos rotineiros de coisas que acontecem todos os dias com as mulheres e que podem ficar ainda mais evidentes quando você começa a namorar um machista. A partir daí, é uma questão de tentar ensinar o outro (com foco no ‘ensinar’ e não no ‘brigar’) que esse tipo de comportamento não é aceitável porque coloca a mulher em uma situação de inferioridade.

Se ele topar mudar de ideia (porque a gente bem sabe que não tem poder de muda ninguém) você pode pensar em seguir em frente com o relacionamento, às vezes um pouco de perspectiva é ótimo para uma pessoa evoluir. Se não, é interessante pensar duas vezes sobre ele.

Imagem: Pinterest

@ load more