Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Já reparou que a cobrança por um corpo perfeito e uma conduta sempre reta recaem inúmeras vezes sobre a mulher? Pois é, essa é a sociedade em que vivemos. Você pode ser livre, mas quem decide o que vai ficar bom em você sou eu. Todos possuem direitos iguais, mas entre um homem e você, é lógico que ele vai ganhar mais. Eu não sou uma Barbie, mas 38 é a cintura ideal.

sou uma barbie

Não sou uma Barbie, e não sei o que “linda” significa

sou uma barbie

Ao começar a escrever sobre isso, percebi o quão superficial poderia ser. Superficialidade nunca combinou comigo. Entre uma palavra e outra, consegui perceber o quão profundo isso é. Quando você diz à mulher que ela está linda, quais são os signos, os detalhes, as cores que te fazem percebê-la, de fato, linda? Veja bem, uma coisa é estar dentro dos padrões sociais ou não, e você achá-la linda por isso. Outra coisa completamente diferente é você enxergar a sua essência, sua alma desnuda e achá-la por bonita por isso.

Sobre “não ser uma Barbie”

sou uma barbie

Porque vamos falar sobre isso? Porque você precisa saber que muitas garotas já tiveram o coração partido por não vestirem 38, ou por não terem um cabelo extremamente liso. Ou ainda por não poderem sair de casa vestidas como elas mesmas. Você que pensa conhecer a cintura ideal, você não sabe o que é “não ser uma Barbie”. Vamos lá, eu vou ter dizer.

Não ser uma Barbie é ter estrias, celulites e deixar de usar biquíni por isso. Não ser a Barbie é se esforçar a semana inteira para estar linda no final de semana e, pelo menos, ser notada. Afinal, se você não é uma Barbie, bem, você não entra em ranking algum, o que dirá na lista de alguém.

Olha, não ser uma Barbie é muitas vezes achar que a vida se resume em perder peso, achar um cabelo ideal, estar com as roupas adequadas e nunca, jamais, deixar estar no grupo certo e no momento certo. Então você faz as unhas, estica o cabelo, se depila por inteira, se possível até a alma, fica nua para o mundo e depois se cobre. Melhor, você se deixa ser coberta por uma massa de coisas que não são suas, mas tudo bem, porque você não é uma Barbie e precisa daquelas coisas para ser, ao menos, a amiga da Barbie, ok? Ufa, quanta coisa ein? Confesso que, como não sou uma Barbie, só na parte de se depilar por inteira eu já me cansei.

sou uma barbie

Não sou uma Barbie, e me orgulho disso

sou uma barbie

Vamos lá, mulher. Você não é uma Barbie mesmo e nunca será, porque não precisa. Quero começar dizendo que ansiei por esse momento, para destilar essa frase: seu corpo, sua essência, seu perfume, sua regra.

Não tenha medo quando o peso da chamada ditadura social recair sobre você. Uma garota não merece ter o coração partido por nenhum manequim de vitrine. Nenhuma mulher merece ter o corpo mutilado, rasgado ou deformado por uma massa de coisas as quais não pertencem a sua essência. Você pode ser livre, sinta-se livre.

Desapega

sou uma barbie

Se desfaça dessa massa. Essa será sempre a primeira dica de todas. Coloque sua música favorita, aquela que atinge diretamente sua alma, pare em frente ao espelho nua, de corpo e espírito, e se admire. Olhe e se entenda.

Se ainda assim você quiser ser uma Barbie, não há nada de errado com isso. Só não se deixe ser esquecida, e jamais esqueça sua essência. Aquilo que você contempla diante do espelho, quando descobre o corpo e alma, é parte bem pura do que você é.

Será que você consegue enxergar que regra alguma, ou ditadura social, pode apagar isso? Se estiver apagando, eu sinto muito, você não está existindo, e sim deixando de viver.

Desencana

sou uma barbie

Vamos lá, 38? Quem precisa vestir isso? Rapaz, elas são brasileiras! –Ah sim, bumbum grande, seios fartos e coxas grossas né?

– Não! Pensamentos fartos, robustos e grande determinações a serem aquilo que elas quiserem, você gostando ou não. Porque ela não tem necessidade alguma de fazer parte da lista de alguém, se com seu jeito, com sua personalidade, ela pode se tornar a dona da lista. Sim, a dona lista durante a noite e quem decide quem entre ou não, sinceramente não é você.

Não sou uma Barbie. E você também não precisa ser.

Mas precisa disso tudo?  Sim, pra você e pro mundo inteiro

sou uma barbie

entender que: não é ser uma Barbie, mas sim uma mulher de verdade. Chorar de felicidade ou tristeza. Querer chocolates, ou ter ataques durante a TPM e com um detalhe: sem deixar de ser linda por isso.

Ei mundo, sociedade, enquanto uma mulher que desenvolve a mesma função de um homem continuar ganhando menos, continuaremos caminhando rumo ao precipício. É ali que almas e essências se jogam, se anulam. É nesse lugar que as nossas meninas deixam de lado tudo o que gostariam de ser, para unicamente ter.

E nesse trem desenfreado, o único “ser” que resta a elas é ser uma Barbie. E bom, uma Barbie, quem precisa de uma Barbie? Eu não sou uma Barbie. Por que você seria também?

Claro que você, homem, precisa, para se satisfazer, para se autodenominar o “foda” e não ter que assumir nenhuma de suas consequências, certo? Ah, você precisa, porque assim pode provar o quão superior e másculo você é, não é mesmo?

sou uma barbie

Ninguém precisa de uma Barbie

sou uma barbie

Mimimi? Não. Acontece que ninguém precisa de uma Barbie. E essa ditadura machista começa a ter fim quando você passa a ser uma garota, com mil e uma qualidades, trilhões de defeitos, porém, livre. Seja você mesma, eles gostando ou não. Deixe de existir e passe a viver. Vai pra cima, arregaça a alma! Afinal, você não é uma Barbie, mas precisa viver.

sou uma barbie

Mas eu não quero ficar sozinha”. Moça, o cara bacana é você. O homem legal, bem sucedido, o bom partido, é você! O melhor partido tem que, antes de qualquer coisa, ser você mesmo! Vamos lá, arregaça a alma, rasga o coração, vai pra cima, começa a viver garota!

Imagem: Pinterest

@ load more