O que você procura?

Quando eu entrei nos meus 20 anos, antes de todos os meus amigos (sempre fui a mais velha), eu fiquei de cara com duas coisas: a primeira foram os meus colegas de faculdade falando que eu estava ficando velha. A segunda eram as pessoas mais velhas do que eu falando o contrário, que estava entrando na minha melhor fase. Nenhum dos dois acertou tudo o que senti com vinte e poucos anos.

Eu percebi que as pessoas são tão obcecadas com a juventude que parece que chegar nos vinte e poucos anos por si só é uma vitória das mais incríveis. Parabéns, agora você é jovem, está na faculdade, pode beber e dirigir legalmente, ir na balada, se divertir, aproveitar a vida! Mas corra enquanto é tempo, os 30 estão logo aí.

As pessoas ignoraram completamente que os meus vinte e poucos anos foram a pior fase da minha vida até agora, porque eu tinha tantas neuras, tantos medos em relação ao futuro que me sentia paralisada. Eram tantas cobranças, vindas de tantos lados, que eu nunca sabia o que resolver primeiro. Conversando com as meninas do #superelas, o nosso grupo no Facebook, eu percebi que não era a única, e decidi listar aqui alguns medos das nossas leitoras, além dos meus próprios, durante essa fase da vida.

1.Eu não sei o quero fazer da minha vida

vinte e poucos anos

Foto: Pexels

Você já está na faculdade ou se preparando para entrar na faculdade ou ainda dando um tempo depois da escola sem ter nenhuma ideia do que fazer o resto da sua vida. E a sensação é que você nunca vai descobrir a sua vocação mesmo.

2.A essa altura eu já deveria ter um emprego estável

Pelo menos um estágio bem remunerado que pague as minhas contas e ainda me ajude a guardar um pouco na poupança para fazer aquela viagem incrível com as minhas amigas.

3.Ou um relacionamento estável

vinte e poucos anos

Foto: Pexels

Todo mundo está namorando, algumas amigas já vão casar e eu continuo aqui, sozinha e solteira. A sensação é de que todo mundo tem alguém e eu vou morrer sozinha.

4.Eu já deveria ter saído da casa dos meus pais

vinte e poucos anos

Foto: Pexels

A essa altura do campeonato, eu já deveria estar dividindo o apartamento com os meus amigos ou alugado um kitnet incrível no centro da cidade para morar sozinha e viver todas as alegrias da ~vida adulta~.

5.O que eu faço se a minha carreira não der certo?

vinte e poucos anos

Foto: Pexels

O maior medo de todos. E se o que eu escolher para fazer a vida inteira não der certo? E se eu estiver na profissão errada? Como recomeçar ou mudar de carreira depois dos 30? As pessoas fazem isso?

6.O que as pessoas vão pensar de mim se eu fizer isso?

O medo de desagradar ou de fazer alguma coisa errada parece que atinge o ápice: é durante os vinte e poucos anos que você percebe uma necessidade latente de não cometer erros e seguir as regras – e não criar uma reputação ruim, qualquer que seja ela.

7.Eu já deveria ter viajado muito com essa idade

vinte e poucos anos

Foto: Pexels

Tanta gente já conhece o mundo, fez mochilão, foi para o exterior, conheceu o Brasil inteiro e eu ainda nem saí da minha própria cidade.

8.E se eu não conquistar nada até os 30?

O que vai ser de mim se eu chegar nos 30 anos sem ter casa, carro e uma carreira estável? Parece que eu fracassei na vida se não chegar nessa idade sem essas realizações.

9.E se eu engravidar antes dos 30?

vinte e poucos anos

Foto: Reprodução

A minha carreira vai ficar comprometida quando ainda nem está firmada – e vai ser muito pior se o cara for só uma transa de uma noite só ou namorado que eu não curto tanto assim.

10.Não consigo escolher o que eu quero fazer

vinte e poucos anos

Foto: StockSnap

Eu quero tudo: viajar, estudar artes, aprender a tocar um instrumento musical, ter um cachorro, sair da casa dos meus pais, abrir uma empresa, fazer um mestrado, começar uma pós… Que no fim das contas não consigo escolher absolutamente nada do que quero fazer de verdade.

11.Eu já deveria te rum carro / casa / startup

Tanto amigo que já é mega bem sucedido e cheio de coisas incríveis antes dos 25 e eu ainda ando de ônibus e mal consigo pagar a conta do celular.

12.Eu não fiz nada de importante até agora

vinte e poucos anos

Foto: StockSnap

A minha não foi nada além de escola-cinema-clube-televisão, como diz a música de Renato Russo. Eu não fiz nada que importa, nada que vai ficar para a história, nada que vale a pena contar para os outros.

 

A gente sabe que ler tudo isso pode causar pânico em qualquer um – hey, até eu fiquei meio nervosa. Mas o nosso objetivo é mostrar que você não é a única a sentir essas coisas, e que a gente pode te ajudar com isso. Essa crise toda nada mais é do que a gente tentando fazer tudo ao mesmo e viver segundo as expectativas das outras pessoas e da sociedade sobre o que é certo ou errado, o que é importante e o que não é. Então, separei alguns links para te ajudar a colocar a cabeça no lugar e saber por onde começar a colocar a sua vida nos eixos.

  1. 5 filmes para você ver quando estiver em uma crise existencial

  2. 6 dicas para realizar suas metas

  3. Como sair das dívidas: 7 dicas para colocar em prática já

  4. 5 dicas para quem quer mudar de carreira

Imagem: Reprodução / Na Natureza Selvagem


Que tal ajudar a nossa usuária, que está passando pela crise dos vinte e poucos anos? É só responder a pergunta abaixo:


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)