O que você procura?

De todos os métodos contraceptivos, a pílula e o DIU são os mais famosos, sem sombra de dúvidas. Dentre tantos receios de engravidar fora da hora, é normal também que nós optemos por anticoncepcionais que sejam mais tradicionais e bastante eficazes. Porém, existe um método totalmente natural que promete uma eficácia de quase 100%: o método Billings.

Quem não conhece o método Billings precisa saber, antes de mais nada, que ele depende inteiramente do autoconhecimento: é uma forma contraceptiva que demanda observação do próprio corpo e conhecimento do seu ciclo. Ele é não invasivo e não-medicamentoso – isso significa que você não precisa tomar medicamentos manipulados ou encontrados na farmácia e, por consequência, não tem efeitos colaterais. Além disso, ele é altamente acessível e é válido para qualquer fase da vida.

Afinal, como funciona o método Billings?

Nós já falamos aqui sobre o muco cervical, e ele tem um papel importantíssimo nesse método. O muco cervical é um dos pontos de observação que indicam exatamente onde você está no seu ciclo menstrual e se você está mais próxima ou distante da ovulação. Esses tipos de muco estão totalmente ligados quantidade de estrogênio, o hormônio produzido pelos ovários, no corpo durante o mês e saber identificar o tipo de mucosa liberada é o primeiro passo para colocar o método em prática:

Muco pós-menstruação: até 5 dias depois da sua menstruação, você pode notar um tipo de muco esbranquiçado e sem elasticidade, quase como uma pasta. Isso indica que você está no período infértil e, portanto, não existem chances de gravidez.

Muco fase transitória: em seguida, o muco muda de consistência, indicando o começo do período mais fértil do seu ciclo. Ele fica mais leitoso e pegajoso. Aqui, o risco de gravidez é maior e é melhor manter o uso da camisinha durante as relações sexuais.

Dia fértil: quando o muco está muito elástico e escorregadio, lembrando quase uma gelatina, você está no seu dia mais fértil, o dia da ovulação. Ou seja, quem pensa em gravidar sabe que esse é o momento mais importante para tentar conceber um bebê.

É importante lembrar que, em ciclos regulares, a ovulação acontece no dia do pico de fertilidade, quando o muco está altamente gelatinoso e elástico, com uma margem de erro de até 2 dias. O óvulo vive até 24h dentro do corpo feminino e, após esses 3 dias, o seu ovário restabelece o muco que fecha o colo do cérvix e o seu período fértil chega ao fim.

Por isso mesmo, é comum muitos médicos defenderem a abstinência por pelo menos um mês para mulheres que querem adotar o método Billings. É um mínimo de tempo para você começar a prestar atenção no seu corpo e na sua mucosa e não se deixar confundir pela lubrificação natural do corpo, que surge quando você está excitada ou prestes a transar com alguém.

Além disso, é importante anotar cada variação do seu corpo diariamente para saber por qual período você está passando. Anotar a consistência do muco, se ele é visível ou não, se você sente a sua vagina seca (período não fértil) ou molhada (período fértil), se você teve relações sexuais e se teve algum tipo de sangramento ou se, claro, está menstruada, também faz parte desse sistema anticoncepcional. No começo, pode ser difícil prestar atenção em cada pequeno sinal que o seu corpo emite, mas é apenas uma fase de adaptação: depois de um tempo, fica muito mais fácil você notar em que momento do mês está e seguir os mandamentos do método.

Os 4 mandamentos do método Billings

O método Billings segue alguns mandamentos básicos para todas as usuárias, uma forma de você ter mais eficácia e controle sobre o momento em que o seu corpo está no ciclo menstrual. Estudar o assunto é essencial para você saber mais sobre esses sinais e até para saber também como identificar o período a partir da aparência da sua vagina: se ela está mais inchada (período fértil) ou não. Até mesmo por isso, é indicado que as mulheres que querem adotar o método façam um curso (pelo menos um dia) para aprender mais sobre o procedimento e conversarem com um ginecologista para saber se ele é, de fato, o melhor para o seu caso.

Dito isso, vamos aos mandamentos do método Billings:

metodo billings

1.Você não deve transar durante o período menstrual

Como esse é um método que depende inteiramente da observação do muco cervical, durante a menstruação fica mais difícil saber em qual momento você está, já que o sangue pode mascarar a mucosa. Isso significa que você pode ficar fértil e não perceber.

2.Você pode transar em noites alternadas durante o período infértil pré-ovulação

A questão das noites alternadas é que você, após a relação sexual, você pode sentir a vulva inchada e ter algum tipo de secreção e é importante ficar de olho para garantir que essa secreção em nada tema ver com a produção de muco cervical. É uma forma de você garantir também que o muco não mudou de um dia para o outro e acabar tomando um susto e se sentir perdida no seu próprio ciclo.

3.Se houver alteração no muco, espere

A observação é o mais importante nesse método, por isso, se você perceber uma alteração no muco cervical, o ideal é esperar alguns dias antes de ter relações sexuais novamente. Preste atenção se ele fica mais elástico com o passar dos dias (uma indicação da fertilidade) e na sensação de liquidez na vagina. Caso tudo isso aconteça e você chegue no pico de fertilidade, aplique a regra dos 3 dias listada anteriormente (do tempo que o óvulo fica no corpo) e volte para o mandamento 2.

4.Transe à vontade depois do 4 dia após o dia mais fértil

Esperar esses 4 dias garante que o óvulo saiu do ovário, teve o seu período de vida dentro do corpo e morreu, e as suas chances de engravidar também. A partir daí, você pode ter relações o quanto quiser sem preocupar, já que estará infértil por, pelo menos, 10 dias.

Resumindo…

Pode parecer muito complicado adotar um método como esse, mas ele é algo natural do seu corpo. Estudar bastante e conversar com profissionais a respeito é essencial para você não fica com nenhuma dúvida. Ah, e vale o alerta: esse é um método colaborativo, ou seja, você e o seu parceiro estão envolvidos nesse controle e usar a camisinha é obrigatório para evitar a transmissão de doenças, ok?

Imagem: Reprodução/Revista Crescer


@ load more
E-mails especiais
Faça parte da comunidade de mulheres mais empoderadas do mundo!
Escolha os temas que mais gosta
Quero!
Obrigada, agora falta pouco...
Por favor, fique de olho em sua caixa de entrada (às vezes, pode acontecer do email estar no SPAM ou na aba Promoção caso use GMail). Quando receber nosso email é só clicar no link de confirmação ;)
Enviaremos nos próximos minutos um email para você confirmar o recebimento de nossos conteúdos.
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Qual tema você gostaria de ver aqui?
A gente escreve sobre o que você quiser e ainda manda no seu email :)
Obrigada!
Recebemos sua sugestão.

Hey, você já conhece o Clube Superela? Lá você pode perguntar o que tem vontade anonimamente :)